A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pois não deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus Atos 20.27 NTLH Missão integral: Introdução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pois não deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus Atos 20.27 NTLH Missão integral: Introdução."— Transcrição da apresentação:

1 Pois não deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus Atos NTLH Missão integral: Introdução

2 Dois referenciais: integral = abrangente, inclusivo = coerente, unificador missio Dei = missão de Deus Missão integral: Introdução

3 Uma ressalva quanto à missão integral: A necessidade de afirmar que a missão é integral significa que na prática ela não é concebida como tal Marcos Antônio Barbosa Missão integral: Introdução

4 Uma ressalva quanto a missio Dei: a palavra final da Igreja não é a Igreja, mas a glória do Pai e do Filho no Espírito da liberdade Jürgen Moltmann Missão integral: Introdução

5 Missão integral: Introdução A Bíblia é: um dado profundamente missionário = Deus se revela ao ser humano com propósito também, registro da interação missiológica do povo de Deus Por causa desta riqueza destaca-se a limitação da nossa tarefa

6 Missão integral: Introdução Gênesis 1-11: a criação Gênesis 12-50: a chamada de Abraão Pentatêuco: o nascimento de Israel Profetas: o desenvolvimento de Israel Escritos: o culto e a ética de Israel Evangelhos: Jesus, o enviado de Deus Atos: a expansão da igreja Epístolas: a vivência da igreja Apocalipse: a nova criação

7 Missão integral: Síntese bíblica igreja sociedade criação

8 Missão integral: Síntese bíblica igreja criação sociedade proclamar boas-notícias!

9 Gênesis 1-11: A criação cuidado e bondade

10 Gênesis 1-11: A criação Uma missão ecológica: a realização humana é vinculada à realização ecológica a criação, bem como a humanidade, se destina tanto ao julgamento quanto à renovação 2 Pedro ; Romanos , Apocalipse 21

11 Gênesis 1-11: A criação Uma missão dentro da história e do mundo: A escatologia da missão integral é uma escatologia engajada no projeto de Deus para o mundo que ele próprio criou e redimirá.

12 Gênesis 1-11: A criação Uma missão social (mandato cultural): cabe ao ser humano se relacionar bem com o seu próximo entre homem e mulher = o auge abrange toda a organização dos grupos humanos nas suas múltiplas dimensões econômicas, políticas e culturais o desenvolvimento da cultura faz parte da missão ecológica

13 Gênesis 1-11: A criação Uma missão ética (justiça e redenção): decorrente do fracasso humano missio Dei frente a missiones ecclesiae a necessidade de reparo e restauração Gênesis 3.15

14 Gênesis 12-50: A chamada de Abraão e Sara bênção e eleição A transição de maldição para bênção universais (Gênesis 11-12) tornemos célebre o nosso nome (11.4b) para: te engrandecerei o nome (12.2) o SENHOR os dispersou... pela superfície da terra (11.8) para: de ti farei uma grande nação (12.2) uma maldição pela arrogância humana (cap. 11) para: em ti serão benditas todas as famílias da terra (12.3)

15 Gênesis 12-50: A chamada de Abraão e Sara Uma missão participativa dos gêneros: plena responsibilidade para ambos, tanto na criação quanto na eleição Gênesis 1.27; luta contra preconceitos de gênero delegação de autoridade de modo complementar

16 Gênesis 12-50: A chamada de Abraão e Sara Uma missão de abençoar: por um lado, está em vista o bem-estar baseado em: eleição: de ti farei uma grande nação (12.2) missão: sê tu uma bênção,... (12.2-3) por outro lado, trata da remoção do pecado: Atos 3.25, 26 a bênção provém de Jesus Cristo: Efésios abençoar = anunciar as boas-novas

17 Gênesis 12-50: A chamada de Abraão e Sara Uma missão litúrgica: o culto define o propósito último de missão como a missão dá definição e sentido à vida da igreja culto, não missão é a finalidade última da igreja e a razão da missão

18 Gênesis 12-50: A chamada de Abraão e Sara Uma missão mundial e multicultural: nossa bênção é meio de abençoar todas as famílias da terra Gênesis 12.3 abrangente e inclusiva

19 Êxodo – Josué: O nascimento de Israel libertação e aliança a libertação = Deus age na história humana, através e independentemente da humanidade a justiça = a marca de Deus a vocação do povo de Deus = intercessão em favor dos povos missão envolve dependência total e diária de Deus (deserto) 2 instituições da aliança: culto e lei

20 Os Profetas: O desenvolvimento de Israel julgamento e misericórdia

21 Os Profetas: O desenvolvimento de Israel Uma missão de serviço: descendente da humanidade, de Abraão e de Davi um Servo fiel e santo / um povo servo missão = libertação, justiça e remoção de iniquidades

22 Os Profetas: O desenvolvimento de Israel Uma missão escatológica: nada impede o avanço dos propósitos de Deus a história de Jonas

23 Os Profetas: O desenvolvimento de Israel Uma missão profética: às vezes, contra a injustiça e a idolatria das nações mais frequentemente, contra a injustiça e a idolatria do povo de Deus

24 Os Escritos: O culto e a cultura fidelidade e comunicação

25 Os Escritos: O culto e a cultura Missão como contextualização: postura de abertura e diálogo modelo da encarnação sim! à contextualização: Deus através da cultura não! ao sincretismo: Deus contra a cultura

26 Os Escritos: O culto e a cultura Missão como diálogo: busca as verdades de Deus num mundo criado por Deus e impresso na humanidade toda sim! ao evangelismo: Deus através das religiões não! ao proselitismo: Deus contra as religiões

