A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Profecia das Nações Conforme Daniel 2, 7 e Apocalipse 13 Anunciando a Volta de Jesus.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Profecia das Nações Conforme Daniel 2, 7 e Apocalipse 13 Anunciando a Volta de Jesus."— Transcrição da apresentação:

1

2 A Profecia das Nações Conforme Daniel 2, 7 e Apocalipse 13 Anunciando a Volta de Jesus

3

4 Daniel Capítulo 2 No capítulo 2 do livro de Daniel foi mostrado em sonho ao Rei de Babilônia, Nabucodonosor, uma estátua misteriosa em que tinha a cabeça de ouro, o peito e braços de prata, o quadril de bronze, as pernas de ferro e os pés de ferro misturado com barro. Coube ao Profeta Daniel fazer a respectiva interpretação e Deus revelou ao profeta que cada parte da estátua simboliza um Império que perseguiria o povo de Deus até a segunda Vinda de Jesus. Essa Profecia foi dada aproximadamente em 600 AC.

5 O Profeta Daniel declarou então que a cabeça de ouro era o próprio Rei Nabucodonosor do Império Babilônico (Dn 2: 36-38) O Segundo Reino simbolizado pelo peito e braços de prata que alcançaria o domínio mundial seria os medos-persas conforme o que o anjo Gabriel declarou ao profeta Daniel (Dn 2:39, 5:28) O Terceiro Reino que alcançaria o domínio mundial seria o Grécia, esta simbolizada pelo quadril de bronze. (Dn 2:39, 8:20-21) A Biblia não dá o nome do quarto Império, apenas o chama de primeiro Rei (Dn 8:21), mas lhe dá as características dizendo que se opõe ao messias e destrói o Templo de Jerusalém (Dn 9:26), o que nos leva as pernas de ferro: o Império Romano.

6 Então a profecia declara que a estátua tinha pés de barro, que seriam reinos separados que tentariam se unir mediante alianças, mas fracassariam. (Dn 2:42-44) A estátua tem 10 dedos: curiosamente com a queda do Império Romano em 476 DC a Europa se viu dividida em 10 nações bárbaras: 1-Germanos= Alemanha, 2- Francos= França, 3- Burgundos= Suíça, 4- Suevos= Portugal, 5- Anglo-saxões= Inglaterra, 6- Lombardos= Itália, 7-Visigodos= Espanha. 8- Os Hérulos, 9- Os Vândalos e 10- Ostrogodos.

7 A profecia termina com uma pedra caindo sobre os pés da estátua, bem no momento que em os reis tentavam se unir, o que simboliza a volta de Jesus que destruirá esses reinos pecadores. (Daniel 2:43-45)

8 A Europa sempre tentou se unir politicamente. Vários lideres fracassaram (Carlos Magno, Napoleão, Hitler) A União Européia será a última dessas tentativas. Daniel 2 afirma que nos dias em que estes reis estiverem se unindo viria o fim. Parlamento Europeu

9

10 Daniel 7 Em Daniel 7 vemos 4 animais subindo do mar mediterrâneo. Cada animal simbolizando um Império que perseguiria Israel.

11 Daniel Capítulo 7

12 Daniel 7 Os Reinos aqui preditos são paralelos aos que haviam sido mostrados, anos antes o Rei Nabucodonosor de Babilônia mediante uma estátua simbólica em sonho. Na segunda representação desses eventos, através de Leviatãs ou animais simbólicos, foram apresentados mais detalhes relativos a esses reinos e a segunda vinda de Cristo. O profeta ficou espantado diante do que vira e pedindo explicações, lhe foi dito que os 4 grandes animais simbolizavam 4 Reinos poderosos que se levantariam sucessivamente. Daniel 7:17. Na Bíblia, animais simbolizam Reinos. Mar ou águas representam povos (apocalipse 17:15). Ventos são guerras que provocam mudanças políticas (Jeremias 4;11, 25:32 e Habacuque 1:11). O quadro apresentado a Daniel mostra que os povos seriam agitados pelas guerras e que 4 reinos alcançariam o domínio mundial. O interessante é que o versículo 2 diz que as guerras agitavam o mar grande, que incrivelmente é o nome antigo do mar mediterrâneo. Assim, nesta àrea geográfica surgiria tais reinos.

