A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Iluminação Segurança e Higiene no Trabalho. Iluminação Legenda MENU PRINCIPAL Introdução ILUMINAÇÃO Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Iluminação Segurança e Higiene no Trabalho. Iluminação Legenda MENU PRINCIPAL Introdução ILUMINAÇÃO Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas."— Transcrição da apresentação:

1 Iluminação Segurança e Higiene no Trabalho

2 Iluminação Legenda MENU PRINCIPAL Introdução ILUMINAÇÃO Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

3 Iluminação 1/32 Introdução A iluminação dos locais de trabalho pode ser natural ou artificial ou ainda através da combinação de ambas, sendo esta última hipótese a mais aconselhável para as empresas, dado que constitui a melhor solução para satisfazer, simultaneamente, as necessidades de iluminação e de economia energética. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho

4 Iluminação 2/32 Introdução Assim uma boa iluminação pode ser alcançada através da implantação correcta de janelas, clarabóias, persianas, cortinas, palas protectoras, entre outros, e através da adequada disposição dos postos de trabalho, em função das actividades desenvolvidas, paralelamente, a estes meios de aproveitamento da luz solar devem ser associados outros, tais como, a escolha e instalação adequadas de luminárias e lâmpadas. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

5 Iluminação 3/32 Introdução Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho ConceitoUnidade de medida Fluxo luminoso – corresponde à quantidade de luz emitida por uma fonte luminosa em todas as direcções e percebida pelo olho humano. Lúmen [lm] Intensidade luminosa – é a medida de fluxo luminoso, projectado numa determinada direcção. Candela [cd] Módulo V

6 Iluminação 4/32 Introdução Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho ConceitoUnidade de medida Iluminância – corresponde ao fluxo luminoso recebido por unidade de superfície. Lux [lx] ou Lúmen [lm] Luminância – luminância de uma fonte ou de uma superfície é a sensação de brilho que a mesma produz nos olhos que é transmitida ao cérebro. Quando se observa de qualquer parte uma superfície iluminada, a intensidade luminosa produzida ou reflectida por uma superfície dividida pela área visível para os olhos chama-se luminância. Cd/m² Módulo V

7 Iluminação 5/32 Iluminação nos locais de trabalho A iluminação é um dos factores ambientais com maior grau de importância nas indústrias, dado que influencia não só a qualidade dos produtos e a produtividade, mas também o conforto visual e a segurança dos trabalhadores, sendo que os seus principais objectivos são: Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

8 Iluminação 6/32 Iluminação nos locais de trabalho Optimizar a percepção visual dos condicionantes da actividade nos postos de trabalho; Maximizar a qualidade de serviços e/ou produtos; Aproveitar todo o espaço de trabalho disponível; Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

9 Iluminação 7/32 Iluminação nos locais de trabalho Garantir a segurança nos postos de trabalho; Assegurar o conforto visual; Contribuir para a adopção de posturas correctas; Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

10 Iluminação 8/32 Tipos de iluminação A iluminação dos planos de trabalho deve ser efectuada por forma a reduzir reflexos e sombras incómodas, pelo que as fontes de luz se devem localizar à esquerda ou à direita dos trabalhadores, conforme estes sejam destros ou canhotos, respectivamente. Esta disposição das fontes de luz tem como objectivo evitar que as sombras geradas perturbem a visibilidade do plano de trabalho. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

11 Iluminação 9/32 Tipos de iluminação A iluminação pode ser classificada de: -Iluminação directa – ilumina o plano de trabalho por meio da incidência directa da luz (Luz dirigida). Este tipo de iluminação permite a formação de zonas com sombras e de zonas intensamente iluminadas, que produzem contrastes fortes. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

12 Iluminação 10/32 Tipos de iluminação A iluminação pode ser classificada de: -Iluminação indirecta – é garantida por aparelhos de luz difusa ou por meio de reflexões resultantes de aparelhos de luz directa orientados para paredes e tectos. Este tipo de iluminação reduz a formação de sombras e de brilhos. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

13 Iluminação 11/32 Tipos de iluminação A iluminação pode ser classificada de: -Iluminação semi-directa – a maior parte da emissão luminosa é garantida de forma directa, sendo que outra parte é de origem indirecta, permitindo a criação de um ambiente intermédio relativamente à iluminação directa e indirecta. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