27 Os Escritos: O culto e a cultura Uma missão que chama para culto:...e a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar Habacuque 2.14 RA

28 Os Evangelhos: O modelo de Jesus cumprimento e modelo

29 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Como cumprimento? Jesus cumpriu as promessas de Deus para: Abraão Moisés Davi

30 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Jesus cumpriu a promessa de Deus para Abraão: Afirmação das Escrituras Mateus 1.1; cf Lucas Mateus 8.11; João 8.56 Pedro, em Atos ; Paulo, em Gálatas 3.16 De que maneira? Lucas 4.42 Quebrando barreiras geográficas Quebrando barreiras sociais Quebrando barreiras étnicas e religiosas

31 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Jesus cumpriu a promessa de Deus para Moisés: Afirmação das Escrituras João 1.17; 1.45 (cf. Deuteronômio 18.15); ; Hebreus 3.1-6; 8.1-2; , 24-25, 27-28; 8.6; 9.15 Paulo: Romanos 3.31; 10.4; Gálatas 3.24 De que maneira? …através da sua morte na cruz (Gálatas ) As leis de pureza e impureza A condição dos não-judeus diante da lei A crucificação e a ressurreição O conceito de substituição

32 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Jesus cumpriu a promessa de Deus para Davi: Afirmação das Escrituras 2 Samuel : 1. constuirá a casa de Deus (Mt 26.61) 2. reinará eternamente (At ) 3. será para Deus por filho (Mt 14.33) 4. terá sempre a misericórdia de Deus, i.e, julgará com justiça e eqüidade (Lc ) Salmo 72: 5. um domínio pelo mundo inteiro (Ef 1.3) Filho de Davi (Mt 1.1, 17) De que maneira? pela ressurreição (Rm 1.3-4; 2Tm 2.8; At ; )

33 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Como modelo? sua mensagem também é a nossa seu ministério também é o nosso sua crucificação e ressurreição também são as nossas! Nossa missão é centrado em Jesus!

34 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Uma missão universal: quebrando barreiras geográficas, étnicas e sociais a mesa do banquete escatológico está posta especialmente para os excluídos

35 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Uma missão transformadora: prioriza os pobres promove justiça que serve via crucis

36 Os Evangelhos: O modelo de Jesus Uma missão com múltiplas interpretações: quatro Evangelhos diversos relatos do mesmo evento no Antigo Testamento buscamos a unidade da fé e permitimos múltiplos pontos de vistas

37 O Livro de Atos: A expansão da igreja compromisso e expansão

38 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como expansão pelo Espírito, presente quando: a igreja se iniciou com e depois convertidos (Atos 2.41;44) Pedro/outros testemunharam frente à perseguição ( ) os primeiros seguidores deram liberalmente à obra do Senhor ( ) houve o primeiro mártir ( ) o evangelho alcançou o primeiro lar gentio (11.12) a mensagem de perdão se espalhou para a Etiópia e África (8.29) as igrejas na Judéia, Galiléia e Samaria se estabeleceram (9.31) a igreja de Antioquia se preparou para missão ( )

39 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como expansão pelo Espírito, presente quando: o amor das primeiras igrejas se manifestou concretamente ( ) a igreja de Antioquia lançou seu programa missionário (13.2) Paulo venceu seu primeiro inimigo, Elimas, em Chipre (13.9) os apóstolos se alegraram na perseguição em Antioquia (13.52) os apóstolos reconheceram a obra dos gentios (15.28) Paulo foi proibido de continuar na Ásia e foi dirigido à Europa ( ) os líderes foram escolhidos para a igreja local em Éfeso (20.28)

40 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como transformação pelo Espírito: Pentecostes = transformação histórica (2.3-4, 13) Samaria = transformação social ( ) Cornélio = transformação étnica ( ) Apolo = transformação teológica ( )

41 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como estratégias: acima de tudo, oração intrepidez na proclamação unidade (2.44, 46; 4.29, 31) cidades principais, igrejas autóctones, e ascensão rápida de líderes locais e leigos

42 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como esforço e sacrifício: por meio de perseguição e sacrifício lutas, desistências e portas fechadas

43 O Livro de Atos: A expansão da igreja Missão como apostolado: pessoas vocacionadas especificamente para estabelecer ministérios equipes e co-obreiros

44 As Epístolas: A vivência da igreja acertos e desacertos

45 As Epístolas: A vivência da igreja Missão como re-compromisso: a igreja sempre se refazendo! revestir-se da nova humanidade

46 As Epístolas: A vivência da igreja Missão como pastoral e desenvolvimento de igrejas locais: Paulo, o grande missionário, escrevia cartas pastorais! igrejas fortes = missão com empenho

47 As Epístolas: A vivência da igreja Missão priorizada: não onde Cristo já fora anunciado Romanos priorizar pessoas e grupos, não geografia

48 Apocalipse: A nova criação luta e esperança

49 Apocalipse: A nova criação a visão celestial nutre o empenho terrestre uma visão inclusiva uma visão de adoração uma visão de justiça

50 Missão Integral: Conclusão Dois movimentos em relação ao mundo Interno externo Duas posturas em relação a Deus Compromisso e obediência Promessa e graça

51 Missão Integral: Conclusão Glória a Deus, como no mar na sua extensão. Coragem a nós, no alçar do pendão!


Carregar ppt "Pois não deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus Atos 20.27 NTLH Missão integral: Introdução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google