A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II O que você deve saber sobre Novos modelos complementaram as ideias de Mendel sobre herança das características biológicas, ampliando.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II O que você deve saber sobre Novos modelos complementaram as ideias de Mendel sobre herança das características biológicas, ampliando."— Transcrição da apresentação:

1 FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II O que você deve saber sobre Novos modelos complementaram as ideias de Mendel sobre herança das características biológicas, ampliando o conhecimento e favorecendo o avanço na área da genética.

2 Padrões de herança Herança dominante: basta um alelo do gene (dominante) para a manifestação da característica. Ex.: se o gene A determina cor de pelo escura, e a, cor de pelo clara, animais AA ou Aa terão pelagem escura. Herança recessiva: a característica só se manifesta quando o alelo (recessivo) se encontra em homozigose (dose dupla). Ex.: se o gene A determina cor de pelo preta, e a, cor de pelo branca, animais aa terão pelagem clara. Dominância incompleta: o fenótipo dos indivíduos heterozigotos é intermediário, em termos qualitativos, entre os fenótipos dos dois homozigotos. Ex.: flor boca-de-leão P: flor vermelha (FVFV) X flor branca (FBFB) F1:100% de flores cor-de-rosa (FVFB) FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II Codominância: os dois alelos diferentes de um gene se expressam fenotipicamente no indivíduo heterozigoto. O indivíduo apresenta as características presentes nos indivíduos homozigotos para um alelo e para outro. Ex.: sistema sanguineo ABO, em que a relação de genes é: I A =I B e o genótipo I A I B corresponde ao sangue AB.

3 Padrões de herança Alelos letais: afetam a sobrevivência ou a capacidade reprodutiva de seus portadores. Alelos múltiplos: ocorrem quando um gene apresenta mais de duas formas alélicas na população. Cada indivíduo possui, no máximo, duas dessas versões. Ex.: o sistema sanguíneo ABO. Ex.: Cruzamento Aa X Aa A a AAAAa aAaaa Resultado esperado: 1:2:1 Resultado obtido: 2:1; então: AA causa morte e Aa causa morte Gene I A determina sangue A. Gene I B determina sangue B. Gene i determina sangue O. Mas cada pessoa só pode ter 2 dos 3 tipos possíveis. FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

4 Padrões de herança Na herança do sistema ABO de grupos sanguíneos, é possível observar alelos múltiplos (I A, I B, i), alelos com dominância completa (I e i) e codominância (I A e I B ). PADRÃO DE HERANÇA DO SISTEMA ABO DE GRUPOS SANGUÍNEOS FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

5 INTEGRAÇÃO GÊNICA NA PLUMAGEM DE PERIQUITOS Algumas características podem ser determinadas por dois ou mais genes. Isso acontece na: interação gênica; herança quantitativa. Padrões de herança Epistasia é um caso específico de interação gênica, em que alelos de um gene impedem a expressão dos alelos do outro par, que pode ou não estar no mesmo cromossomo. FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

6 Padrões de herança Interação gênica por epistasia EPISTASIA EM CÃES LABRADORES Quando o gene e aparece em homozigose (ee), impede a manifestação dos fenótipos resultantes dos genes B (que determinam a produção do pigmento preto) ou b (que determinam a produção do pigmento marrom). Cães com esse genótipo são dourados. FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

7 Herança quantitativa (poligênica): os alelos de diferentes genes participam de forma equitativa na formação de uma única característica, que resulta do efeito cumulativo de muitos genes. Ex.: a altura, o peso e a cor da pele em seres humanos, que apresentam forte influência ambiental na determinação do fenótipo. Padrões de herança FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

8 Padrões de herança EXEMPLO DE INATIVAÇÃO DO CROMOSSOMO X Em gatas malhadas de preto e amarelo, o cromossomo X no qual se localiza o alelo para a cor preta (C P ) está inativo nas regiões amarelas, ao passo que o cromossomo X no qual se localiza o alelo para a cor amarela (C A ) está inativo nas regiões pretas. A cor branca é efeito de outro gene, que condiciona variegação da pelagem. Representação sem escala FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

9 Se a característica é transmitida do homem para todos os seus filhos e nenhuma filha, é provável que o gene determinante desse fenótipo se localize no cromossomo Y. Se uma mulher transmite a característica para todos os filhos e nenhuma filha, é provável que ela seja determinada por um alelo recessivo localizado no cromossomo X. Padrões de herança Heredogramas Herança pelo cromossomo Y XY A XX Herança pelo cromossomo X XAYXAY XaYXaYXaYXaY XaXaXaXa XAXaXAXa XAXaXAXa XaXaXaXa XAXaXAXa XAXaXAXa XAYXAY XaYXaYXaYXaY FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

10 Padrões de herança Heredogramas Nos organismos eucarióticos, algumas características podem ser determinadas por genes localizados no DNA mitocondrial. Em um heredograma, é possível perceber esse padrão se a característica for transmitida apenas da mãe para todos os filhos, independentemente do sexo. Herança mitocondrial FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II

11 Ligação gênica: no estudo de dois ou mais genes de um mesmo cromossomo, são observadas variações nas proporções fenotípicas dos cruzamentos. Padrões de herança CROSSING-OVER ENTRE GENES LIGADOS Representação sem escala FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II Quanto maior a proximidade desses genes, menor a ocorrência de recombinações por crossing-over.