14 Iluminação 12/32 Alguns requisitos da iluminação Por forma a garantir a boa iluminação, de um determinado local, é necessário que a luz exista em quantidade e qualidade adequadas. Considera-se boa iluminação quando: a iluminação é suficiente; as sombras são adequadas; Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

15 Iluminação 13/32 Alguns requisitos da iluminação Considera-se boa iluminação quando: se verifica uniformidades na iluminação (no tempo e no espaço) há ausência de encandeamento; se verifica uma reprodução adequada das cores. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

16 Iluminação 14/32 Introdução A norma DIN 5035 apresenta alguns níveis de iluminação (iluminâncias) específicos para cada tipo de tarefa desenvolvida. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Iluminância (Lux) (de acordo com a Norma DIN 5035) ActividadeExemplos Circulação livre de impedimentos (só se aplica quando a estadia é temporária) Locais de acesso ou de passagem Tarefas visuais ligeiras com contrastes elevados Armazéns, salas de espera, salas de arquivo Tarefas visuais exigentes com percepção de pequenos detalhes. Escritórios, tratamento de dados e leitura

17 Iluminação Módulo V 15/32 Introdução A norma DIN 5035 apresenta alguns níveis de iluminação (iluminâncias) específicos para cada tipo de tarefa desenvolvida. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Iluminância (Lux) (de acordo com a Norma DIN 5035) ActividadeExemplos Tarefas visuais normais com percepção de detalhes médios. Desenho técnico e inspecção de cores Tarefas visuais muito exigentesArmazéns, salas de espera, salas de arquivo Casos especiais que englobam a observação constante de detalhes no limite da capacidade visual Mesa de cirurgia.

18 Iluminação 16/32 Uniformidade da iluminação no tempo Flutuações na quantidade de iluminação, qualquer que seja a causa, podem ter um influência negativa no desempenho e conforto visuais. Relativamente à iluminação artificial, possíveis flutuações na tensão de alimentação ou diferenças de brilho podem ter os mesmos efeitos perversos, sendo que no caso de a iluminação ser fornecida por lâmpadas de descarga, as quais não possuem qualquer inércia, seguem a alteração periódica da tensão. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

19 Iluminação 17/32 Uniformidade da iluminação no tempo Quando a iluminação artificial, sujeita à frequência da corrente eléctrica, incide sobre um elemento com movimento repetitivo, cuja frequência se aproxima à da corrente eléctrica (50 Hz), pode dar origem ao efeito estroboscópico, que se caracteriza pela distorção visual da intensidade ou sentido do movimento, podendo dar origem a acidentes de trabalho. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

20 Iluminação 18/32 Uniformidade da iluminação no tempo Para se eliminar o efeito estroboscópico podem ser utilizados circuitos especiais, ou recorrer-se ao uso de pares de lâmpadas alimentadas em oposição de fase. Nas situações em que não se verifica a uniformidade do brilho no seu campo de visão, o olho humano é obrigado a adaptar-se constantemente às diferentes condições de iluminação, o que promove a fadiga e a redução da eficiência. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

21 Iluminação 19/32 Uniformidade da iluminação no tempo Por este motivo, é importante que o sistema de iluminação seja tão uniforme quanto possível, o que pode ser atingido através da correcta colocação das fontes luminosas. Considera-se que existe uma uniformidade óptima da iluminação num determinado local quando a relação entre os diversos brilhos é menor ou igual a 3:1. Este objectivo só pode ser atingido com uma iluminação de âmbito geral. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

22 Iluminação 20/32 Uniformidade da iluminação no tempo É importante referir que iluminação local, sem iluminação geral não é suficiente, uma vez que perante a existência de níveis de iluminação elevados nos postos de trabalho, a falta de iluminação geral cria uma sensação de isolamento, diferente do que se passa com a luz do dia. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

23 Iluminação 21/32 Sombras A direcção da incidência da luz e as sombras por ela formadas, são tão importantes como um brilho elevado e uniforme. Aumentando o brilho dos objectos aumenta-se também a percepção do seu contraste, por isso seria inconsciente fazê-lo desaparecer pela escolha de uma mau ângulo de incidência. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

24 Iluminação 22/32 Sombras A existência de sombras desnecessárias deve ser evitada de modo a não criar um contraste excessivo no brilho. Uma das formas de atenuar as sombras consiste na aproximação das características da iluminação artificial às da iluminação natural. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

