A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O DIREITO À VIDA. Vincent Humbert, um jovem bombeiro voluntário de 20 anos teve um grave acidente automobilístico em uma estrada francesa no dia 24 de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O DIREITO À VIDA. Vincent Humbert, um jovem bombeiro voluntário de 20 anos teve um grave acidente automobilístico em uma estrada francesa no dia 24 de."— Transcrição da apresentação:

1 O DIREITO À VIDA

2 Vincent Humbert, um jovem bombeiro voluntário de 20 anos teve um grave acidente automobilístico em uma estrada francesa no dia 24 de setembro de Ele ficou em coma por nove meses. Posteriormente, foi constatado que ele havia ficado tetraplégico, cego e surdo. Termina o livro dizendo: "A minha mãe deu-me a vida, espero agora dela que me ofereça a morte. (...) Não a julguem. O que ela fez para mim é certamente a mais bela prova de amor do mundo.

3 EVANGELHO SEGUNDO O ESRIRITISMO CAPÍTULO - 5 BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS – ITEM 27 Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados. Bernardin, Espírito Protetor Bordeaux, 1863 Item 27 - Deve-se pôr um fim às provas do próximo, ou é preciso, por respeito às vontades de Deus, deixá-las seguir o seu curso? Resposta: Estais na Terra de expiação para concluir vossas provas, e tudo o que vos acontece é uma consequência de vossas existências anteriores, é o peso e obrigação da dívida que tendes a pagar...

4 Existem mesmo os que até acreditam que não somente é preciso não fazer nada para atenuá-las, mas que, ao contrário, é preciso contribuir para torná-las mais proveitosas, agravando-as. Sabeis até que ponto devem ir as provas do seu irmão, ou se vosso Pai Misericordioso não disse ao sofrimento deste ou daquele de vossos irmãos: Não irás mais além? Sabeis se a Providência não vos escolheu, não como um instrumento de suplício para agravar os sofrimentos do culpado, mas como o alívio de consolação que deve cicatrizar as chagas que Sua justiça tinha aberto?

5 Quando virdes, pois, um de vossos irmãos feridos, não deveis dizer: É a justiça de Deus, deixe como está; mas dizei, ao contrário: Vejamos que meios nosso Pai Misericordioso colocou em meu poder para suavizar o sofrimento de meu irmão. Vejamos mesmo se Deus não colocou em minhas mãos os meios de fazer parar esse sofrimento; se não me foi dado também como prova, ou expiação, deter o mal e substituí-lo pela paz. Vejamos se minhas consolações morais, meu apoio material, meus conselhos não poderão ajudá-lo a transpor esta prova com ânimo, paciência e resignação.

6 O que a mãe do rapaz francês fez foi : EUTANÁSIA (BOA MORTE) É a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo incurável de maneira controlada e assistida por um especialista. Os defensores dizem: -É uma saída honrosa para aqueles cuja morte é certa. -Se alguém não pode ter uma vida digna, então que morra. Se o sofrimento de um paciente é intenso e a morte parece ser inevitável, é certo lhe abreviar a dor? O que diz o espiritismo?

7 EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - CAPÍTULO 5 BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS São Luís - Paris, 1860 Item 28: Um homem está agonizante, vítima de cruéis sofrimentos. Sabe-se que seu estado não tem esperanças. É permitido poupar-lhe alguns instantes de agonia, apressando o seu fim? Quem, no entanto, vos daria o direito de prejulgar os planos de Deus? Não pode o Senhor conduzir um homem à margem do abismo para retirá-lo de lá, a fim de fazê-lo voltar-se sobre si mesmo e de conduzi-lo a outros pensamentos? Ainda que se pense que haja chegado o momento final para um moribundo, ninguém pode dizer com certeza que essa hora tenha chegado. A Ciência nunca se enganou nessas previsões?