13 O Primeiro Império O primeiro Reino, Babilônia é simbolizado por um Leão com asas. O profeta Jeremias previndo as suas conquistas declarou: " Um Leão subiu da sua ramada e um destruidor das nações, ele já partiu e saiu do seu lugar para fazer da tua terra uma desolação ( Jeremias 4:7). As asas devem designar a rapidez das suas conquistas. Disse o Senhor por meio do Profeta Habacuque (1:6-8):

14 Porque eis que suscito os caldeus, nação amarga e impetuosa, que marcha sobre a largura da terra, para apoderar-se de moradas que não são suas. Horrível e terrível é; dela mesma sairá o seu juízo e a sua dignidade. E os seus cavalos são mais ligeiros do que os leopardos, e mais espertos do que os lobos à tarde; os seus cavaleiros espalham-se por toda parte; os seus cavaleiros virão de longe; voarão como águias que se apressam a devorar. Os Babilônios mantiveram o domínio de todo o mar mediterrãneo desde 608 AC até aproximadamente 538 AC quando foram vencidos pelos Medos-Pérsas.

15 O Segundo Império Continuei olhando, e eis aqui o segundo animal, semelhante a um urso, o qual se levantou de um lado, tendo na boca três costelas entre os seus dentes; e foi-lhe dito assim: Levanta-te, devora muita carne.

16 O segundo reino, a Média e a Pérsia são representados por um Urso. O Urso é mais fraco e lento que o Leão, porém mais voraz. Assim, também os exércitos Medo- Persa se bem que mais fracos e lentos nas conquistas que os babilônios, foram mais sanguinários que estes e de fato devoraram muita carne. As três costelas que o Urso tinha entre os dentes se referem as suas presas principais: Babilônia, Lídia e Egito. O Império Medo-Persa dominou o mundo entre AC.

17 O terceiro Reino, o Império Grego é simbolizado por um Leopardo com 4 cabeças e 4 asas. Em 331 AC, Alexandre magno, soberano da Grécia arrebatou o domínio dos Medo Pérsas. O leopardo já é por si, mais ágil, e as 4 asas lhe dão ainda maior agilidade. Temos, pois aqui um símbolo adequado das espantosas conquistas gregas. Alexandre, percorreu com seu exército em menos de 8 meses, uns KM. Que incomparável marcha triunfal!!! História Universal Tomo I P O Terceiro Império

18 Daniel 8: Grécia vence a Média Essa sucessão de reinos também foi mostrada a Daniel no capítulo 8 de seu livro na qual um carneiro com 2 pontas representa a Média e a Pérsia e um Bode representa a Grécia. O Bode vence o pobre Carneiro pisando o com os pés! Veja abaixo a confirmação do anjo Gabriel: Aquele carneiro que viste com dois chifres são os reis da Média e da Pérsia, 21 Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei;

19 Após a morte de Alexandre, o Reino foi dividido entre os 4 de seus principais generais: Cassandro, Seleuco, Lísimaco e Ptolomeu em cumprimento das 4 cabeças simbólicas do animal. Na divisão do Grandioso Reino de Alexandre, Cassandro ficou com a Macedônia, Ptolomeu com o Egito, a Síria e a Palestina, Seleuco com o extremo oriente até a Índia, e Lísimco obteve a Trácia e a Ásia menor ou a atual Turquia. O Império Grego, enfraquecido por causa da divisão se tornaria presa fácil para o Reino que veria o nascimento do messias, O Império Romano.

20 Templo da deusa Athena

21 O Quarto Império Em Daniel cap. 8 de uma das 4 pontas do Bode, o profeta viu sair uma ponta mui pequena, que cresceu para o oriente e para a terra formosa ( Israel)... E se engrandeceu até o Principe dos príncipes e foi por ele retirado o contínuo sacrifício, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra. Daniel 8:9-11. Fala-se aqui de Roma em todas as suas fases. Ela de fato conquistou a terra formosa e se levantou contra Cristo, o Príncipe dos príncipes no ano 31 DC. O império Romano também destruiu o Templo de Jerusalém, o Santuário Terrestre em 70 DC, acabando com o sacrifício judaico de cordeirinhos. As profecias se cumpriram com exatidão fantástica!