12 (Unifesp) Em uma população de mariposas, um pesquisador encontrou indivíduos de asas pretas e indivíduos de asas cinza. Ele cruzou machos pretos puros com fêmeas cinza puras. Obteve machos e fêmeas pretos em F 1. Cruzou os descendentes F 1 entre si e obteve, em F 2, 100% de machos pretos, 50% de fêmeas pretas e 50% de fêmeas cinza. Em cruzamentos de machos cinza puros com fêmeas pretas puras, ele obteve, em F 1, machos pretos e fêmeas cinza. Cruzando estes F 1 entre si, obteve machos e fêmeas pretos e cinza na mesma proporção. Aponte, a partir dos resultados obtidos, qual o padrão de herança de cor das asas e qual o sexo heterogamético nessas mariposas. a) Autossômica, a cor preta é recessiva e a fêmea é o sexo heterogamético. b) Autossômica, a cor preta é recessiva e o macho é o sexo heterogamético. c) Restrita ao sexo, a cor cinza é recessiva e o macho é o sexo heterogamético. d) Ligada ao sexo, a cor preta é dominante e o macho é o sexo heterogamético. e) Ligada ao sexo, a cor preta é dominante e a fêmea é o sexo heterogamético. 3 EXERC Í CIOS ESSENCIAIS RESPOSTA: E FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II – NO VESTIBULAR

13 (PUC-RJ) Na década de 1940, descobriu-se que algumas células, retiradas de indivíduos humanos com dois cromossomos sexuais X, apresentavam, no núcleo interfásico, um pequeno corpúsculo de cromatina intensamente corado. Esse corpúsculo é denominado: a) cromatina sexual, está presente somente nas mulheres adultas geneticamente normais e corresponde a um cromossomo somático condensado. b) cromatina sexual, está presente somente nos homens adultos geneticamente normais e corresponde ao cromossomo Y condensado. c) nucléolo, está presente em indivíduos geneticamente normais de ambos os sexos e corresponde a um cromossomo somático condensado. d) cromatina sexual, está presente em indivíduos geneticamente normais de ambos os sexos e corresponde a um cromossomo X condensado. e) corpúsculo de Barr, está presente somente em indivíduos do sexo feminino geneticamente normais e corresponde a um cromossomo X condensado. 15 EXERC Í CIOS ESSENCIAIS RESPOSTA: E FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II – NO VESTIBULAR

14 (UFMS) O padrão fenotípico da pelagem de coelhos é determinado por uma série de quatro alelos (alelos múltiplos), como demonstrado na tabela: 17 EXERC Í CIOS ESSENCIAIS SOMA: = 52 (01) Do cruzamento c h c h x c a c a, espera-se que 75% dos descendentes sejam himalaias. (02) Do cruzamento c ch c ch x c h c a, espera-se que 25% dos descendentes sejam albinos. (04) Do cruzamento c h c a x c a c a, espera-se que 50% dos descendentes sejam himalaias. (08) Do cruzamento C c c h x c a c a, espera-se que 25% dos descendentes sejam albinos. (16) Do cruzamento c ch c a x c ch c a, espera-se que 75% dos descendentes sejam chinchilas. (32) Do cruzamento CC x c ch c ch, espera-se que 100% dos descendentes sejam agutis. Com relação à escala de dominância, o alelo C é dominante sobre todos os outros alelos; o alelo c ch é dominante sobre o alelo c h e o alelo c a. Por sua vez, o alelo c h é dominante sobre o alelo c a. FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II – NO VESTIBULAR Em função dos genótipos de cada casal de coelhos, analise os cruzamentos propostos e assinale a(s) alternativa(s) que indica(m) a(s) possibilidade(s) correta(s).

15 (UFMG) Observe a figura. Todas as alternativas contêm genótipos possíveis para os porquinhos vermelhos de F 2, exceto a) AABB c) Aabb e) AABb b) AaBB d) AaBb 20 EXERC Í CIOS ESSENCIAIS RESPOSTA: C FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II – NO VESTIBULAR


Carregar ppt "FUNDAMENTOS DA GENÉTICA II O que você deve saber sobre Novos modelos complementaram as ideias de Mendel sobre herança das características biológicas, ampliando."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google