A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Superior de Engenharia do Porto Engenharia Electrotécnica Electrónica e Computadores Engenharia Electrotécnica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Superior de Engenharia do Porto Engenharia Electrotécnica Electrónica e Computadores Engenharia Electrotécnica."— Transcrição da apresentação:

1 Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Superior de Engenharia do Porto Engenharia Electrotécnica Electrónica e Computadores Engenharia Electrotécnica Electrónica e Computadores Rede Digital com Integração de Serviços Trabalho nº2

2 Introdução Desde os anos 80, que existe a rede telefónica RDIS em alguns países europeus. A sigla RDIS significa "Rede Digital com Integração de Serviços" facultando vantagens importantes: Desde os anos 80, que existe a rede telefónica RDIS em alguns países europeus. A sigla RDIS significa "Rede Digital com Integração de Serviços" facultando vantagens importantes: Todas as informações que partem do equipamento, em vez de serem transmitidas de forma analógica, passam a ser transmitidas digitalmente. Todas as informações que partem do equipamento, em vez de serem transmitidas de forma analógica, passam a ser transmitidas digitalmente. Os próprios equipamentos transformam o sinal analógico (som/voz) e efectuam a transmissão. Assim a distância e o tipo de ligação deixam de ter efeito na qualidade dos sinais. Os próprios equipamentos transformam o sinal analógico (som/voz) e efectuam a transmissão. Assim a distância e o tipo de ligação deixam de ter efeito na qualidade dos sinais. Adicionalmente a RDIS utiliza protocolos de correcção de erros de transmissão. Adicionalmente a RDIS utiliza protocolos de correcção de erros de transmissão.

3 Introdução (Continuação) Os Canais B, ou canais úteis, apenas transportam pacotes de dados com uma velocidade constante e efectiva de 64 kbps bidireccional. Para que possam estar dois equipamentos activados em simultâneo, existem dois canais B por cada acesso básico. O Canal D, ou canal de dados, funciona com 16 kbps de forma a ficar com uma reserva de 8 kbps. No canal D encontram- se todas as informações necessárias sobre os dois canais B, inclusivamente o protocolo de transmissão de dados e o tipo de equipamento, bem como as informações de serviço (taxação, data, hora, chamada em espera). O canal D apoiado pelo hardware, consegue, se necessário, juntar os dois Canais B para poder transmitir dados com maior rapidez (channel bundling). Com a RDIS consegue-se uma velocidade de transmissão de dados de 64 kbps num canal e respectivamente 128 kbps nos dois canais B (sem compressão de dados).

4 Introdução (Continuação) Nas ligações RDIS existem 2 formas de comunicação: A primeira possibilidade é o acesso básico e destina-se ao utilizador particular ou a pequenas e médias empresas. É possível ligar vários equipamentos terminais e a ligação de acesso básico põe sempre à disposição dois canais, possibilitando assim a utilização de um máximo de dois equipamentos ou ligações em simultâneo. A primeira possibilidade é o acesso básico e destina-se ao utilizador particular ou a pequenas e médias empresas. É possível ligar vários equipamentos terminais e a ligação de acesso básico põe sempre à disposição dois canais, possibilitando assim a utilização de um máximo de dois equipamentos ou ligações em simultâneo. A segunda opção é o acesso primário (Primary Multiplex). Este permite a utilização de, no máximo, 30 canais e está ligado através de uma central telefónica, e não através de um acesso básico. O acesso primário não dispõe de uma conexão comum ficando assim dependente da central telefónica.

5 Representação esquemática dos diferentes tipos de acesso a uma rede RDIS

6 Figura dos meios típicos de acesso a uma rede RDIS Acesso Básico

7 Características - fornece ligações digitais extremo a extremo, a 64 kbps, ou a taxas superiores por agregação de canais de 64 kbps; - possibilita controlar os canais digitais por meio de um sistema de sinalização poderoso, sempre disponível e suportado por um canal separado; O enriquecimento da sinalização utilizador-rede é necessário dado que há mais tipos possíveis de equipamentos a utilizar no mesmo acesso (por exemplo telefone, telecópia (fax), computadores, terminais, videotelefones);

8 Características (Continuação) - apresenta um conjunto de interfaces normalizadas; são suportados dois tipos de interfaces utilizador-rede: interface por acesso básico e interface por acesso primário; - vários tipos de serviços, disponíveis através do mesmo acesso; estão definidos conjuntos de serviços básicos de tele-serviços e de serviços suplementares.

