A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Literatura de Cordel Literatura de Cordel, projeto idealizado e desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura de Gouveia, em parceria com a Escola.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Literatura de Cordel Literatura de Cordel, projeto idealizado e desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura de Gouveia, em parceria com a Escola."— Transcrição da apresentação:

1 Literatura de Cordel Literatura de Cordel, projeto idealizado e desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura de Gouveia, em parceria com a Escola Municipal João Baiano de Camilinho e a Escola Municipal Profa. Zezé Ribas de Pedro Pereira. A participação das escolas envolvendo professoras de História, de Geografia e de Língua Portuguesa e os estudantes do sexto ao nono ano. A missão, fazer com que cada estudante produzisse obra literária em tudo similar àquela produzida no nordeste do país. A professora de história desenvolvendo o tema patrimônio imaterial ; a de geografia, regionalismo e a de língua portuguesa, redação. Da E.M.João Baiano participaram as professoras: Eunice – língua portuguesa; Simone – História e Luciana – Geografia. Os slides seguintes são mostra do trabalho realizado pelos alunos de Camilinho. Os trabalhos produzidos em Pedro Pereira serão apresentados, quando disponiveis.

2 A história de Camilinho É um caso que aconteceu Ninguém nunca me contou Agora quem conta sou eu A Escola M. João Baiano É diferente da Escola Estadual Construida por João Baiano Na comunidade rural A Escola autorizada para o funcionamento escolar onde foi inaugurada para o aluno estudar Eu moro em Água Parada E estudo em Camilinho Quando entrei nesta escola Arrumei muitos amiguinhos Dayane – 9º. Ano

3 Subi em uma árvore O galho se quebrou Cai no chão, mas Ninguém me ajudou Fiquei lá no chão Esperando a dor passar Vi que não vinha ninguém Resolvi me levantar Fui andando devagar Nesse dia estava sem sorte Uma vaca veio correndo Ai, meu Deus! Como é que pode! Wesley – 7º. Ano

4 Heleno 6º. ano Tudo que eu queria era fugir da escola porque não aguento mais professora de história A de português nem se fala fico sem recreio todo dia, e Geovane sempre me faz companhia A de geometria sempre me chama atenção e chama a diretora para me dar suspensão A professora de inglês é pior do que a de geometria em vez de me chamar a atenção me dá um beliscão

5 A capela de Nossa Senhora das Dores Foi construiía por um senhor Que era muito devoto E rezava com amor Se chamava Manoel Miranda E com muita garra e admiração A Nossa Senhora Construiu a capela com devoção Hoje há uma festa Muito tradicional É a festa de Nossa Senhora Que movimenta todo o arraial Hedinho – 8º. Ano

6 A festa do Peixe É a maior tradição Todos vão pra rezar E também cair na diversão Durante o dia bem cedinho Todos vão para a Igreja orar Mas de noite nas barracas Eles querem farriar Durante a noite A rua fica movimentada Os homens desesperados Procuram namorada No domingo tem procissão Uns acompanham com devoção Outros gostam de ficar Na pura confusão Quando chega a noite A tristeza vem à tona Pois ninguém quer ir embora E deixar esta festona Carlos - 9º. Ano

7 Raquel – 7º. Ano Quando eu vejo um passarinho fico logo contente com seu canto na madrugada e as águas nascentes Canto com o passarinho e logo fico contente! Penso em ondas do mar e em lua crescente Compondo este poema fico logo a pensar Será que um dia eu vou me apaixonar

8 Daivisson – 6º. Ano Estudei na Água Parada e fui para o Camilinho Hoje eu estudo aqui e tenho muitos amiguinhos Quando fui para o Camilinho estudei o quarto e o quinto ano Hoje eu estudo o sexto na Escola João Baiano Quando entrei para a escola estava com seis anos Hoje eu tenho muito mais e vivo fazendo planos

9 Reinalda Dia dezenove de março é dia de São José em que todo mundo vai rezar com fé Aas pessoas comemoram este dia com muita alegria São José é o santo da comemoração todo mundo com muita devoção mas nem todos fazem oração muitos participam por diversão Até mesmo quem não gosta de religião vai para ver a multidão mas só pensa em falar palavrão A grande festa é animada e as barraquinhas vendem cerveja gelada os jovens ouvem música sem participar de nada ainda querem brigar no final da madrugada Mas a policia chega e acaba com a barulhada e a festa continua animada

10 William – 7º. Ano Antes eu não tinha ninguém ninguém que gostasse de mim vivia na casa dos outros uma tristeza sem fim Hoje minha vida mudou tenho casa e família meu irmão me presenteou com primos e uma tia Eu espero que continue assim todos gostando de mim com paz amizade e amor e com todos próximos de mim

11 Thaise – 7º. Ano A minha história começa assim com o choro do nascer com as bençãos de Deus hoje estou aqui Comecei a crescer como rosa no jardim hoje sou menina moça com perfume de jasmim O jasmim já cresceu hoje tem uma familia que a ama de verdade por ser carinhosa filha E devo isso a Deus meu melhor guia que me protege do mal de noite e de dia

12 Carlos - 7º. Ano Olha o Bem-ti-vi ele canta tão bonito! quando ouço seu cantar dá vontade de sorrir. Olha o canarinho Ele botou um ovinho dele nasceu um filhotinho Olha o sabiá fico da minha janela só para ouvi-lo cantar E o João-de-Barro? como fico impressionado como ele constroi sua casa de barro. E o gavião-Real? de onde vem tanta beleza! eu acho que deve ser da natureza


Carregar ppt "Literatura de Cordel Literatura de Cordel, projeto idealizado e desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura de Gouveia, em parceria com a Escola."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google