A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Visão do Regulador 07 junho de 2005 Rio de Janeiro 07 junho de 2005 Rio de Janeiro Jerson Kelman Diretor-Geral Jerson Kelman Diretor-Geral Câmara Brasileira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Visão do Regulador 07 junho de 2005 Rio de Janeiro 07 junho de 2005 Rio de Janeiro Jerson Kelman Diretor-Geral Jerson Kelman Diretor-Geral Câmara Brasileira."— Transcrição da apresentação:

1 Visão do Regulador 07 junho de 2005 Rio de Janeiro 07 junho de 2005 Rio de Janeiro Jerson Kelman Diretor-Geral Jerson Kelman Diretor-Geral Câmara Brasileira de Investidores em Energia Elétrica

2 CIP CF Consumo RGR ONS UBP RGR CPMF, PIS/Cofins, CSLL, IR G ICMS P&D CCCCDEProinfa Etapa I CBEE TF RTE / Percee ESS RGR T D/C Fluxos econômicos no setor elétrico Fluxos econômicos no setor elétrico Baixa RendaBaixa Renda Eletrificação RuralEletrificação Rural CooperativasCooperativas TransporteTransporte MunicípiosEstados Governo Federal

3 Evolução dos Preços Públicos (1999 – 2004) * Fonte: IBGE %

4 Evolução dos Encargos Setoriais (1999 – 2004) Evolução dos Encargos Setoriais (1999 – 2004) 237,96%237,96% 241,03% 205,59% 203,80% IGPM: 123% R$

5 Composição da conta de luz (2005) MêsEmpresaGeraçãoTransmissãoDistribuição Encargos Setor ICMS PIS/ COFINS 4ENERGIPE25%4%37%5%23%7% 4COELCE33%4%30%5%23%4% 4COELBA27%5%34%5%21%7% 4RGE37%6%25%6%21%5% 4AESUL36%7%24%7%21%5% 4CEMAT27%4%34%6%24%5% 4CEMIG26%6%34%8%21%5% 4CELPE35%4%25%6%23%6% Media Geral 31%5%30%6%22%6%

6 Composição Média dos Preços de Energia Elétrica – 8 empresas Fonte: ANEEL

7 O Peso dos Impostos e Encargos Arrecadação na Atividade de Distribuição FIESPCBIEEAPMPEAPINEAMCHAMABRATEABRAGET ABRAGEFABRAGEABRADEEABRACEELABRACEABIAPEABDIBABCE Fonte

8 Crescimento da conta de luz no período 2004/2005 MêsEmpresaGeraçãoTransmissãoDistribuiçãoEncargosSetoriais PIS/ COFINS ICMS Reajuste médio da conta de luz 4ENERGIPE12,32%6,97%11,62%16,36%139,37%17,16%16,84% 4COELCE18,04%0,67%8,55%17,34%51,56%14,43%23,10% 4COELBA8,20%-2,14%8,55%17,82%141,15%13,61%23,51% 4RGE26,18%1,74%19,86%20,82%93,47%24,26%14,68% 4 AES SUL 4,94%1,42%22,41%11,91%43,79%12,01%4,12% 4CEMAT3,65%-10,06%7,26%23,82%84,46%9,26%6,27% 4CEMIG12,28%3,11%22,04%-10,53%74,46%14,97%21,24% 4CELPE44,95%-9,91%-12,49%20,88%115,65%17,40%33,13% Média Geral 15,52%-1,02%10,97%14,80%92,99%15,39%17,84% IGPM: 11,12% IPCA: 7,54% Juiz 7,40% CELPE 24,43%

9 Reajuste anual Revisão tarifária periódica Revisão tarifária extraordinária Reajuste anual Revisão tarifária periódica Revisão tarifária extraordinária Mecanismos de atualização tarifária Mecanismos de atualização tarifária Base Legal: Lei nº 8.987/95 e Contrato de Concessão

10 Receita = Parcela A + Parcela B Compra de Energia + Encargos Tarifários + Transporte de Energia Compra de Energia + Encargos Tarifários + Transporte de Energia (IGP-M - X) Reajuste tarifário anual Custos não gerenciáveis Custos gerenciáveis X = 0 antes da 1ª Revisão

11 Preço da energia elétrica residencial - maio 2005

12 Crescimento da conta de luz ocasiona crescimento de... Inadimplência + 25 projetos de lei para isentar de pagamento ou impedir desligamento Fraudes & furtos Liminares de primeira instância que revisam o cálculo tarifário feito pela ANEEL

13 Fax: (61) Fax: (61)


Carregar ppt "Visão do Regulador 07 junho de 2005 Rio de Janeiro 07 junho de 2005 Rio de Janeiro Jerson Kelman Diretor-Geral Jerson Kelman Diretor-Geral Câmara Brasileira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google