9 Interfaces utilizador-rede Acesso Básico (Acesso Mínimo) Proporciona dois canais, que podem ser usados para uma só comunicação ou duas em simultâneo (telefone e computadores). Uma vez que cada canal tem uma capacidade de transmissão de 64 kbps, a taxa máxima com este tipo de acesso pode aproximar-se aos 128 kbps.

10 Interfaces utilizador-rede (acesso básico) Interface para acesso básico A ligação utilizador-rede é estabelecida de modo similar há já utilizada nas ligações telefónicas, usando pares de condutores. O utilizador acede à linha por meio de um equipamento de terminação de rede (NT1) o qual permite a ligação da rede ao equipamento terminal (TE) ou a uma rede de subscritor na qual podem ser ligados até ao máximo de oito terminais, numa configuração multiponto passiva. Do lado da rede, o equipamento de terminação de linha (LT) faz ligação da linha de subscritor ao equipamento de comutação da rede (ET).

11 Interfaces utilizador-rede (acesso básico) Interface para acesso básico

12 Interfaces utilizador-rede (acesso básico) Características da interface no ponto de referência T - Interface a 4 fios com possibilidade de alimentar terminais até 400 mW (par transmissão e par recepção); - Débito útil de 144 kbps – 2 canais de 64 kbps para comunicações digitais extremo-a-extremo (canais B) e um canal de 16 kbps (canal D) para suporte do sistema de sinalização (DSS-1); - Débito real de 192 kbps, sendo a diferença de 48 kbps utilizada para controle do bus passivo (resolução de contenções, activação de terminais) e multiplexagem de canais B e D; - Fichas normalizadas de 8 pinos (ISO 8877), dos quais só quatro são utilizados.

13 Interfaces utilizador-rede Acesso Primário Proporciona até 30 canais em simultâneo, permitindo assim uma capacidade de transmissão total de 2 Mbps. Os serviços Integrados referentes à designação vão desde voz, a serviços de vídeo, percorrendo pelas comunicações de dados entre computadores. Pois estamos perante um tipo de rede que não se limita a interligar computadores mas que também integra outros meios de comunicação. Através da B-ISDN, evolução da rede de RDIS normal, os serviços permitem incluir também a transmissão de vídeo em tempo real, televisão, videoconferência, videofone, etc. Este tipo de linha permite atingir taxas de transmissão da ordem dos Gigabits por segundo, proporcionando múltiplas comunicações simultâneas.

14 Interfaces utilizador-rede (Acesso Primário) Interface para o acesso primário Esta interface é destinada à ligação de PPCAs e de controladores para sistemas de médio-grande porte, sendo constituídas por 30 canais B (a 64 kbps) e um canal D (a 64 kbps) para sinalização.

15 Interfaces utilizador-rede (Acesso Primário) Características deste interface - Interface a quatro fios (par transmissão e par recepção); - Débito útil a 1984 kbps : 31 canais de 64 kbps (30 B+D); - Débito real de 2048 kbps, sendo a diferença de 64 kbps utilizada para a manutenção e sincronização de quadros (recomendação G.703); - Fichas normalizadas pela ISO ; - Protocolo de sinalização DSS-1, idêntico à situação do acesso básico

16 Aplicações Exemplos de configurações de acesso de utilizador Acesso básico com serviços telefónico e de dados sem comutação interna

17 Aplicações Exemplos de configurações de acesso de utilizador Acesso básico com rede de dados interna

18 Aplicações Exemplos de configurações de acesso de utilizador Acesso de ritmo primário com redes telefónica e de dados internas

19 Funcionamento Podem funcionar com cabos eléctricos ou fibras óptica. As ligações dentro destas redes são feitas ponto a ponto – o que pode ser efectuado por comutação de circuitos ou por comutação de pacotes. As linhas RDIS permitem ligar um computador a outro computador que esteja ligado via RDIS, ou a redes de computadores ( LANS ou WANs). Uma ligação a uma linha RDIS é estabelecido a partir de um interface NT, através de placas de interface para computadores, assim como telefones próprios. Nota: As redes RDIS de utilização crescente em comunicações informáticas e de voz, têm taxação em função do tempo e da distância, à semelhança da taxação nas redes telefónicas comutadas.