8 Estudo de 84 pessoas em «estado vegetativo persistente»: - 41% recuperaram a consciência dentro de seis meses -58% recuperaram a consciência dentro de três anos. -26 crianças em coma que durava mais de doze anos, constatou que três quartos recuperaram a consciência. Num caso dramático, os médicos atestaram a «morte cerebral comatosa» de um avô de 79 anos de idade, Harold Cybulski, EUA. Estavam prontos para desligar os sistemas que o mantinham vivo enquanto a família dava seu último «adeus». Mas, quando o seu neto de dois anos de idade correu para dentro do quarto e gritou «Avô!», Cybulski acordou, sentou-se e pegou o netinho no colo! Seis meses depois, levava uma vida completamente normal, inclusive dirigindo o carro novo que planeara comprar antes de ter entrado em coma. Os médicos de Cybulski não conseguiram dar «nenhuma explicação» para a sua recuperação instantânea.

9 O materialista que apenas vê o corpo e não se dá conta da alma não pode compreender estas coisas. Mas o espírita, que sabe o que se passa além-túmulo, conhece o valor dos últimos momentos. Suavizai os últimos sofrimentos tanto quanto vos seja possível fazê-lo; mas guardai-vos de encurtar a vida, que seja apenas por um minuto, pois esse minuto pode poupar muitas lágrimas no futuro.

10 A matéria dorme no estado de coma, mas o espírito está ativo. Ele desenvolve grandes conquistas, aprende com a liberdade relativa que experimenta.

11 - Os bem feitores espirituais sabem o momento certo que nosso espírito deve deixar o corpo. - O desligamento dos fios que ligam espírito e corpo precisam ser desconectados gradualmente, dos pontos menos importantes até chegar ao coração e cérebro. - Não se corta o que pode ser desatado.

12 Emmanuel: A eutanásia, ainda mesmo quando praticada em nome do amor, será sempre deplorável intromissão da ciência humana nos processos instituídos pela Sabedoria Divina, em favor da recuperação ou do aprimoramento da alma. O espírito tem uma programação de vida e necessita dela para sua evolução.

13 ORTOTANÁSIA Etimologicamente, ortotanásia significa morte correta: "orto" certo, "thanatos" morte. Significa o não prolongamento artificial do processo de morte, além do que seria o processo natural, feito pelo médico... A ortotanásia serviria, então, para evitar a distanásia. Em vez de se prolongar artificialmente o processo de morte (distanásia), deixa-se que este se desenvolva naturalmente (ortotanásia). Em suma, ortotanásia na forma popular seria a morte no momento certo, sem que o paciente seja submetido a tratamento artificial para que se prolongue uma vida vegetativa.

14 O QUE DIZER PARA O DOENTE TERMINAL ? - Palavras de amor, esperança carinho e estímulo. - Dizer que ele está sendo preparado para uma vida em regiões felizes. - É um trabalho de caridade que fazemos ao doente para que ele se fortaleça e se prepare para o retorno espiritual.

15 MORTE DIGNA? DIGNIDADE PARA QUEM ??

16 Dignidade para os miseráveis que se arrastam pela vida, abaixo da linha de pobreza.

17 DIGNIDADE PARA OS QUE SOBREVIVEM DA VIDA, SEM O QUE COMER, BEBER OU VESTIR.

18 NO LUGAR DE PENSARMOS EM DAR UMA MORTE DIGNA A QUEM ESTÁ NO FIM DA VIDA... LUTEMOS POR DAR UMA VIDA DIGNA A QUE JÁ NÃO TEM ESPERANÇAS

19 Ajudai-vos uns aos outros, sempre, em vossas provas. Nunca vos torneis instrumento de tortura para ninguém. O espírita deve pensar que toda a sua vida tem de ser um ato de amor e de dedicação. Use todos os seus esforços para suavizar a amargura da expiação do seu próximo, mas somente Deus pode detê-la ou prolongá-la, segundo julgue necessário.

20 Biografia Nosso Lar – Francisco Cândido Xavier O Consolador – Francisco Cândido Xavier – Página 70 Obreiros da Vida Eterna – Francisco Cândido Xavier – Capitulo 18 Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo V;


Carregar ppt "O DIREITO À VIDA. Vincent Humbert, um jovem bombeiro voluntário de 20 anos teve um grave acidente automobilístico em uma estrada francesa no dia 24 de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google