A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XML, eXtensible Markup Language ou Linguagem de Marcação Extensível é o método padrão de identificação e descrição de dados na Web. É largamente implementada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XML, eXtensible Markup Language ou Linguagem de Marcação Extensível é o método padrão de identificação e descrição de dados na Web. É largamente implementada."— Transcrição da apresentação:

1 XML, eXtensible Markup Language ou Linguagem de Marcação Extensível é o método padrão de identificação e descrição de dados na Web. É largamente implementada e fácil de organização. XML é uma linguagem sintaticamente genérica, de fácil leitura para humanos e máquinas, de descrição de dados hierárquicos, aplicáveis a um conjunto enorme de aplicações, banco de dados, comércio eletrônico, Java, desenvolvimento web, busca e etc. Tags particulares habilitam a definição, transmissão, validação e interpretação de dados entre aplicações e organizações. O que é XML

2 Família de aplicações XML

3 Características de XML Troca de dados, de dados estruturados para não estruturados: XML possibilita uma sintax padrão universal para troca de dados. XML especifica um rigoroso, baseado em texto, meio de representar a estrutura inerente de dados para que esses possam ser reconhecidos e interpretados sem ambigüidade. É simples, sendo baseada em tags, ela equilibra a familiaridade dos desenvolvedores com HTML, mas providencia um mecanismo flexível e extensível que pode suportar uma gama de tipos de dados diferentes desde registros de banco de dados estruturados até documentos desestruturados e tudo que estiver no meio. SGML foi desenhado especialmente para documentos – XML foi desenhado para potencialmente qualquer dado: a linguagem de marcação SGML foi especificada especialmente para documentos. XML é mais como uma coleção de ferramentas que podem ser usadas para escrever outras linguagens. Não é somente desenhada para documentos, qualquer dado que pode ser descrito em uma árvore pode ser programado em XML. Uma classe de objetos de dados – Uma forma restrita de SGML: XML descreve uma classe de objetos de dados chamada XML documents e parcialmente descreve o comportamento dos programas de computador que os processam. XML é um molde de aplicação ou uma forma restrita de SGML. Por construção, documentos XML são documentos SGML. Vários usos de XML: XML é primariamente direcionada a atingir os requerimentos de provedores de conteúdo Web de larga escala, troca de dados neutra entre empresas, publicação independente de mídia, marketing one-on-one, gerenciamento de fluxo de trabalho em ambientes de autoria colaborativa e processamento de documentos Web por clientes inteligentes. Metadados: XML também está sendo usada em certas aplicações de metadados. Internacionalização: XML é completamente internacionalizada para tanto as línguas da Europa como da Ásia, cumprindo todos os processos de conformidade para o suporte a Unicode tanto UTF-8 quanto UTF-16, pois o seu uso básico é para publicação de trocas de dados. O Processador XML lê documentos XML: XML providencia um mecanismo para impor limitações na estrutura lógica e visual. Um módulo de software chamado XML processor (Processador XML) é usado para ler documentos XML e prove acesso a seu conteúdo e estrutura.

4 Diferenças entre XML e HTML Como HTML, XML é um subset de SGML otimizado para distribuição atravez da Web. Mas diferentemente de HTML que usa suas tags em páginas Web para a apresentação pelo Browser, as tags XML representam dados. HTML EMPNO ENAME JOB SAL 7654 MARTIN SALESMAN SCOTT ANALYST 3000 XML 7654 MARTIN SALESMAN SCOTT ANALYST 3000

5 Podemos ver que o XML representa o conteúdo da informação, enquanto o HTML representa a forma com a qual o conteúdo vai ser mostrado. XMLHTML Representa o conteúdo da informação Representa a forma com o qual o conteúdo vai ser mostrado Tem tags definidas pelo usuário Jogo fixo de tags Todas as tags de inicio devem ter fim Os browsers relaxam esse requerimento em algumas tags Elementos vazios são claramente indicados Os browsers relaxam esse requerimento Nomes de elementos e atributos são sensíveis a caixa alta/baixa Não é sensível a caixa alta/baixa Diferenças entre XML e HTML

6 Cenário 1 Gerenciamente de Conteúdo e Documentos: Criando e publicando documentos compostos usando OracleXML Problema: Compania X tem vários repositórios de textos fragmentados de SGML e XML. Documentos compostos devem ser apresentados dinamicamente. Solução: Compania X pode usar stylesheets (Folhas-de-Estilo) XSL para montar as seções de documentos ou fragmentos e distribuir o documentos composto eletrônicamente para usuários. Principais tarefas envolvidas: 1.Quebrar os documentos em fragmentos ou seções menores que sejam usáveis. 2.Guardar estes fragmentos em CLOBs ou BLOBs no banco de dados. 3.Criar XSL stylesheets para montar os fragmentos em documentos completos.