25 Iluminação 23/32 Sombras Refira-se que o próprio posicionamento das lâmpadas na iluminação interior deve evitar sombras, devendo dar-se preferência a filas contínuas ou grandes áreas de tecto iluminadas. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

26 Iluminação 24/32 Encandeamento O encandeamento é muitas vezes incompatível com o aproveitamento adequado da luz existente e pode ser classificado de directo ou indirecto. Encandeamento directo Resulta duma fonte de luz que incide directamente nos olhos, ofuscando a visão, dado que quando uma fonte luminosa apresenta uma luminância relativamente elevada e está no campo de visão, o olho, por questões de auto-protecção, adapta-se preferencialmente a este nível; como tal, as zonas mais escuras são deficientemente percepcionadas; Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

27 Iluminação 25/32 Encandeamento Encandeamento indirecto Resulta da reflexão da luz pelos objectos. A necessidade constante de adaptação visual entre encandeamento, zonas de reduzida luminância e condições normais de visão, conduz à fadiga visual e à consequente redução do nível de desempenho, pelo que é requerida uma boa distribuição das fontes de luz por forma a minimizar o encandeamento ao mínimo. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

28 Iluminação 26/32 Reprodução de cores Pode afirmar-se que existe uma reprodução adequada das cores quando é possível proceder à correcta definição ou identificação das cores dos objectos. As verdadeiras cores são as dadas pela iluminação natural, sendo que só podem ser reproduzidas pela iluminação artificial se as fontes de luz utilizadas emitirem uma luz de espectro equivalente à natural. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

29 Iluminação 27/32 Reprodução de cores A reprodução de cores de uma lâmpada é medida através de índices de reprodução de cores (Ra). Quanto mais próximo se situarem do índice Ra=100, o qual corresponde à luz solar, mais fielmente as cores serão reproduzidas, pelo que este aspecto deve ser considerado aquando da selecção das fontes de luz. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

30 Iluminação 28/32 Fontes de luz As fontes de luz correspondem aos elementos que transformam um tipo de energia em luz visível. O sol constitui uma fonte de luz natural, enquanto que as lâmpadas são fontes de luz eléctricas. Estas ultimas podem ser classificadas de: Lâmpadas incandescentes Lâmpadas fluorescentes Lâmpadas de descarga Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

31 Iluminação 29/32 Boas práticas de iluminação A adopção de boas práticas relativas à iluminação, por parte das empresas, pode contribuir significativamente para a promoção da segurança e conforto visual dos trabalhadores e, consequentemente, para a melhoria do seu desempenho, em como para a economia das empresas, decorrente da racionalização do consumo da energia eléctrica. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

32 Iluminação 30/32 Boas práticas de iluminação São algumas boas práticas que podem ser adoptadas: utilização de lâmpadas mais eficientes e adequadas a cada local de trabalho utilização, quando sejam necessários, de reactores de alta eficiência; aposta nos recursos que aumentem o aproveitamento da iluminação natural, tais como telhas translúcidas, janelas amplas, clarabóias, etc. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

33 Iluminação 31/32 Boas práticas de iluminação São algumas boas práticas que podem ser adoptadas: cuidado na manutenção da iluminação de forma a contribuir para a segurança das pessoas ou dos bens divisão dos circuitos de iluminação de forma a utilizá-los parcialmente, sem prejudicar o conforto visual garantia da utilização de cores claras nas paredes e tectos realização de limpeza regular às luminárias e às lâmpadas Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V

34 Iluminação 32/32 Boas práticas de iluminação São algumas boas práticas que podem ser adoptadas: selecção adequada de lâmpadas e luminárias visando o conforto visual dos trabalhadores e a mínima carga térmica ambiental garantia de que os projectos de instalação de iluminação são adequados, tendo em conta o layout, o nível de iluminação requerido e o trabalho/tarefas a desenvolver em cada área. Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas Normas Introdução Legenda Higiene e Segurança no Trabalho Módulo V


Carregar ppt "Iluminação Segurança e Higiene no Trabalho. Iluminação Legenda MENU PRINCIPAL Introdução ILUMINAÇÃO Exemplos Imagens Sub módulos Sinalização Diplomas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google