A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerenciamento da Prevenção à Fraude em Seguros Apresentação São Paulo, 19 de Setembro de 2.006 Márcio Montesani (11)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerenciamento da Prevenção à Fraude em Seguros Apresentação São Paulo, 19 de Setembro de 2.006 Márcio Montesani (11)"— Transcrição da apresentação:

1 Gerenciamento da Prevenção à Fraude em Seguros Apresentação São Paulo, 19 de Setembro de Márcio Montesani (11)

2 2 PERGUNTAS PARA REFLETIR No mercado geral: qual o percentual dos sinistros pagos são indevidos? Na minha empresa; qual o percentual de sinistros são identificados como suspeitos? Destes suspeitos; qual o percentual que é comprovada a fraude? Dos casos comprovados como fraude qual o percentual que é negado?

3 3 PERGUNTAS PARA REFLETIR Qual o perfil de segurado ou terceiro que comete esta fraude que eu identifiquei? O tipo de fraude é sazonal? Existe um perfil de veículo mais suscetível a fraude? Ocorrem mais fraudes em oficinas particulares ou concessionárias? Quem sinaliza mais sinistros suspeitos o vistoriador ou o analista?

4 4 PERGUNTAS PARA REFLETIR Se o mercado diz que o percentual de sinistros fraudulentos está entre 10 e 30 % por que alguns analistas não identificam nenhum sinistro duvidoso? Eu tenho um percentual baixo de identificação de fraudes, pois em minha empresa tem pouca fraude, ou eu não consigo identificar e por isso o volume é baixo?

5 5 Programação Introdução Estrutura para o seu gerenciamento Identificação Ferramentas para identificação Administração Eliminação

6 6 Introdução As negativas de sinistro no passado Perfil dos fraudadores Oportunista Premeditado Perfil dos profissionais Vistoria prévia Regulação Análise Advogados Prestadores de serviço

7 7 Tecnologia com mentalidade do passado Introdução

8 8 Tecnologia com mentalidade do passado Introdução

9 9 Estrutura Gerenciamento da Fraude IDENTIFICAÇÃO ADMINISTRAÇÃO ELIMINAÇÃO

10 10 Gerenciamento da Fraude Identificação Administração Eliminação Estrutura

11 11 Gerenciamento da Fraude IDENTIFICAÇÃO Administração Eliminação Estrutura

12 12 Vistoria Prévia Identificação Comunicação do sinistro Formalização do sinistro Regulação do sinistro Análise do sinistro Estrutura

13 13 Vistoria Prévia Identificação da Fraude Primeiro Filtro Problemas pré-existentes Avaliação do bem segurado Custo x Benefício

14 14 Comunicação do sinistro Identificação da Fraude Por telefone Por formulário padrão Corretor

15 15 Formalização do sinistro Identificação da Fraude Aviso de sinistro Boletim de ocorrências Croqui Carta

16 16 Regulação do sinistro Identificação da Fraude Avaliação in loco Revistoria Análise da oficina (Rede Referenciada / Oficina indicada) Negociação no ato (Substituir ou reparar) Tipo de fraude

17 17 Análise do sinistro Identificação da Fraude Avaliação documental Confronto entre os envolvidos Função do analista: Passado x Atual Capacitação técnica para análise Capacitação jurídica para negativa Potencial de identificação de fraudes

18 18 Cuidado com o perfil do analista !!!!! Identificação da Fraude

19 19 Cuidado com o perfil do analista !!!!! Identificação da Fraude

20 20 Ferramentas para identificação Melhor qualidade Facilidade na transmissão FOTOS DIGITAIS

21 21 Ferramentas para identificação FOTOS DIGITAIS

22 22 Ferramentas para identificação FOTOS DIGITAIS

23 23 Ferramentas para identificação FOTOS DIGITAIS

24 24 Ferramentas para identificação FOTOS DIGITAIS

25 25 Ferramentas para identificação Pautas filtro (Red Flags) Armazenamento de informações Banco de dados Softwares de orçamentação integrados Sistemas internos de consulta e análise INFORMÁTICA

26 26 Ferramentas para identificação

27 27 Ferramentas para identificação

28 28 Ferramentas para identificação Identificação do perfil para cada profissional Psicológico Operacional Perfil da empresa Processo seletivo adequado Capacitação para cada área Regulação Análise Jurídico FATOR HUMANO

29 29 Gerenciamento da Fraude Identificação Administração Eliminação

30 30 Estrutura para administração Mecanismos de apoio Fluxos adequados para identificação Ferramentas Relatórios gerenciais Perfil do fraudador Tipo de fraude Melhoria dos filtros Administração da Fraude

31 31 PARÂMETROS Quem suspeitou? : Analista/Vistoriador Tipo de fraude Colisão Mecânica Incêndio Roubo/Furto Agente fraudador Oficina Segurado Terceiro Corretor Gerenciamento da Fraude

32 32 PARÂMETROS Área de Ocorrência Estado Cidade Bairro Marca/Modelo/Versão dos veículos envolvidos Valor do prejuízo Custo dos serviços de investigação e pericial Avaliação de resultado dos prestadores de serviço Gerenciamento da Fraude

33 33 Gerenciamento da Fraude Identificação Administração Eliminação

34 34 Eliminação da Fraude Busca de elementos substanciais para negativa Subsídio ao departamento jurídico Bons filtros coíbem a entrada da fraude Negativas eficientes coíbem a fraude futura

35 35 Avaliação Global do que é ideal Realização de vistoria prévia filtra veículos problemáticos Solicitação de B.O. reduz os volume de oportunistas Regulação in loco possibilita um contato próximo com o veículo e minimiza problemas de fraudes gerados pela oficina. Regulação in loco possibilita o regulador a sinalizar suspeitas. Analistas técnicos e com conhecimento do objeto de análise O analista tem que ser cobrado por resultados na identificação de fraudes A área de sinistros deve possuir uma pessoa ou mesmo uma célula responsável por gerenciar a identificação de fraudes.

36 Gerenciamento da Prevenção à Fraude em Seguros Apresentação São Paulo, 19 de Setembro de Márcio Montesani (11)


Carregar ppt "Gerenciamento da Prevenção à Fraude em Seguros Apresentação São Paulo, 19 de Setembro de 2.006 Márcio Montesani (11)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google