A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Impactos da Política Monetária nos Balanços Bancários Uma Análise VAR Márcio I. Nakane Tony Takeda DEPEP - SP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Impactos da Política Monetária nos Balanços Bancários Uma Análise VAR Márcio I. Nakane Tony Takeda DEPEP - SP."— Transcrição da apresentação:

1 Impactos da Política Monetária nos Balanços Bancários Uma Análise VAR Márcio I. Nakane Tony Takeda DEPEP - SP

2 Canais de Transmissão Monetária

3 Bernanke & Blinder, 1988, Credit, Money, and Aggregate Demand, American Economic Review 78, nº 2, Chu, Victorio & Marcio Nakane, 2001, Credit Channel without the LM Curve, Economia Aplicada, Vol. 5, nº 1, Janeiro/Março,

4 O Canal de Crédito Canal de Empréstimos Bancários (Bank Lending Channel): M Depósitos Bancários Oferta de Crédito Bancário Investimento Demanda Agregada

5 O Canal de Crédito Canal de Crédito Amplo (Broad Credit Channel ou Balance Sheet Channel): M Riqueza Líquida do Tomador Prêmio de Financiamento Externo Investimento Demanda Agregada

6 Canal de Empréstimos Bancários Kashyap & Stein (1994), Monetary policy and bank lending em Mankiw (editor) Monetary Policy, NBER. ______ (1995), The impact of monetary policy on bank balance sheets, Carnegie- Rochester Conference Series on Public Policy, 42,

7 Canal de Empréstimos Bancários Kashyap & Stein (2000), What do a million observations on bank say about the transmission of monetary policy, American Economic Review, 90, Ehrmann, Gambacorta, Martínez-Pagés, Sevestre & Worms (2001), Financial systems and the role of banks in monetary policy transmission in the Euro area, Working Paper 105, European Central Bank

8 Canal de Empréstimos no Brasil (artigos apresentado no XXX Encontro Nacional de Economia da ANPEC) NAKANE, Márcio I. & Nelson F. SOUZA Sobrinho, 2002, Uma Avaliação do Canal do Crédito no Brasil. BONOMO, Marco A. & Flávia M. GRAMINHO, 2002, O Canal de Empréstimos Bancários no Brasil: uma Evidência Microeconômica.

9 Vetor Y t segue a representação VAR: onde é um vetor de constantes, p é a ordem das defasagens, B i é uma matriz de coeficientes e u t é um vetor de erros t. q. u t ~ i.i.d.(0, )

10 Problemas nas séries Séries não estacionárias. Na estimação do modelo, utiliza-se uma especificação em 1ª diferença Duas quedas abruptas na série Operações de Crédito: –Dez/1997, devido ao Banespa –Jun/2001, devido à CEF

11 Variáveis Macroeconômicas PIB industrial mensal (IBGE) Taxa de Inflação mensal (IPCA do IBGE)

12

13

14 Variáveis de Política Monetária Taxa Selic Taxa do Recolhimento Compulsório sobre Depósitos à Vista

15

16

17 Contas do PASSIVO do Balanço Patrimonial Bancário Depósitos Depósitos à Vista

18

19

20 Contas do ATIVO do Balanço Patrimonial Bancário Operações de Crédito Títulos e Valores Mobiliários e Instrumentos Financeiros Derivativos Créditos Livres Empréstimos e Títulos Descontados Financiamentos

21

22

23

24 Variáveis em primeira diferença

25

26

27

28

29

30

31

32

33 Ordenação das variáveis Y t Taxa do PIB industrial Taxa do IPCA Indicador de Política Monetária Indicador do Balanço Patrimonial

34 LRFPE AICSCHQ Defasagem Utilizada Comp, Dep Selic, Dep Comp, DV Selic, DV Comp, Cred Selic, Cred Comp, Livre Selic, Livre Comp, TVM Selic, TVM

35 Ordem do Teste LM 1234 Comp, Dep Selic, Dep Comp, DV Selic, DV Comp, Cred Selic, Cred Comp, Livre Selic, Livre Comp, TVM Selic, TVM

36 Teste Jarque-Bera 1 a. Eq.2 a. Eq.3 a. Eq.4 a. Eq. Comp, Dep Selic, Dep Comp, DV Selic, DV Comp, Cred Selic, Cred Comp, Livre Selic, Livre Comp, TVM Selic, TVM

37 Teste Causalidade de Granger Depósitos à Vista Operações de Crédito Créditos Livres Títulos e Val. Mobil. Compulsório (**) Selic 0.75 (***) (**)

38 Função de Resposta ao Impulso Taxa Selic Taxa do Recolhimento Compulsório sobre Depósitos à Vista

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49 Decomposição De Variância ProdutoInflação Instrumento de Política Indicador Bancário Comp, Dep Selic, Dep Comp, DV Selic, DV Comp, Cred Selic, Cred Comp, Livre Selic, Livre Comp, TVM Selic, TVM

50 A política monetária afeta o balanço patrimonial bancário Compulsório Depósitos à Vista Taxa Selic Total dos Depósitos Créditos Livres TVM E não para Operações de Crédito (global)

51


Carregar ppt "Impactos da Política Monetária nos Balanços Bancários Uma Análise VAR Márcio I. Nakane Tony Takeda DEPEP - SP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google