A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 DNS Introdução. Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 2 DNS - DOMAIN NAME SYSTEM Mecanismo que converte em string.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 DNS Introdução. Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 2 DNS - DOMAIN NAME SYSTEM Mecanismo que converte em string."— Transcrição da apresentação:

1 1 DNS Introdução

2 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 2 DNS - DOMAIN NAME SYSTEM Mecanismo que converte em string ASCII os endereços de rede. Motivação: No início da ARPANET, só existia um arquivo texto, host.txt para listar todos os hosts e seus endereços IPs.

3 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 3 DNS - Motivação As pessoas consultavam o arquivo txt para poderem acessar as máquinas desejadas. Com o crescimento e a transformação da ARPANET na rede Internet, surgiu a necessidade de criar um mecanismo mais eficiente e inteligente. Tinha que ser distribuída para não ser dependente de uma única central de fornecimento de endereços IPs.

4 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 4 DNS - Motivação O DNS é um esquema de atribuição de nomes hierárquico, baseado em domínios. É usado para atribuir nomes aos hosts (IPs) e nome destino dos s.

5 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 5 DNS - funcionamento Exemplo de funcionamento – Uma aplicação insere um nome, automaticamente um procedimento é acionado para buscar o endereço IP correspondente daquele nome. Uma API chamada de resolvedor, então envia um pacote UDP para um servidor DNS mais próximo para consultar qual é o IP desejado. Com posse o IP, uma aplicação pode comunicar-se diretamente com a outra máquina se assim desejar.

6 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 6 DNS - Características Características A Internet é dividida em domínios Cada domínio pode ser divididas em sub domínios e assim por diante. Podem ser representados por uma grande árvore hierárquica. As folhas pode ser hosts que podem representa máquinas ou um host de um grande empresa possuindo mais hosts filhas. Ex: detec.fucapi.br ou adm.fucapi.br.

7 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 7 DNS - Características Domínios de primeiro nível – Domínios genéricos (com,edu, gov, int, net, mil, etc) – Domínios de países (br,ch, jp, al, etc).

8 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 8 Espaço de nomes do DNS Exemplo de espaço de nomes de domínio da Internet

9 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 9 Espaço de nomes do DNS Cada domínio precisa da permissão do domínio superior para ser criado. Por outro lado, ele não precisa permissão de ninguém para criar um sub domínio abaixo dele.

10 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 10 DNS- Registro de Recurso Todos servidores de DNS contêm um arquivo de configuração chamado Registro de recursos. Quando alguém consulta um nome de domínio, na verdade está consultando esses registros. Um Registro de Recurso é uma tupla de cinco campos. São geralmente codificados em textos ASCII, ocupando uma linha para cada registro.

11 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 11 DNS - Registro de Recurso Formato: – Domain_name - informa o domínio que esse registro se aplica. – Time_to_live - Estabilidade da informação em segundos – Type - Informa o tipo do registro – Class - Indica a classe de informações, para internet este campo contém IN – Value - Define o conteúdo que depende com contexto (type)

12 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 12 DNS - Tipos de Registros Tipos (Types) de Registros

13 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 13 Servidores de Nomes Em teoria, um único servidor de nomes com todos o BD DNS poderia ser utilizado para fazer o mapeamento O espaço de nomes DNS é dividido em zonas de tal forma que não haja superposição.

14 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 14 Espaço de nomes do DNS Servidores de Nomes (zonas)

15 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 15 DNS - Consultas As consultas feita pelos servidores podem ser do tipo recursivas ou não. Ex: Consulta Recursiva:

16 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 16 DNS - Tipos de Consultas Consulta não recursiva – O servidor DNS que não encontrar em seus bancos de dados, retornará o próximo servidor DNS que pode ter a informação solicitada.

17 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 17 DNS - Registros Oficiais Registro oficial - são retornados pelos registros de recursos que são gerenciados pelos servidores que controlam aquele domínio, portanto está sempre correta. Os registros obtidos através de caches, não tem tanta confiabilidade pois podem estar desatualizados.

18 18 SNMP O modelo SNMP

19 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 19 SNMP - Simple Network Management Protocol O modelo SNMP – consiste em quatro componentes: Nós gerenciados Estações de gerenciamento Informações de gerenciamento Um protocolo de gerenciamento

20 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 20 SNMP - Simple Network Management Protocol Os nós de gerenciamento podem ser hosts, roteadores, pontes, impressoras ou qualquer outro dispositivo capaz de comunicar o status interno com o exterior. Todos os nós devem ser capaz executar um processo de gerenciamento, denominado agente SNMP.

21 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 21 SNMP - Simple Network Management Protocol Cada agente mantém um banco de dados com informações históricas e estados atuais dos dispositivos O gerenciamento é de fato feito nas ESTAÇÕES DE GERENCIAMENTO. T Têm software especiais que comunicam com os agentes espalhados pela rede, emitindo comandos e recebendo respostas.

22 Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 22 SNMP - Simple Network Management Protocol Toda Inteligência nas estações de gerenciamento, permitindo que os agentes sejam simples sem necessidade de processamentos complexos. Os dispositivos têm diferentes fabricantes, o que torna necessário a criação de especificação rígida quanto ao formato dos dados e a comunicação entre esses dispositivos gerenciados.


Carregar ppt "1 DNS Introdução. Professor: Arlindo Tadayuki Noji Instituto de Ensino Superior Fucapi - CESF 2 DNS - DOMAIN NAME SYSTEM Mecanismo que converte em string."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google