22 O Quarto Império O quarto Reino é representado por um animal espantoso, uma Besta- Fera que tinha unhas de metal. Daniel 7:20. De fato, o Império Romano foi o mais carniceiro de todos. Além de ter destruído Israel, (ano 70) acabou perseguindo os cristãos por quase 3 séculos até o Edito de Tolerância em 311 DC.

23 O Quarto Império Mas a profecia não acaba por aqui: o profeta vê surgir 10 chifres da cabeça do quarto animal. (Daniel 7:7). Os 10 chifres correspondem a 10 reis que se levantarão daquele mesmo reino Daniel 7:24. Lembra-se dos 10 dedos dos pés da estátua de Daniel 2? Enquanto as 4 bestas feras simbolizam grandes potências, os chifres simbolizam nações menores que sairíam do Império Romano.

24 A Divisão do Império Romano Os 10 Chifres simbolizam a divisão do Império Romano em 10 reinos em 476 DC 1-Germanos= Alemanha, 2- Francos= França, 3- Burgundos= Suíça, 4- Suevos= Portugal, 5- Anglo- saxões= Inglaterra, 6- Lombardos= Itália, 7- Visigodos= Espanha. 8- Os Hérulos, 9- Os Vândalos e 10- Ostrogodos. (Perceba que os 3 últimos reinos não viraram nações da Europa)

25 As 10 Nações Européias e o Chifre Pequeno O profeta Daniel afirma que dentre os 10 Chifres (Nações da Europa) surge um Chifre Pequeno. Ele não é uma simples nação, porque começa a atacar o povo de Deus e tenta mudar a Lei de Deus E depois se levantará outro que será diferente dos primeiros e abaterá 3 reis. Proferirás palavras contra o altíssimo, magoará os santos do altíssimo, cuidará em mudar os tempos e a Lei e os santos lhe serão entregues por 3 anos e meio. Daniel 7:24-25) Tais características denotam um poder não apenas político, mas também religioso. Este chifre pequeno se importa com religião.

26 As 10 Nações Européias e o Chifre Pequeno O Chifre Pequeno de Daniel 7 é a mesma primeira Besta de Apocalipse 13, só que lá ela se encontra desenvolvida. O Quarto animal e a Besta possuem 10 chifres, o que simboliza a divisão da Europa em 10 Reinos independentes. Destes 10 chifres 3 reinos: Os Hérulos(493), os Vândalos(496), os Ostrogodos (538) não se desenvolvem. Eles não aceitaram a autoridade desse poder e foram destruídos.

27 O Chifre Pequeno (Nação Pequena ) Em 538 entra em vigor o decreto do Imperador Justiniano que estabelece o poder temporal ao 11° reino: o chifre Pequeno. Como Chifre é símbolo de nação, temos exatamente uma nação pequena. Essa nação altera os mandamentos de Deus e os ensina diferente de Êxodo 20. Também altera o calendário dos povos, ou conforme algumas traduções os tempos (anos). Para que interfira na lei divina deve ser muito mais que um poder político, é um poder religioso. Temos aqui a Igreja Católica Romana medieval.

28 O Tempo da União Igreja-Estado Em Daniel 7:25 aparece o tempo em que esse poder agirá: 3 anos e meio ou em algumas traduções 1 tempo, 2 tempos e metade de um tempo. Em Apocalipse 13:5 o mesmo período aparece como 42 meses. E em Apocalipse 12:6, o mesmo período é apresentado como 1260 dias. No calendário solar-lunar judaico, o ano tem 360 dias e o mês 30 dias, portanto: 3,5 anos = 42 meses = 1260 dias. Em profecia 1 dia vale 1 ano Ezequiel 4:7. Contando o decreto de Justiniano de 538 que estabeleceu o poder papal como o cabeça das Igrejas lhe concedendo poder político e acrescentando 1260 anos chegamos à 1798.

