A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A REFORMA ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Rua de São Caetano, nº 32 1200-829 Lisboa Telefone: (+351) 21 392.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A REFORMA ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Rua de São Caetano, nº 32 1200-829 Lisboa Telefone: (+351) 21 392."— Transcrição da apresentação:

1 A REFORMA ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Rua de São Caetano, nº Lisboa Telefone: (+351) Fax: (+351)

2 APRESENTAR AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NA GRAFIA DE TERMOS DA LÍNGUA PORTUGUESA ADVINDAS DA REFORMA ORTOGRÁFICA João Carlos R. da Silva – Cap QCO Magistério do Exército

3 SEQUÊNCIA 1) OS FATOS 2) CONVENÇÕES DA ESCRITA 3) O PORQUÊ DAS MUDANÇAS 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS 5) O QUE PERMANECE

4 1) OS FATOS No dia do centenário da morte de Machado de Assis, o presidente Lula assinou o decreto que estabelece o cronograma de vigência das mudanças previstas no acordo ortográfico das Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O acordo passa a valer em janeiro de Mas as duas normas ortográficas - a atual e a prevista no acordo - serão aceitas até 2012 em vestibulares e concursos públicos. Até 2010, todos os livros didáticos deverão ser editados já com as mudanças.(Resol nº 17, 07 Maio 08)

5 2) CONVENÇÕES DA ESCRITA O acordo afeta somente as convenções da escrita: Regras acordadas entre os usuários de uma dada língua. Essas regras: não representam fielmente a fala/ pronúncia; não influenciam na fala/pronúncia; e são elaboradas segundo critérios diferentes.

6 3) O PORQUÊ DAS MUDANÇAS Unificação do registro escrito nos oito países que falam português: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal. Redação de documentos oficiais e de livros, por exemplo. (Tradução é tempo e $)...passo importante para a defesa da unidade essencial da língua portuguesa e para seu prestígio internacional...

7 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NO ALFABETO Acréscimo das letras K, W, Y. Usar em: - nomes de pessoas e lugares originários de outras línguas e seus derivados Ex.: Kant > kantismo; Byron > byroniano Kuwait > kuwaitiano - siglas, símbolos e unidades internacionais Ex.: TWA; K (potássio); W (oeste); yd (jarda)

8 NO USO DO TREMA Desaparece. Só fica em termos estrangeiros. Ex.: tranqüilo > tranquilo seqüência > sequência bilíngüe > bilíngue Müller > mülleriano 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

9 NA ACENTUAÇÃO GRÁFICA 1. Não se acentuam mais os ditongos abertos ÉI e ÓI das PAROXÍTONAS. Ex.: A artilharia apóia a infantaria. A artilharia apoia a infantaria. Eu apóio as mudanças. Eu apoio as mudanças. Praticamos um ato heroico. Ao chefe não cabe ter medo das ideias, nem mesmo das ideias novas.

10 bóia colméia assembléia jibóia jóia platéia geléia estréia odisséia paranóico boia colmeia assembleia jiboia joia plateia geleia estreia odisseia paranoico 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

11 Atenção! A regra anterior afeta as PAROXÍTONAS, não as OXÍTONAS terminadas em ÉIS, ÉU(S), ÓI(S), que continuam como antes: Ex.: papéis, herói(s), anéis, fiéis, céu(s), corrói, sóis, chapéu(s)... 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

12 2. Nas paroxítonas, não se usa mais o acento no I e U tônicos após um ditongo. Ex.: baiúca > baiuca bocaiúva > bocaiuva feiúra > feiura 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

13 3. Não se usa mais acento nas palavras terminadas em ÊEM e ÔO(S). 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS abençôo crêem dêem lêem vêem vôo zôo abençoo creem deem leem veem voo zoo

14 4. Não se usa mais o acento diferencial nos pares homógrafos: pára/para > para pêlo(s)/pelo(s) > pelo(s) péla(s)/pela(s) > pela(s) pólo/polo > polo pêra/pera > pera 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

15 5. Não se usa mais o acento agudo no U tônico das formas tu arguis/redaguis, ele argui/redargui, eles aguem/redarguem. 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS

16 1. Regra básica: usa-se sempre o hífen diante de H. Ex.: anti-higiênico; super-homem Prefixo terminado em vogal: - sem hífen diante de vogal diferente: Ex.: autoescola; antiáereo;autoaprendizagem; hidroelétrico... - sem hífen antes de consoante diferente de R e S: Ex.: anteprojeto; semicírculo... -sem hífen antes de R e S, que são dobradas: Ex.: antirracismo; antissocial; ultrassom... - com hífen, antes da mesma vogal: Ex.: contra-ataque; micro-ondas; mega-ação... 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS (HÍFEN)

17 3. Prefixo terminado em consoante: -com hífen antes da mesma consoante: Ex.: inter-regional; sub-bibliotecário... - sem hífen diante de consoante diferente: Ex.: intermunicipal; supersônico... -sem hífen diante de vogal: Ex.: interestadual; superinteressante... 4) AS PRINCIPAIS MUDANÇAS (HÍFEN)

18 PERMANECE O ACENTO DIFERENCIAL NOS SEGUINTES CASOS: A) PÔDE/PODE Ex.: Ele não pôde sair mais cedo, mas agora pode. B) PÔR/POR Ex.: Vou pôr o pé na estrada e andar por aí. 5) O QUE PERMANECE

19 C)TÊM/TEM; VEM/VÊM (E DERIVADOS); CONVÉM/CONVÊM; INTERVÉM/INTERVÊM. Ex.: O coronel tem muitas medalhas. Os coronéis têm muitas medalhas. O militar vem da Amazônia. Os militares vêm da Amazônia. Ele mantém a palavra. Eles mantêm a palavra. 5) O QUE PERMANECE

20 D) ACENTUAÇÃO DAS PROPAROXÍTONAS Ex.: Exército, árabe, hidráulico, míope... E) EMPREGO DO SINAL DE CRASE F) USO DA LETRA H G) ACENTUAÇÃO DAS OXÍTONAS Ex.: está, já, olé, bebé/bebê; caraté/ caratê; nené/nenê; puré/purê... 5) O QUE PERMANECE

21 CONCLUSÃO NÃO TEM CONCLUSÃO! A NÓS, NÃO CABE TER MEDO DA ORTOGRAFIA, NEM MESMO DA NOVA ORTOGRAFIA. É PRECISO, ISTO SIM, NÃO PERDER TEMPO, E ESTUDÁR ATÉ APRENDER.


Carregar ppt "A REFORMA ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Rua de São Caetano, nº 32 1200-829 Lisboa Telefone: (+351) 21 392."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google