A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O legado da Grécia para a civilização ocidental Cap. 08 p. 68.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O legado da Grécia para a civilização ocidental Cap. 08 p. 68."— Transcrição da apresentação:

1 O legado da Grécia para a civilização ocidental Cap. 08 p. 68

2 O mundo grego Hélade – sul dos Balcãs (Grécia Continental), Península do Peloponeso (Grécia Peninsular) e ilhas do Mar Egeu (Grécia Insular), mais colônias na costa da Ásia Menor e na região da Magna Grécia – Sicília sul da Península Itálica. Primeiro pólo cultural Ilha de Creta, com civilização florescendo entre 2000 e 1400 a.C. – dominou o comércio marítimo no Mediterrâneo, influencia Grécia Continental.

3

4 Creta – escrita não decifrada – linear A, linear B. Elementos sugerem culto à Grande Mãe – sociedade com organização social semelhante ao sistema matriarcal.

5

6

7 De Homero ao Período Obscuro Século XIII a.C. – cretenses dominados pelos aqueus, tribo de origem indo-européia – se estabelecem em Micenas e outras cidades gregas no continente. Aqueus dominaram Tróia – no século VIII a.C. história da guerra é contada na Ilíada de Homero rapto de Helena, esposa de Menelau, rei de Esparta, por Páris, filho de Príamo, rei de Tróia. Sequencia – Odisséia – retorno de Odisseu (Ulisses) para casa após a guerra.

8 Até século XII a.C. outros povos invadem a Hélade – eólios e jônios. Séc XII – dórios dominam a região colapso da cultura micênica – período difícil, Idade das Trevas, ou Período Obscuro – desaparecem escrita, arte, artesanato, armas de bronze substituidas por armas grosseiras de ferro, sepultamentos dão lugar à cremação, produção passa a ser de subsistência, com mão-de-obra familiar, com auxílio de poucos assalariados e escravos.

9

10 Helenos arcaicos Entre 800 e 500 a.C. – Grécia Arcaica – cidades tornam-se núcleos residenciais, concentrando proprietários rurais e lavradores – população, em sua maioria, vivia dentro das muralhas das cidades cada cidade e os campos ao redor se transformaram em comunidade independente cidade-Estado ou pólis – organização socioeconômica e política próprias.

11 Organização político-administrativa das Cidades-Estado – substituição do poder dos reis pela aristocracia local, descendentes dos invasores. Nobreza, hereditária, domina por meio de governo de um conselho, que subordina até o rei, quando esse existe. Economia – desenvolvimento do comércio e do artesanato – utilização maior de moeda, fundação de colônias, buscando terras férteis, matérias-primas e mercados orla do Mediterrâneo.

12 Colônias gregas – perspectiva para pobres (estrangeiros, jovens sem herança – tornam-se agregados, trabalho pago). Terras férteis na Grécia eram da aristocracia, cultivadas por homens livres. Desenvolve-se escravidão por dívidas, mas Grécia não se constitui como sociedade escravista nos sécs. VIII a VI a.C. – pequena parcela da pop. Surge sentimento de identidade cultural entre gregos – linguagem, religião e outros padrões aqueus, jônios, eólios, dórios, todos se denominavam Helênicos.

13 Tirania Entre 650 e 510 a.C., em algumas cidades-Estado. Tiranos – proprietários de terras e comerciantes enriquecidos X aristocratas transição para a pólis do período clássico. Reivindicações da massa desprevilegiada dos habitantes urbanos.

14


Carregar ppt "O legado da Grécia para a civilização ocidental Cap. 08 p. 68."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google