A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIAJANDO PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. TELEFONES ANTIGOS E ATUAIS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIAJANDO PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. TELEFONES ANTIGOS E ATUAIS."— Transcrição da apresentação:

1 VIAJANDO PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

2 TELEFONES ANTIGOS E ATUAIS

3 A história do telefone Faz mais de cem anos que ele foi criado, pelo escocês Alexander Graham Bell ( ), que morava nos Estados Unidos. O que ele conseguiu foi um jeito de transmitir voz à distância. Para isso, ele fez um aparelho que transforma o som em sinais elétricos. Esses sinais corriam por um fio até chegar à outra ponta, e viravam som outra vez. Graham Bell se inspirou no telégrafo, de 1835, que conseguia transmitir mensagens entre pontos distantes por meio de sinais. Mas eles vinham como códigos, e não como voz. Por isso Bell foi tão importante para o mundo da tecnologia. Ele virou o "pai" do telefone.

4 O primeiro aparelho, de 1876, era muito rudimentar. Não dava para falar e ouvir ao mesmo tempo, como os de hoje. Outros cientistas começaram a melhorá-lo. Isso acontece em outros ramos da tecnologia. Basta alguém inventar alguma coisa, que logo aparecem outras pessoas que aperfeiçoam a ideia. Naquele mesmo ano, o americano Thomas Alva Edison conseguiu inventar um aparelho que ouvisse – e falasse. Para isso ele fez dezenas de tentativas. Mas conseguiu. O que demorou foi ligar a longa distância. Agora parece tão simples, mas só em 1914 que foi realizada uma ligação telefônica de um continente a outro. É claro que não foi com fios, pois seria quase impossível fazer um fio atravessar países! Já o telefone sem fio demorou mais ainda: só foi inventado em 1967.

5 CELULARES

6 CELULAR A história do celular é recente, mas remonta ao passado - e às telas de cinema. A mãe do telefone móvel é a austríaca Hedwig Kiesler (mas conhecida pelo nome artístico Hedy Lamaar), uma atriz de Hollywood que estrelou o clássico Sansão e Dalila (1949). Hedy tinha tudo para virar celebridade, mas pela inteligência. Ela foi casada com um austríaco nazista fabricante de armas. O que so-brou de uma relação desgastante foi o interesse pela tecnologia. Já nos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial, ela soube que algumas mensagens da Marinha haviam sido intercep-tados por inimigos. Ela ficou intrigada com isso, e teve a ideia: um sistema no qual duas pessoas podiam se comunicar mudando o canal, para que a conversa não fosse interrompida. Era a base dos celulares, patenteada em 1940.

7 CORREIO ELETRÔNICOS

8 OU CORREIO ELETRÔNICO Além de ter bolado a linguagem básica da Internet, Vinton Cerf também inventou o correio eletrônico, ou (de eletronic mail), naquele mesmo esquema dos pacotinhos de informação, no começo dos anos 70. O curioso é que ele não tinha nenhum objetivo profissional ou científico. Ele queria mesmo era se comunicar com a mulher, Sigrid, quando estivesse longe dela. Hoje, todo computador tem seu programa de correio eletrônico. Com ele, é possível enviar mensagens a todos os outros computadores que também estiverem conectados, em questão de pouquíssimo tempo, mesmo que você esteja na China e sua mãe na Alemanha. O permite que as pessoas se comuniquem a uma velocidade que era impensável há apenas dez anos. Para você ter uma ideia, o número de mensagens enviadas por correio eletrônico já supera, em muitos países, o volume de cartas remetidas pelo correio. E as pessoas não enviam apenas texto! Hoje enviam imagens, fotos e até animações.

9 O grupo de pessoas ligadas na Internet se comunica quase o tempo todo. E tem muita gente que diz que isso está aumentando o hábito de escrever cartas, via , claro. Pergunte a quem tem acesso à Internet quantas vezes no último ano enviou cartas pelo correio, e você vai entender exatamente por quê. E como se não bastasse, internautas do mundo inteiro batem papo por meio de programinhas fantásticos de mensagens instantâneas.

10 TELEVISORES ANTIGOS E ATUAIS

11 TELEVISÃO Quando apareceu a primeira televisão, mais de sessenta anos atrás, quem estava assistindo achou que era um show de mágicas. Como é que aquela caixa preta podia estar transmitindo uma cena que estava acontecendo em outro lugar? Essa mesma pergunta pode ser feita até hoje. Porque parece mesmo mágica. Mas sabemos que não é bem assim. A primeira pessoa que conseguiu essa façanha foi o americano Philo Farnsworth, em A imagem era muito sem graça. Apenas um fio cortando ao meio uma tela dentro de um tubo de vidro. Mas era um passo e tanto na história das comunicações. Ele tinha descoberto que os elétrons (que são parte dos átomos) podiam formar imagens em uma tela. Era só enviar para eles ordens que determinassem que lugares na tela eles deveriam ocupar. A ideia estava pronta. Mas quem transformou em um aparelho foi um russo, chamado Vladimir Zworykin. Ele trabalhava para uma grande empresa americana de comunicações, que existe até hoje, a RCA. Por meio dela, a TV entrou na vida dos americanos, em O resto da história você já sabe. É telejornal, novela, desenho animado...e tudo por controle remoto!

12 SATÉLITES

13 Nenhuma forma de comunicação eletrônica funcionaria hoje se não fossem os satélites. Artificiais, é claro. Satélites naturais são os corpos celestes que vagam no espaço em torno de outros, como a Lua em torno da Terra. Os artificiais são construídos pelo homem. Também viajam pelo espaço, mas com uma missão especial: a de receber e enviar mensagens para o nosso planeta. Hoje existem mais de 450 satélites, de vários tipos e funções, circulando ao redor da Terra, com diferentes velocidades e trajetórias. Os que ficam mais pertinho, a cerca de 300 quilômetros de altura, podem ser vistos cruzando o céu em noites limpas. Eles fornecem informações sobre o clima (especialmente para as previsões meteorológicas), enviam dados sobre a superfície e os recursos naturais do planeta, como o ritmo de devastação das florestas e o nível de poluição do ar e do mar, orientam navios e aviões, entre outras funções. São usados também para a espionagem, enviando fotos muito precisas de instalações e manobras militares em uma determinada região.

14 Já os que giram em uma órbita mais alta, a cerca de 36 mil quilômetros da Terra, são as grandes vedetes da era da comunicação global: os satélites de comunicações. São eles que transmitem sinais de televisão, telefone e rádio através do planeta. Como levam 24 horas para girar ao redor da Terra, o mesmo tempo que nosso planeta leva para girar ao redor de si mesmo, parecem estar imóveis. Por isso ganharam um nome complicado: satélites geoestacionários. Todos eles são monitorados permanentemente da Terra, por meio de um sistema de comunicação por rádio. São dotados de pequenos motores e baterias, recarregadas por potentes painéis solares, que transformam a energia solar em energia elétrica. Os satélites enviaram até bichos para o espaço, como a cadela Laika, o primeiro animal a entrar em órbita. Essas máquinas maravilhosas também foram responsáveis por uma verdadeira revolução na comunicação.

15 INTERNET

16 Internet é a rede mundial dos computadores. Ela faz parte do nosso dia-a-dia. Filha dos avanços da computação com a invenção dos satélites, que permitiram a comunicação entre pontos diferentes do planeta, a Internet nasceu por razões de segurança. Hoje se tornou uma febre que revolucionou completamente a comunicação global.

17 FONTE: /viajando-pelos-meios-de-comunicacao.html


Carregar ppt "VIAJANDO PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. TELEFONES ANTIGOS E ATUAIS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google