A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O DESASTRE DO WORLD TRADE CENTER Grupo: Carolina Dominguez Glenda Shiguefuzi Wang Qiuzi.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O DESASTRE DO WORLD TRADE CENTER Grupo: Carolina Dominguez Glenda Shiguefuzi Wang Qiuzi."— Transcrição da apresentação:

1 O DESASTRE DO WORLD TRADE CENTER Grupo: Carolina Dominguez Glenda Shiguefuzi Wang Qiuzi

2 aviões seqüestrados Pensilvânia e Washigton DC NY Twin Towers (WTC) Ataque contra os principais símbolos do imenso poder econômico e militar dos EUA. Pelo local costumavam transitar cerca de 200 mil pessoas, 50 mil dos quais trabalhadores. O WTC tinha, no subterrâneo, um dos grandes entroncamentos de trens urbanos da cidade de Nova York. WTC 7 prédios (3 desmoronaram e os outros impossível de recuperar os estragos). Manhattan total de 25 prédios destruídos ou com estragos irreparáveis. Infraestrutura de comunicação danificada Pessoas mortas pelo menos 2.985

3

4 PROBLEMAS CAUSADOS NAS EMPRESAS: 1-Perda de pessoal Não havia: listagem de pessoal nem informação de contatos seguros. 2-Perda de equipamentos Estimativa de gastos: - US$3,2 bilhões de dólares equipamentos de computação (corretoras de valores) -US$ 1,5 Bilhões de dólares instalação 3- Instalações telefônicas Destruídas ou sobrecarregadas.

5 PROBLEMAS CAUSADOS NAS EMPRESAS: 4- Perda do espaço físico para exercer atividades Empresas de recuperação sede espaço 5-Ações Seguradoras e Bancos (perda de dados) Escritórios de Advocacia Exemplo: Morgan Stanley e perda de processos 6- Perda de dados Empresa de recuperação no caso de sinistros.

6 PROBLEMAS CAUSADOS NAS EMPRESAS: Sistemas: COLD SITE: backup em fitas, armazenagem em lugares diferente do local de trabalho, parte vital: mainframe. Vantagem: barato Desvantagem: tempo para recuperação de dados Locais de armazenagem não seguros Intervalo entre backups perde dados Backup limitado(só mainframe). Perda de servidores e sistemas de médio porte. Backup levado até o novo local de trabalho e então começa atividade do zero da empresa.(manualmente)

7 PROBLEMAS CAUSADOS NAS EMPRESAS: HOT SITE: 2 centrais funcionam em paralelo e em lugares distintos conectadas via rede com duplicações. Computador de reserva imagem duplicada dos dados(espelho). Vantagem: Empresa volta a funcionar rapidamente computadores de backup Desvantagem: Caro (US$ 1 milhão de dólares por MÊS) Vulnerável a problemas de rede (vírus, hackers)

8 Algumas empresas já estavam preparadas Causas: Bomba no WTC em caso do NYBT(NY BOARD OF TRADE) Antes de 1993: cold site (SunGuard) Depois: hot site próprio (com Comdisco) Ataques 11/09/01: somente transferiu seu local de operação. Não houve perda de dados Assim como NYSE e NASDAQ: voltou a funcionar em 17/09/01. Bug do milênio Ramo de atividade afetado diretamente pelo ataque: mercado financeiro.

9 Reunião: SEC, U.S. department of Treasury e representantes da NYSE, NASDAQ e corretoras. Assunto: Reabertura da mercado de capitais dos EUA. Preocupações: -Não atrapalhar o trabalho de resgate. Inviável abrir mercado devido a proximidade do ground zero. -Saber qual era a infraestrutura de telecomunicação utilizada pelas corretoras. Se esses sistemas estavam afetados e se teriam capacidade de operar. - Garantir excelência dos serviços.

10 Decisão: Adiar reabertura do mercado para 17/09/01. Possibilitando mais tempo para recuperação desses sistemas de infra-estrutura afetados. Meta: Reabrir o mercado com o maior número de participantes possível, dando a possibilidade das corretoras individualmente recuperarem sua capacidade de negociação.

