A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DCE DESENVOLVIMENTO DE COMÉRCIO ELETRÔNICO. PHP – Constantes e Variáveis PROF. JOERLLYS SÉRGIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DCE DESENVOLVIMENTO DE COMÉRCIO ELETRÔNICO. PHP – Constantes e Variáveis PROF. JOERLLYS SÉRGIO."— Transcrição da apresentação:

1 DCE DESENVOLVIMENTO DE COMÉRCIO ELETRÔNICO

2 PHP – Constantes e Variáveis PROF. JOERLLYS SÉRGIO

3 Constantes São os valores que são pré-definidos no início do programa, e que não mudam ao longo de sua execução. Exemplo abaixo:

4 Variáveis em PHP As variáveis servem para armazenar dados que podem ser usados em qualquer ponto do programa. Cada variável está associada a uma posição de memória de seu computador. Ao contrário das linguagens tradicionais, como C, Pascal e Delphi, no PHP não é necessário fazer declaração de variáveis. Basta atribuir diretamente um valor a ela, e a partir desse momento já está criada e associada a um tipo (numérico, alfanumérico; etc.), dependendo do valor que lhe foi atribuído. Tipos de variáveis No PHP, existem variáveis dos tipos numéricas, alfanuméricas (strings), arrays (vetores) e objetos.

5 Numéricas As variáveis numéricas podem possuir valores inteiros ou reais (ponto flutuante). Uma variável é definida como numérica no momento em que atribuímos um valor numérico a ela. Exemplos: $numero = 10; $x = 5; $numero_hexa = 0x0b;// valor em hexadecimal $y = ;

6 Alfanuméricas (strings) São cadeias de caracteres que, conforme vimos anteriormente, podem ser delimitadas por aspas simples () ou duplas (). Exemplos: $nome = Robaldino; $profissao = Tesoureiro; $texto = Boa noite! Seja bem vindo ao meu site!;

7 Arrays (Vetores) As variáveis comuns (também chamadas de variáveis escalares) podem armazenar apenas um valor por vez. Um array (vetor) pode armazenar vários valores ao mesmo tempo, pois se trata de uma estrutura de armazenamento que, assim como as variáveis, possui um identificador, mas, alem disso, há um índice associado (que pode ser um número ou um texto), e cada índice indica uma posição de memória onde fica armazenado um elemento do array. O índice deve aparecer entre colchetes ([ ]), logo após o identificador do array. Os arrays são muito úteis quando precisamos realizar automatização de tarefas em nossos programas. Imagine que os nomes de todos os moradores de um edifício devem ser mostrados na tela. Obviamente não seria viável que utilizássemos variáveis escalares para armazenar os nomes. Se fossem 60 nomes, teríamos 60 variáveis, e para mostrar os valores na tela deveríamos usar 60 vezes o comando echo. Mas, se os nomes dos 60 moradores estivessem guardados em um array, bastaria que utilizássemos um comando de repetição para imprimir desde a primeira posição do array até a ultima, ou seja, variando o índice de 0 até 59.

8 Arrays (Vetores) Exemplos: $vetor[0] = 30; $vetor[1] = 40; $vetor[5] = 50; $vetor[15] = 60; 1.Se não colocarmos o índice do vetor entre colchetes, o PHP procurará o último índice utilizado, e o incrementará, armazenado assim o valor na posição seguinte do array, confome o exemplo a seguir: $vet[ ] = ETE; $vet[ ] = Educação; 2.Neste exemplo, teremos o valor ETE armazenado em $vet[0] e o valor Educação armazenado em $vet[1].

9 Arrays (Vetores) Exemplos: Joaquim); echo $vet[0]. ; echo $vet[nome]; ?> Obs: O resultado será o seguinte: Joaquim.

10 Objetos Veremos mais adiante o que são classes. Dentro das classes temos funções definidas. Criamos uma variável para instanciar uma classe, e essa variável é chamada de objeto. Um objeto pode acessar funções definidas dentro de uma classe. Se você alguma vez já estudou programação orientada a objetos, esse conceito deve lhe ser familiar. Exemplos: Saudacao(); ?>


Carregar ppt "DCE DESENVOLVIMENTO DE COMÉRCIO ELETRÔNICO. PHP – Constantes e Variáveis PROF. JOERLLYS SÉRGIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google