29 A profecia indicava que a Besta receberia aos fim dos 1260 anos uma ferida mortal anos: poder temporal Em 1798 a França invadiu Roma e levou o Papa Pio VI Prisioneiro. Pela primeira vez na história a Igreja Católica começou a perder sua independência política. Em 1870 as forças de Giuseppe Garibaldi unificaram a Itália e anexaram as terras da igreja. Os Papas a partir daí passaram a se considerar prisioneiros! poder temporal quebrado A Ferida Mortal da Besta Religiosa: Então vi uma de suas cabeças como golpeada de morte. Se Alguem tem ouvidos ouça: se alguem leva para cativeiro, para cativeiro irá, Se alguem matar a espada é necessário que seja morto pela espada. (Apoc 13:3,9,10)

30 A Recuperação da Besta Mas essa feira mortal fora curada e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta apoc 13:3. Em 1929 o fascista Mussolini assinou o Tratado de Latrão com o papa Pio XI, estabelecendo a independência da Igreja Católica, como um pequeno Estado encravado em Roma anos: poder temporal poder temporal quebrado poder temporal restaurado Hoje

31 Assim, a mulher prostituta de apocalipse 17 que senta em cima da Besta Romana de 10 chifres simboliza uma Igreja que também é um Estado sentada em cima da Europa.

32 A Principal Blasfêmia da Besta foi mudar a Lei de Deus E Cuidará em mudar o calendário e a Lei de Deus Dan 7:25

33 Quarto Mandamento da Lei de Deus conforme Exodo 20:8-11 Lembra te do dia de Sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o Sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque, em seis dias, fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso o Senhor abençoou o dia de Sábado e o santificou. Terceiro mandamento conforme o catecismo da Igreja Romana Guardar domingos e festas. A quem obedeceremos? A Deus ou a Besta? Quem pode lutar contra as imposições da Besta? Apoc 13:4.

34 E Cuidará em mudar o calendário... Daniel 7:25 O versículo também diz que ele alteraria os tempos (Versão Almeida de Daniel 7:25) ou o calendário do mundo (Edição Pastoral Católica de Daniel 7:25). Novamente a profecia se mostrou infalível, afinal foi a Igreja Romana quem instituiu o calendário solar de 12 meses intercalados de 31, 30 dias, com a diferença no mês de fevereiro. Este calendário vai contra o calendário divino solar-lunar de Israel que trazia o mês fixo de 30 dias. Igualmente contagem do início do dia foi modificado do bíblico pôr do sol para a questionável meia- noite, tornando mais difícil a obediência do quarto mandamento da lei de Deus (Exodo 20:8-11). Nosso calendário é chamado de gregoriano, pois foi imposto pelo papa Gregório XIII (1582)

35 Pequeno Resumo: Resumo: Vimos anteriormente a identidade dos 4 primeiros impérios que foram revelados ao profeta Daniel 1 Leão= Babilônia 2 Urso= Medo- Pérsia 3 Leopardo= Império Grego 4 Animal Terrível= Império Romano Divide-se em 10 nações Bárbaras da Europa Ocidental. Surge dentre elas uma pequena nação, ou chifre pequeno, simbolo da Igreja Romana que: --- Altera a Lei de Deus, persegue os santos e muda o calendário Juliano. O tempo que persegue o povo de Deus é de 42 meses, ou 3 anos e meio, ou 1260 dias ou como 1 dia em profecia equivale a 1 ano, 1260 anos. Tal período vai do decreto de Justiniano em 538 até a invasão francesa de A Igreja perde o poder temporal entre 1798 e Em 1929 seu poder é restaurado com o Tratado de Latrão. Agora que já estabelecemos os conceitos básicos da profecia passada, podemos entrar em fatos do futuro.

36 A Profecia das Nações Parte 2 O Fim se aproxima!

37 A Primeira Besta Apocalipse 13:1-10. A Primeira Besta de Apoc 13 é formada por partes os outros impérios de Daniel: A besta que vi era semelhante ao Leopardo, (Grécia) com pés como de Urso (Medos e Persas) e boca como de Leão (Babilônia). E O Dragão lhe deu seu poder, trono e grande autoridade Apoc 13:2. Quem é o Dragão? E Foi expulso o grande Dragão, a antiga serpente, que se chama Diabo e satanás, para a Terra Apoc 12:9.

38 A Primeira Besta Apocalipse 13:1-10 Da Grécia a Besta herdou a filosofia da imortalidade da alma e a filosofia. Conceitos doutrinários contrários a Bíblia. Dos Medos e Persas herdou a inalterabilidade das doutrinas. A lentidão em caminhar. Da Babilônia herdou a boca ferina, o recurso da perseguição (Inquisição) e da diplomacia para conseguir seus objetivos. Também herdou as imagens de escultura. Do Dragão herdou o trono, poder e grande autoridade. Era o Dragão (Apoc 12:9) que estava por trás do Império Romano. Assim, herdou o controle sobre as terras e os países da Europa (10 chifres) por 42 meses (1260 dias/anos que vai de DC). Blasfemou contra Deus, atacando sua lei e seu calendário.

