A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fator de risco e poder da ação humana Paulo Vaz. O sentido do sofrimento Sofrimento é castigo Agir segundo a verdade é prevenção Futuro na forma da relação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fator de risco e poder da ação humana Paulo Vaz. O sentido do sofrimento Sofrimento é castigo Agir segundo a verdade é prevenção Futuro na forma da relação."— Transcrição da apresentação:

1 Fator de risco e poder da ação humana Paulo Vaz

2 O sentido do sofrimento Sofrimento é castigo Agir segundo a verdade é prevenção Futuro na forma da relação crédito-dívida Sofrimento voluntário evita sofrimento involuntário Controle do corpo e domesticação do futuro

3 A morte na distância do evitável Nunca é cedo demais para começar a cuidar de si Nunca é tarde demais para começar a cuidar de si Necessidade da morte e abertura de possibilidades

4 Modernidade como secularização Ação humana é responsável direta pelo sofrimento Causa de morte: acontecimento necessário a evento contingente Da vida após à morte ao empenho por não morrer

5 Causa – doenças infectocontagiosas Agente patógeno como causa suficiente e necessária Proximidade temporal entre exposição e sintoma Saúde – doença + intervenção – cura Limitação temporal e espacial da ascese

6 Clínica, saúde pública e mídia 1 Intervenção a partir da demanda do paciente Causalidade estrutural Doente que não sabe ou que foge Higiene e vacinação Doença na mídia durante epidemia

7 Causa – doenças crônico-degenerativas Sintoma, morte ou incapacitação física Amplia a probabilidade de contrair doença Distância entre exposição e advento do sintoma Nem saúde, nem cura: o portador

8 Clínica, saúde pública e mídia 2 Intervir antes de haver sintoma Causalidade e escolha individual Dirigida aos que podem adoecer Mudança no estilo de vida Doença cotidianamente na mídia Morte como ausência atual e presença longínqua, a ser cada vez mais recuada através de atos cotidianos

9 O coração na Folha de São Paulo

10 Verdade e comportamento 83% das notícias tem medicina como fonte Não há referência à medicinas ou terapias alternativas 88% das notícias não têm contradição na matéria 78% só mencionam uma dada descoberta 10% usa o argumento do progresso 12% discute resultados contraditórios (12 notícias em 20 anos) Esquecimento e temporalidade da mídia

11 O poder do indivíduo diante da doença 75% apresenta nexo entre doença e estilo de vida 22% medicina é o principal agente 3% fatores de risco extra-individuais

12 Menções a fatores de risco

13 Conceito de risco Rischio, risicare: navegações. Século XV Dupla contingência Inversão temporal do arrependimento Incerteza sobre eventos e sobre quem seremos

14 Dificuldades em seguir recomendações Vacância do divino – nexo probabilístico Doença pode nunca advir, pode-se morrer de outra Duvidar da própria ciência Ascese diante da oportunidade de prazer

15 Moralidade moderada e hedonista Sacrífício moderado Não há restrições maiores aos prazeres sexuais Os exercícios físicos devem ser moderados Recompensa para além do futuro domesticado A recompensa pode ser a beleza Sonhar com um mundo repleto de prazeres


Carregar ppt "Fator de risco e poder da ação humana Paulo Vaz. O sentido do sofrimento Sofrimento é castigo Agir segundo a verdade é prevenção Futuro na forma da relação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google