A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ONTOLOGIA. Ontologia Autores Bruno Guilherme Andretta de Miranda Fernando Hiroshi Suemitsu Matheus Alves de Souza Professor responsável Professor Adolfo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ONTOLOGIA. Ontologia Autores Bruno Guilherme Andretta de Miranda Fernando Hiroshi Suemitsu Matheus Alves de Souza Professor responsável Professor Adolfo."— Transcrição da apresentação:

1 ONTOLOGIA

2 Ontologia Autores Bruno Guilherme Andretta de Miranda Fernando Hiroshi Suemitsu Matheus Alves de Souza Professor responsável Professor Adolfo Gustavo Serra Seca Neto Agradecimentos Professor Cesar Augusto Tacla Professor Gustavo Alberto Gimenez Lugo

3 Tópicos História Ontologia Caso Prático Conclusão

4 História O termo ontologia é originário da filosofia Década de 70 – pesquisadores reconhecem que a chave para computação é a captura de informações Década de 90 – Tom Gruber define ontologia Atualmente – Projeto interdisciplinar

5 Um Exemplo de ontologia

6 Ontologia Uma ontologia é criada por especialistas e define as regras que regulam a combinação entre termos e relações em um domínio do conhecimento.

7 Elementos das ontologias CLASSES Grupos abstratos, conjuntos ou coleções de objetos. INDIVÍDUOS Base do sistema de ontologia. ATRIBUTOS Características de um objeto. RELACIONAMENTO Ligação entre objetos.

8 Caso Prático O caso prático escolhido para este artigo foi um exemplo da UTFPR.

9 Ferramenta Utilizada Protégé 3.4 Protégé em um software livre de código aberto com ferramentas para construir modelos e aplicações baseadas nas áreas de conhecimento usando ontologias.

10 Caso Prático PARA QUE SERVE ONTOLOGIA? Ontologia define um vocabulário para pesquisadores que compartilham informações em um domínio. Compartilhar conhecimento e informação entre pessoas e agentes de software; Reutilização do conhecimento de um domínio. Tornar explícitas hipóteses sobre o domínio; Separar conhecimento de um domínio do conhecimento operacional; Análise do domínio de conhecimento. (Gruber, T. R ).

11 Caso Prático Etapas para construção de ontologia Determinar o domínio e o escopo; Considerar reutilização; Enumerar termos; Definir Classes; Definir Restrições; Criar instâncias;

12 Caso Prático

13 Conclusão Apesar de parecer fácil fazer uma ontologia, pudemos concluir que não é. Para fazer uma ontologia decente é necessário ter prática. Protégé Stanford é uma excelente ferramenta de auxílio.

14 Referências Wikipedia: Página oficial do Protégé: started.html T. R. Gruber. A translation approach to portable ontologies. Knowledge Acquisition, 5(2): , 1993.


Carregar ppt "ONTOLOGIA. Ontologia Autores Bruno Guilherme Andretta de Miranda Fernando Hiroshi Suemitsu Matheus Alves de Souza Professor responsável Professor Adolfo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google