39 A Exaltação da Besta Embora a Besta recebesse um golpe mortal e fosse presa conforme Apoc. 13:3,9,10 ( ), ela se ergueria de novo. Deu-se lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; e adora-la-ão todos os que habitam sobre a Terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro...Apoc 13:8. A recuperação começou em 1929 e está ainda em processo. Achava-se a mulher vestida de púrpura e escarlata Apoc 17:4. Púrpura e vermelho é a cor usada predominantemente pela Igreja católica. Nenhuma outra religião a usa extensivamente.

40 A Segunda Besta de Apocalipse 13:11-17 * É interessante notar que os 4 impérios anteriores saíram do mar mediterrâneo Dn 7:2 e Ap 13:1) que simboliza a Europa, a África e a Ásia. Mas o quinto Império sai da terra, Apoc 13:11) portanto de um lugar diferente! A Bíblia declara que a primeira Besta conseguirá poder através do Último Grande Império que existirá sobre a Terra: A Segunda Besta: Vi Ainda outra besta emergir da terra*, possuia 2 chifres, parecendo cordeiro, mas falava como Dragão...opera grandes sinais, de maneira que até fogo do Céu faz descer a terra Apoc 11:11-13) Esta Besta controla a economia global, (Apoc 13:14-17) Ela exigirá adoração não para si, mas para a primeira besta.

41 A Segunda Besta de Apocalipse 13:11-17 A segunda Besta se parece com um cordeiro. Como o cordeiro é símbolo de Jesus (João 1:29), se percebe que é uma nação cristã. Ela é uma potencia econômica e militar que no início de sua existência é pacífica. No entanto algo acontece e essa mega potência passa a falar como um dragão, o símbolo de Satanás (Ap 12:9). Então ela proibirá os santos de comprar e vender atraindo a ira divina.

42 A Segunda Besta são os Estados Unidos da América Assim, quando os EUA estenderem a mão através do atlântico para entrarem em aliança com a primeira Besta, a Igreja Católica Apostólica Romana, a perseguição retornará para os filhos de Deus que verão os mandamentos de Deus serem anulados pelo poder estatal. Vamos analisar agora o que é a marca da Besta.

43 O que é a Marca da Besta? A Bíblia diz que devemos ter a Lei de Deus na nossa mente e coração: Estas palavras que hoje te ordeno estarão no seu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás sentado na sua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão e te serão por frontal entre os teus olhos". Deuteronômio 6:6-8. A Marca da Besta é uma contrafação de uma lei de Deus. É seguir um mandamento da Besta e quebrar CONSCIENTEMENTE O MANDAMENTO DE DEUS "A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhe seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte"... Apocalipse 13:16.

44 O que é a Marca da Besta? Quando olhamos os 10 mandamentos (Veja Exodo 20) percebemos que os 4 primeiros mandamentos se referem ao amor a Deus e os 6 últimos ao amor ao próximo. Portanto a marca de Deus deve estar entre os 4 primeiros mandamentos. O profeta Ezequiel fala claramente: "Também lhes dei os meus sábados para servirem de Sinal entre mim e eles para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica. Santificai os meus sábados pois servirão de Sinal entre mim e vós para que saibais que eu sou o Senhor vosso Deus". Ezequiel 20:12 e 20. Assim a marca da Besta só pode ser o contrário do Selo de Deus, ou seja, um dia falso de descanso e adoração, que Deus não pode aceitar: Terceiro mandamento conforme o catecismo da Igreja Romana: Guardar domingos e festas.

45 Como a Marca da Besta será imposta? O mandamento de Deus proíbe os seus filhos de comprar e vender aos sábados (Exo 20:8-11). O mandamento da Besta proíbe os cristãos de comprar e vender a semana toda (Apoc 13:14-17). É a perfeita vingança de Satanás contra os filhos de Deus. Hoje ainda não existe a marca da Besta. Guardar Domingos e Festas é apenas um mandamento religioso. No futuro os Estados Unidos (2° Besta) entrarão em aliança com a Igreja Católica (1° Besta) e imporão um DECRETO DOMINICAL. O que será o Decreto Dominical? É uma lei que estabelecerá a semana de trabalho de maneira fixa de segunda a sábado. O Domingo se tornará feriado, aonde todo o comércio fechará. Se tornará crime trabalhar aos domingos. Neste dia, os filhos de Deus se recusarão a trabalhar no santo sábado e serão despedidos, ficando privados do poder de compra e venda. Haverá uma crise na democracia dos Estados Unidos que será vista pelo mundo todo.