7 Cenário 1 Gerenciamente de Conteúdo e Documentos: Criando e publicando documentos compostos usando OracleXML Oracle XML usados: -XML parser com XSL-T. -XSU para mover os fragmentos para dentro e fora do Banco de Dados.

8 Cenário 2 Gerenciamente de Conteúdo e Documentos: Distribuindo informação personalizada usando OracleXML Problema: Um grande distribuidor de notícias recebe dados de diversas fontes. Estes dados devem ser guardados no BD e distribuidos por demanda para distribuidores e usuários para serem personalizadas de acordo com o contrato ou com o distribuidor. O distribuidor usa XSL para normalizar e armazenar os dados no BD. Esses dados são utilizados pr vários Websiets e Portais que recebem pedidos HTTP de diversos clientes. Solução: Usar stylesheets XSL junto com XSQL servlet para dinâmicamente distribuir o conteúdo adequado para os serviços requisitantes. Principais tarefas envolvidas: 1.O Modelo de Dados para o BD é otimizado para Saída de dados. 2.XSL stylesheets são criados para cada fonte de informação para serem transformados em formatos normalizados Eles são então guardados no BD. 3.XSL stylesheets são criados junto com páginas XSQL para apresentar os dados em um Website.

9 Cenário 2 Gerenciamente de Conteúdo e Documentos: Distribuindo informação personalizada usando OracleXML Oracle XML usados: -XML parser para Java v2. -XML-SQL Utility (XSU). -XSQL Servlet.

10 Cenário 3 Comunicação BSB: Sistema de Vendas Online usando XML Problema: Compania X precisa construir um sistema de vendas de produtos online que os produtos vem de vários vendedores. Compania X quer receber ordens online e depois, de acordo com o produto requerido fazer o pedido ao vendedor adequado. Solução: Use XML para fazer uma aplicação de compras online mais integrada. Enquanto usuários estam completando um pedido de compras de Hardware, eles podem ir direto ao website do fabricante para ver os últimos modelos, então seu site manda uma requisição de compra autenticada ao site do fabricante diretamente. No site do vendedor o usuário adiciona itens ao seu carrinho de compras e aperta um botão indicando o fim. Então o site do vendedor manda de volta à aplicação da compania X um arquivo XML contendo os produtos, quantidades e preços dos produtos escolhidos que são adicionados a um arquivo XML com todos os produtos para serem feitas as devidas requisições. Ferramentas OracleXML envolvidas: Oracle XML Parser, XML-SQL Utility, XSQL Servlets, XML-SQL Utility, e Java para autenticar ocarro-de-compras" que ele recebe do site dos evdedores.

11 Cenário 3 Comunicação BSB: Sistema de Vendas Online usando XML

12 Cenário 4 Comunicação BSB: Usando XML e Oracle Advanced Queuing para uma aplicação Web Problema: Uma aplicação multi client-to-server e server-to-server guarda dados e inventório em um repositório BD. Este repositório é compartilhado entre empresas. A compania X precisa saber todas as vezes que algum dado foi acessado e todos os usuários e clientes precisam saber quando e como os dados foram acessados. Solução: Quando um recurso é acessado ou liberado ele aciona uma mensagem de disponibilidade XML. Ela então transforma este recurso, usando XSL em multiplos formatos para clientes, de acordo com a necessidade. Mensagens são guardadas em LOBs. Dados são guardados em um BD relacional e materializados em XML.

13 Cenário 4 Comunicação BSB: Usando XML e Oracle Advanced Queuing para uma aplicação Web


Carregar ppt "XML, eXtensible Markup Language ou Linguagem de Marcação Extensível é o método padrão de identificação e descrição de dados na Web. É largamente implementada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google