A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Observatório do CDCC - USP/SC Setor de Astronomia (OBSERVATÓRIO) (Centro de Divulgação da Astronomia - CDA) Centro de Divulgação Científica e Cultural.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Observatório do CDCC - USP/SC Setor de Astronomia (OBSERVATÓRIO) (Centro de Divulgação da Astronomia - CDA) Centro de Divulgação Científica e Cultural."— Transcrição da apresentação:

1

2 Observatório do CDCC - USP/SC Setor de Astronomia (OBSERVATÓRIO) (Centro de Divulgação da Astronomia - CDA) Centro de Divulgação Científica e Cultural - CDCC Universidade de São Paulo - USP Endereço: Av. Trabalhador São-Carlense, n.400 São Carlos-SP Tel: 0-xx (Observatório) Tel: 0-xx (CDCC) Localização: Latitude: 22° 00' 39,5"S Longitude: 47° 53' 47,5"W Imagem: O Inicio do Observatório

3

4 Sessão Astronomia As Sessões Astronomia são palestras proferidas pela equipe do Setor de Astronomia todos os sábados às 21h00. Iniciadas em 1992, foram criadas com o objetivo de falar sobre Astronomia ao nosso público em uma linguagem simples e acessível a todas as faixas etárias. Estas palestras se tornaram uma opção de diversão e informação para a comunidade local e também para visitantes de nossa cidade. Os temas abordados são os mais variados possíveis. O material multimídia contido aqui consiste numa opção audiovisual complementar que o professor do Sistema de Ensino pode utilizar como auxílio às suas aulas. O conteúdo das Sessões Astronomia pode ser acessado no seguinte endereço: Crédito do logo: Sessão Astronomia, CDCC-USP/SC, criado por Andre Fonseca da Silva Observação: Padrão e resolução da apresentação: 800 x 600 pixel com imagens a 96 dpi ou 38 pixel por centímetro com dimensão de 8,35 polegadas x 6,26 polegadas ou 21,2 cm x 15,9 cm respectivamente. Editado normamente em Office 97, podendo haver incompatibilidade de execução no Office XP e vice-versa.

5 TemaPalestranteData SobralOrlando06 de Junho Eta CarinaNatalia13 de Junho Descoberta de NetunoEvandro20 de Junho Nascimento Telescópio refletor Raphael27 de Junho

6 90 Anos da confirmação da Teoria da Relatividade Geral Por: Orlando Gonnelli Netto

7 Lei da Gravitação Universal A síntese do céu e da Terra; Isaac Newton (1642 – 1727) Se vi mais longe foi porque estava sobre os ombros de gigantes.

8

9 Lei da Gravitação Universal A síntese do céu e da Terra; Isaac Newton (1642 – 1727) Força atrativa entre corpos materiais; Atua à distância e instantaneamente; É tanto mais intensa quanto maior a massa dos corpos, e mais fraca quanto maior for a distância dos corpos; O tempo é absoluto e flui uniformemente sem relação a qualquer coisa externa. Tempo Gravidade Espaço O espaço absoluto permanece sempre similar e imutável.

10 Relatividade Restrita A síntese do espaço e do tempo (1905); Albert Einstein (1879 – 1955) Tempo e espaço dependem agora do estado de movimento do observador! Tempo e espaço É uma constante universal! Velocidade da Luz C = ,458 Km/s E a Gravidade?

11 O Pensamento mais feliz de minha vida. (1907)

12 Princípio da Equivalência O estado de repouso num campo gravitacional é indistinguível do movimento acelerado no espaço sem gravidade. Mas, como um movimento uniforme, que descreve uma trajetória retilínea, pode ser equivalente ao de queda num campo gravitacional?

13 Fundamento Geral da Teoria da Relatividade (1915)

14 Efeitos da Relatividade

15 Eclipse Solar

16

17 Breve retrospectiva Interesse nos eclipses solares para a ciência é relativamente recente 8 de julho de de julho de de julho de 1860 Estudo visual e constituição físico-química da Coroa solar Observação dos Grãos de Baily (1836) Expedições na Europa Expedições pelo Mundo De 1880 até 1920

18 Eclipses no Brasil 7 de Setembro de de Abril de de Abril de de Outubro de de Maio de 1919 Nas 5 ocasiões, expedições formadas por cientistas brasileiros foram enviadas aos locais de observação Caricatura de J. Carlos; Fonte: Careta, 19/10/1912 Eclipse total do Sol, 16/04/1893 Gravura de José Abranches Moura O Sol quando nasce é para todos. E quando se oculta também. Nem o marechal escapou.

19 Eclipse de Sobral Andrew Crommelin Henrique Morize

20 Resultados de 1919 Na reunião da Royal Astronomical Society de 6 de novembro de 1919, o Joint Eclipse Meeting tornou públicos os resultados do eclipse solar de 29 de Maio; 1,80 ± 0,23 segundos de arco; Deflexão medida: 0,78 segundos de arco; Deflexão prevista por Newton: 1,75 segundos de arco; Deflexão prevista por Einstein:

21 Fama de Einstein Einstein e Hendrik Lorentz – 1921 Einstein e Niels Bohr – 1930 Prêmio Nobel em Física em 1921;

22 Fama de Einstein Cidadania norte americana – 1 de Outubro de 1940 Max Planck presents Albert Einstein with the Max-Planck medal of the German Physical Society, June 28, 1929 in Berlin. Albert Einstein and Sir Arthur Eddington at Cambridge

23 Einstein no Brasil Em 1925 Einstein fez uma visita à América do Sul; Chegou ao Rio em 21 de Março; Conferência na Escola Politécnica do Rio de Janeiro; O problema que minha mente formulou foi respondido pelo luminoso céu do Brasil"

24 E Sobral?

25 Conclusões Se vi mais longe foi porque estava sobre os ombros de gigantes. A ciência, e de fato toda a civilização, é uma série de avanços incrementados, cada um construindo sobre o que existia antes. Isaac Newton A astronomia brasileira possui uma base institucional sólida, que remonta pelo menos a meados do século XIX. Christina Helena Barboza Stephen Hawking O Universo não só é mais estranho do que imaginamos, como é mais estranho do que podemos imaginar. Arthur Eddington

26 90 Anos da confirmação da Teoria da Relatividade Geral Por: Orlando Gonnelli Netto

27 Slides Complementares

28 Distorção do Espaço-tempo


Carregar ppt "Observatório do CDCC - USP/SC Setor de Astronomia (OBSERVATÓRIO) (Centro de Divulgação da Astronomia - CDA) Centro de Divulgação Científica e Cultural."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google