46 Certamente esse dia se aproxima... A Igreja será exaltada pela Nova Roma E os filhos de Deus serão perseguidos mais uma vez. No entanto quando isso acontecer do céu rugirá o Filho do Leão e descerá em poder, glória e majestade para salvar os seus filhos...

47 A Mensagem dos 3 anjos O Último Convite de Salvação (Apoc 14:6-12)

48 Na metade do século XIX, estudiosos das escrituras das mais variadas denominações protestantes, descobriram o resumo de toda a mensagem apocalíptica relativa a volta gloriosa de Jesus nas 3 mensagens angélicas do capítulo 14 do Apocalipse. Essas 3 mensagens foram consideradas o último e grande alerta que deve ser dado ao mundo relativos a nossa salvação pessoal, antes que termine o tempo da graça, antes que Jesus deixe de ser o nosso advogado onisciente perante o Pai. As 3 mensagens também trazem novas e inéditas responsabilidades ao povo de Deus. Agora eles não devem apenas pregar a conversão e a obediência, mas também a volta do Senhor e a diferença entre obedecer a lei Deus e a lei dos homens (estes personificados pela falsa religião e o Estado). As 3 mensagens são equivalentes a mensagem primitiva do dilúvio. Na antiguidade os que quisessem se salvar, deveriam se abrigar na Arca. No entanto, o mundo escarneceu de Noé e sua família e todos se perderam. As 3 mensagens falam da preparação que os filhos de Deus devem ter para estarem de pé na volta do Senhor. Não dar atenção a elas equivale a rejeitar os fundamentos do evangelho e acabar se perdendo. A Mensagem dos 3 anjos O Último Convite de Salvação

49 A Mensagem do Primeiro Anjo Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que assentam sobre a Terra, e a cada nação e tribo e língua e povo, dizendo em grande voz: "Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juizo e adorai aquele que fez o céu, a terra e o mar e as fontes das águas. Ap 14:6 e 7. O primeiro anjo tem um evangelho eterno para pregar a toda a população da Terra. Que evangelho é esse? E porque ele é eterno? O centro desse evangelho é que Deus amou o mundo de tal maneira que entregou o seu Filho único para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:15). Certamente esse evangelho é eterno porque existia essa idéia de salvar o homem desde a fundação do mundo, desde tempos imemoriais (Ap 13:8 e Colossenses 1:26 e 2:2). Tanto que desde Adão e Eva se sacrificava-se um cordeiro que simbolizaria a morte do messias. Dessa forma, o primeiro anjo não prega novidade nenhuma, a não a ser a fé que foi revelada aos santos: que Deus se fez carne e habitou entre nós. Mas ele também simboliza um movimento mundial que busca levar essa mensagem não somente a todas as nações, mas a toda tribo, língua e povo. É a mensagem de que o Juízo investigativo já começou no céu e Jesus está voltando para buscar os seus filhos.

50 O anjo faz um menção de parte do quarto mandamento da lei de Deus ao dizer que devemos "adorar aquele que fez o céu, a terra, o mar e a fontes das águas". Repare: "Porque em seis dias fez o Senhor, o céu, a terra, o mar e ao sétimo dia descansou, por isso Deus abençoou e santificou o dia de sábado".(Ex 20). E porque ele menciona o quarto mandamento? Porque é o único que identifica o Deus que adoramos, ou seja, aquele que criou tudo o que existe. Por isso ele é digno de adoração. Por isso Deus separou o Sábado para nós o adorarmos. Nosso Deus é Jesus o Senhor do Sábado.

