A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário FIESP 30 de janeiro de 2007 Ambiente Regulatório e Inserção do Gás Natural na Matriz Energética Brasileira Jerson Kelman Diretor-Geral da ANEEL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário FIESP 30 de janeiro de 2007 Ambiente Regulatório e Inserção do Gás Natural na Matriz Energética Brasileira Jerson Kelman Diretor-Geral da ANEEL."— Transcrição da apresentação:

1 Seminário FIESP 30 de janeiro de 2007 Ambiente Regulatório e Inserção do Gás Natural na Matriz Energética Brasileira Jerson Kelman Diretor-Geral da ANEEL Critérios para Consideração de Usina Térmica no PMO em Função da Falta de Combustível Seminário FIESP 30 de janeiro de 2007 Ambiente Regulatório e Inserção do Gás Natural na Matriz Energética Brasileira Jerson Kelman Diretor-Geral da ANEEL Critérios para Consideração de Usina Térmica no PMO em Função da Falta de Combustível

2 Despacho Otimizado ONS Despacho Otimizado ONS Sistema Interligado Nacional ~ ~ ~ 100 MWh 20 MWh 280 MWh T1T1 T2T2 H D1D1 Consumidor D3D3 90 MWh 10 MWh 300 MWh 2 2 ~ T3T3 ~ T4T4

3 Contabilização e Liquidação CCEE Contabilização e Liquidação CCEE Sistema de Contabilização e Liquidação $ 20 / MWh ~ ~ ~ 100 MWh 20 MWh 280 MWh T1T1 T2T2 H D1D1 D3D3 90 MWh 10 MWh 300 MWh $ 400 $ 200 PPA $ 7, MWh ; $ 75 / MWh PPA $ 21, MWh ; $ 70 / MWh Consumidor 3 3

4 Resolução 231/2006 Estabeleceu procedimentos para o ONS calcular a Disponibilidade Observada de usinas térmicas em função da falta de combustível.

5 MOTIVAÇÃO Não atendimento do despacho por ordem de mérito de diversas usinas térmicas nos meses de agosto e setembro de 2006 devido a falta de combustível. Despacho comandado pelo ONS 1ª e 2ª Semana Setembro 5333 MW Geração efetiva: 1ª Semana 1065 MW médios 2ª Semana 1042 MW médios MOTIVAÇÃO Não atendimento do despacho por ordem de mérito de diversas usinas térmicas nos meses de agosto e setembro de 2006 devido a falta de combustível. Despacho comandado pelo ONS 1ª e 2ª Semana Setembro 5333 MW Geração efetiva: 1ª Semana 1065 MW médios 2ª Semana 1042 MW médios Resolução 231/2006

6 Exemplo – UTE 400 MW despachada por ordem de mérito num dado mês (mês1); Geração efetiva – 100 MW médios motivada por falta de combustível DISPo = 100 MWmédios

7 Resolução 231/2006 Mês 2 – Não houve despacho por ordem de mérito DISPo = 100 MWmédios Mês 3 - Idem DISPo = 100 MWmédios Mês 4 - Geração efetiva – 150 MW médios falta de combustível DISPo = ( )/2 = 125 MWmédios

8 Resolução 231/2006 O valor da disponibilidade observada poderá ser alterado, por meio da realização de teste, que consiste no despacho simultâneo das térmicas

9 Resolução 231/2006 DISPONIBILIDADE OBSERVADA SETEMBRO 2006 UTEATUAL (MW)DISPo CUIABÁ TERMORIO MACAE8876 T. LAGOAS N. FLUMINENSE ELETROBOLT3822 IBIRITÉ FAFEN12457 CANOAS15841 TERMOPE29492 TOTAL

10 Resolução 237/2006 O ONS deverá utilizar como limite de disponibilidade das usinas térmicas o valor da Disponibilidade Observada Disp o Exemplo (400 MW) Mês 1,2 e 3 Disponibilidade será de 100 MW Mês 4 Disponibilidade será de 125 MW CMO Curva de Aversão a Risco PLD

11 CONTRATOS DE GÁS

12 UsinaContrato Gás Take or Pay Contrato Energia (PPA) Potência (MW) Geração (MWmed) % Termo- Pernambuco SSS Termo- Rio SNN Despacho de setembro 2006 Penalidade típica: supridor de gás cobre a exposição do gerador térmico, limitado a US$ 100/MWh

13 Teste de dezembro de 2006, determinado pelo CMSE Portaria MME 313/06 Mudança do custo variável Armazenamento virtual de energia gerada por térmicas (fora da ordem de mérito) nos reservatórios de água Duas questões: a) a briga do setor elétrico para não ficar no último lugar da fila do gás b) a previsão sobre a disponibilidade futura de gás Onde estamos?


Carregar ppt "Seminário FIESP 30 de janeiro de 2007 Ambiente Regulatório e Inserção do Gás Natural na Matriz Energética Brasileira Jerson Kelman Diretor-Geral da ANEEL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google