20 Serviços e Tarifários PT – Cyberkit PT – Cyberkit Existem duas versões : Existem duas versões : - Standard – Contém placa RDIS passiva (198.52) (IVA incluído) - Profissional – Contém placa RDIS activa, com processador e memórias próprios (248.47) (IVA incluído) memórias próprios (248.47) (IVA incluído) Os preços do tarifário RDIS são os mesmos de uma chamada telefónica normal (0.06 por impulso), estando os custos dependentes da duração da chamada, do período do dia e da distância entre o Acesso do cliente e o POP Internet. A este valor acresce a mensalidade do Acesso Básico RDIS. Quanto ao tarifário Internet, este depende do ISP e do plano tarifário escolhido, mas pode tomar-se como referência um custo médio mensal de 12.5 para uma utilização de 7 ou 8 horas/mês.

21 Serviços e Tarifários PTUniversiNet PTUniversiNet Taxa de Adesão + Kit-RDIS Inclui: Instalação de um acesso básico RDIS contendo: Identificação/Restrição da linha chamadora. Portabilidade de Terminais. Sub-endereçamento. Kit-RDIS (placa RDIS, Software da Rede Universitária para Windows e manuais)

22 Serviços e Tarifários PTUniversiNet (Continuação) PTUniversiNet (Continuação) Taxa de Adesão (sem Kit-RDIS) (Para clientes da PT que já possuam Acesso Básico instalado). (Para clientes da PT que já possuam Acesso Básico instalado). Mudança de Instalação (Para mudança na localização do Acesso Básico). (Para mudança na localização do Acesso Básico). Assinatura Mensal Inclui: Oferta de 9 em chamadas RCU (período económico). Não é acumulável para o mês seguinte. Não é acumulável para o mês seguinte. Período de subscrição mínimo - 6 meses. Período especial - Dias úteis : 0h-9h e 18h-24h. Sábados, Domingos e feriados - todo o dia Sábados, Domingos e feriados - todo o dia

23 Serviços e Tarifários PTUniversiNet (Continuação) PTUniversiNet (Continuação)Comunicações As comunicações para o número de acesso à universidade durante o período especial serão alvo de bonificação segundo as seguintes regras: As comunicações para o número de acesso à universidade durante o período especial serão alvo de bonificação segundo as seguintes regras: Preço inicial de 0.05 em cada chamada (inclui 3 minutos de conversação) Depois dos primeiros 3 minutos, 0.01 por cada minuto adicional. As comunicações para o número de acesso à universidade durante o período normal, bem como para outros destinos são taxadas de acordo com o tarifário em vigor para as comunicações nacionais e internacionais da rede telefónica pública, acrescidos da taxa de activação. As comunicações para o número de acesso à universidade durante o período normal, bem como para outros destinos são taxadas de acordo com o tarifário em vigor para as comunicações nacionais e internacionais da rede telefónica pública, acrescidos da taxa de activação. Todos os preços têm IVA incluído à taxa em vigor.

24 Serviços e Tarifários ONINET RDIS ONINET RDIS Velocidade (128 kbps), utilizando os 2 canais de uma linha RDIS. Subscrição do serviço ONINET RDIS - 9,50 /mês (Se for cliente Oni do serviço de voz com pré-selecção total, beneficia deste serviço gratuitamente) Descrição do serviço ONINET RDIS Acesso à Internet Multi Link (128kbps) (ligação com 2 chamadas telefónicas) Sem limite de horas 4 endereços de correio electrónico personalizáveis 10 MB para página pessoal na Internet; Requisitos para utilização do serviço Linha RDIS Modem RDIS

25 Serviços e Tarifários ONINET RDIS (Continuação) ONINET RDIS (Continuação) Tarifário de Internet 1º Minuto de Acesso: 0,11 Horário Normal (Dias Úteis 9h-21h) : 0,02 Horário Económico (Dias Úteis 21h-9h) : 0,01 Fins de Semana e Feriados (0h-24h) : 0,01 Preços por minuto, com tarifação ao segundo após o primeiro minuto. A estes valores acresce o IVA à taxa em vigor.

26 Trabalho realizado por: José Carlos Maia da SilvaNº José Emanuel Pina BastosNº Disponivel on-line em:


Carregar ppt "Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Superior de Engenharia do Porto Engenharia Electrotécnica Electrónica e Computadores Engenharia Electrotécnica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google