11 NASDAQ HISTÓRICO NASDAQ(National Association of Securities Dealers Automated Quotation) Surge em 1971 para realizar as primeiras negociações de troca eletrônica do mundo bolsa eletrônica que liga diretamente compradores e vendedores. Durante os anos 90 tornou-se sinônimo de tecnologia Todos os participantes têm acesso às informações de mercado em tempo real. Mais de empresas listadas Amazon.com, Apple Computer, Cisco Systems, Microsoft, Dell Computer, Intel, Oracle, Qualcomm, Sun Microsystems e Yahoo!.

12 NASDAQ Obteve sucesso, pois estava preparada e utiliza um sistema de alto grau de redundância, além de realizar constantes simulações de gerenciamento no caso de crises Outras precauções: gerentes com 2 celulares, todos funcionários portando um cartão com o número de uma linha de emergência, Relacionamento mais próximo com a Worldcom, sua provedora de telecomunicações Três sedes administrativas dispersas, caso perdesse uma,ainda teria as outras duas Vasta rede com mais de mil estações de trabalho, conectadas à sua rede

13 NASDAQ Reação após o atentado: Avaliação da questão do pessoal e localizou rapidamente seus funcionários e também descobriu os que estavam sumidos Avaliou as perdas físicas e procurou escritórios para seus funcionários operarem No dia seguinte ao atentado já poderia operar, mas descobriu que a devastação da telecomunicação na área não suportaria a abertura da Nasdaq e verificou também que 30 das 300 empresas que havia contatado não poderiam abrir então adiou a volta para dia 17 de setembro No sábado e no domingo foi realizado um teste setorial geral que foi bem-sucedido

14 NYSE NYSE(New York Stock Exchange) É a bolsa de valores de NY Negocia em média US$ 46,1 bilhão por dia Surge em 1792 com Acordo de Buttonwood É estabelecida formalmente como New York Stock and Exchange Board Em 1968 a transmissão de dados do pregão é automatizada 1978 – ITS (Intermarket Trading System) coloca a NYSE em contato eletrônico com as bolsas ao redor Em 1993 implantação de um plano integrado de tecnologia que melhora a rede utilizada pela NYSE, software e hardware

15 NYSE Impacto dos atentados: Mortes: 3 Tinha condições de operar devido ao sistema de hot site com rede própria. Devido ao hot site além de conseguir operar, hospedou a AMEX(AMERICAN STOCK EXCHANGE) disponibilizando infra- estrutura para realizar sua operação. Até a reabertura: vários testes foram realizados para garantir a efetividade do sistema. Planos de contingência: Antes do 11/09: para garantir operação do sistema depois de panes: redundância, fonte interrupta de energia (UPS) e sistema de telecomunicação privado que não passa por nenhuma central de telefone.

16 NYSE Pós 11/09: Gastou US$100 milhões em sistemas para manter continuidade da negociação em caso de problemas. Criou um local de negociação para casos de contingência. Melhorou seu plano de recuperação de desastre (mais segurança física e de informação, sistema de comunicação com funcionários em caso de imprevistos mais eficiente). A partir de 5/08/04: Entra em vigor o regulamento 446 Obriga os membros da NYSE que revisem seus planos de contingência pelo menos uma vez por ano para se adaptar a mudanças que podem ocorrer na operação durante esse período.

17 NYBOT NYBOT (New York Board of Trade) Após atentado de 1993 (carro bomba): os diretores começam a procurar site de backup emergencial para colocar os computadores e o balcão pra operação open outcry pits trading pits na rua Queens. Até 11/9, eles não foram usados. Em 11/9, foram destruídos : prédio de 9 andares com escritórios da NYBOT, 13-pit trading floor, pelo torre sul, que caiu em 10:05. Os 263 empregados não sofreram nenhuma lesão. O site de queens: US$ anuais, não foi cortado apesar dos questionamentos de alguns. Reabertura na segunda feira seguinte ao ataque, com um volume absurdo de negócios. Considerado como 2 dos mais ocupados dias do ano.

18

19 Conclusão Cuidados que devem ser tomados para fazer sistemas de backup: 1- Tomar cuidado com a vunerabilidade da rede no qual seu sistema de backup está apoiado Exemplo: Bank of New York 2- Fazer backup de processos e não só de dados, permitindo assim a continuidade do negócio 3- Testar planos de contingência para garantir que eles funcionam

20 BIBLIOGRAFIA en.wikipedia.org/wiki/World_Trade_Center - 48k - 29 mai


Carregar ppt "O DESASTRE DO WORLD TRADE CENTER Grupo: Carolina Dominguez Glenda Shiguefuzi Wang Qiuzi."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google