A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERFIS DE TEMPERATURA, FLUXOS DE CALOR E TAXAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA EM TRONCOS NA FLORESTA AMAZÔNICA Alessandro Augusto dos Santos Michiles Ralf.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERFIS DE TEMPERATURA, FLUXOS DE CALOR E TAXAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA EM TRONCOS NA FLORESTA AMAZÔNICA Alessandro Augusto dos Santos Michiles Ralf."— Transcrição da apresentação:

1 PERFIS DE TEMPERATURA, FLUXOS DE CALOR E TAXAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA EM TRONCOS NA FLORESTA AMAZÔNICA Alessandro Augusto dos Santos Michiles Ralf Gielow INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS II CONGRESSO DE ESTUDANTES E BOLSISTAS DO LBA

2 2 A taxa de armazenamento de energia na biomassa (TAEB) é composta por 6 termos II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos Uma vez que 60% da biomassa aérea é composta de troncos, mais da metade da TAEB é devido aos troncos A taxa de armazenamento de energia nos troncos (TAET) é o termo mais significativo e de obtenção mais complexa INTRODUÇÃO

3 3 Determinação e caracterização da TAET durante as estações seca e chuvosa na floresta da Estação ZF-2 Comparação entre as TAETs determinadas por diferentes métodos Obtenção das relações entre a TAE total e a TAET Objetivos II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

4 4 II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos FONTE (fotografia): INPA (2003) METODOLOGIA E DADOS

5 5 II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

6 6 FONTE: INPA (2003) Licania davillifolia Chrysophylum sanguinolentum Anacardium microsepalum Eschweilera micrantha II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

7 7 RESULTADOS E DISCUSSÕES II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

8 8 II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

9 9 II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

10 10 II CEB Perfis, Fluxos e Taxas de Armazenamento em Troncos

11 11 TAET na estação seca cerca de 50% maior que na estação chuvosa, em valores absolutos S tr (F) permanece entre S tr (T s ) e S tr (T i ) em totais diários, diurnos, noturnos e horários Correlação com S tr (F): S tr (T i ) melhor na estação seca; S tr (T s ) melhor na estação chuvosa Na partição da TAE total, a TAET corresponde a 35% XIII CBMET 1º Encontro Brasileiro de Interação Biosfera-Atmosfera CONCLUSÕES


Carregar ppt "PERFIS DE TEMPERATURA, FLUXOS DE CALOR E TAXAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA EM TRONCOS NA FLORESTA AMAZÔNICA Alessandro Augusto dos Santos Michiles Ralf."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google