51 A Mensagem do Segundo Anjo Enquanto a primeira mensagem enfoca o evangelho e o Deus verdadeiro a segunda mensagem diz: "Seguiu-se outro anjo, o segundo, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição". Apoc 14:8. De acordo com as páginas anteriores 5 nações imperiais perseguiriam o povo de Deus até a volta de Jesus. A Primeira delas foi Babilônia em torno de 600 A.C. Babilônia adorava o deus sol no primeiro dia da semana e se deleitava em imagens de escultura. Tambem misturava o Estado com a Religião e alcançava muitos povos com sua influência. è a herdeira da Torre de Babel, simbolizando confusão de povos pagãos. Assim, no Apocalipse Babilônia simboliza uma Religião-Estado que tem práticas semelhantes. Em apocalipse 17 se vê claramente a alusão de uma Igreja controlando a política das nações e ela tem um nome: "Babilônia, mãe das prostitutas e abominações da Terra". Ap 17:5. Dessa forma Babilônia tem filhas com práticas semelhantes e simboliza não apenas um Estado-Igreja, mas todos os grupos religiosos que se opõe a verdade do evangelho eterno, ou seja: adoramos o Deus criador e seu Filho que morreu na cruz, o Senhor que é adorado aos Sábados.

52 O segundo anjo simbolicamente é retratado com uma bíblia na mão com a seguinte pergunta: quantos grupos religiosos sobrevivem a prova da Palavra de Deus? O fim da mensagem está em Ap 18:4: Retirai-vos dela povo meu para não serdes cúmplices em seus pecados e para não receberdes os seus flagelos". Assim, o resumo dessa mensagem é: abandone os grupos religiosos falsos que não obedecem a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

53 A Mensagem do Terceiro Anjo As 2 mensagens anteriores identificavam o evangelho eterno, o Deus criador e enfocava que o povo de Deus deve se separar do mundo e as falsas organizações religiosas. O último anjo diz: E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. Apoc 14:9-12. A arca da aliança de Deus: atacada pelos papas.

54 O Terceiro Anjo avisa que aquele que receber o sinal da Besta se perderá. Vimos que o Selo de Deus é o quarto mandamento da lei de Deus. É a assinatura divina que identifica o Deus criador: a santificação sabática. Assim, a marca da Besta será quando a falsa religião e o Estado se unirem para perseguirem os que obedecem os 10 mandamentos. Isso fica claro no versículo 12: "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" Não importa o que aconteça, o povo de Deus lhe obedece os (10) mandamentos o que inclui o sábado e mantém a fé em Jesus, o autor de nossa esperança. O versículo 12 também identifica a Igreja virgem representada em Apocalipse 12. Ela guarda os mandamentos.

55 Após sair o Decreto Dominical Deus enviará 7 pragas sobre aqueles que quebrarem seus mandamentos ! O tempo está esgotando! Do lado de quem vamos ficar?

56 A Quem vamos obedecer?

57 A quem vamos obedecer? Ser Amigo de Roma é ser Inimigo de Deus! Não existe meio termo !

58 Jesus morreu no nosso lugar para que pudéssemos ter uma segunda chance!

59 Que todos nós possamos se arrepender de nossos pecados, ou seja, de ter quebrado a Lei de Deus (I João 3:4) e que possamos ir até Cristo confessar os nossos pecados e receber o perdão. (I João 1:9)

60 Após receber o perdão devemos guardar os seus mandamentos. (I João 2:3-4). Devemos ir em paz e não pecar mais. Que possamos receber o Selo de Deus e nos tornar amigos de Jesus!

61 E Porque devemos nos preparar? Porque o fim vem!

62 Naquele dia os ímpios fugirão apavorados (Apoc 6:15-16) e só poderão resistir a face de Deus, os que lavaram suas roupas no sangue do cordeiro, guardam os mandamentos de Deus e tem a fé em Jesus Apoc 22:14 e 14:12.

63 O senhor Jesus morreu por você e deseja te salvar. Aceite Jesus como seu salvador pessoal, e receba a parte da herança que cabe aos santos: a vida eterna. Porque se seus pecados forem vermelhos como o escarlate poderão se tornar brancos como a neve. Isaías 1:18. Vamos morar juntos na Nova Terra! (Apoc. 21, Isaías 66:22-23)

64 O que o olho nunca viu e o ouvido nunca ouviu é o que Deus tem preparado para aqueles que o amam I Coríntios 2:9. Fim


Carregar ppt "A Profecia das Nações Conforme Daniel 2, 7 e Apocalipse 13 Anunciando a Volta de Jesus."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google