A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Propostas e parcerias Renata Monteiro Rodrigues Outubro/2012 IX Seminário Nacional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Propostas e parcerias Renata Monteiro Rodrigues Outubro/2012 IX Seminário Nacional."— Transcrição da apresentação:

1 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Propostas e parcerias Renata Monteiro Rodrigues Outubro/2012 IX Seminário Nacional de APLs de Base Mineral e VI Encontro da RedeAPLmineral

2 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral P Rede APLmineral Um dos principais instrumentos de informação voltado ao setor mineral, em especial para as MPEs do setor. Hoje é considerada referência nacional para o Grupo de Trabalho Permanente para Arranjos Produtivos Locais – GTP APL; Ferramenta de promoção da sinergia de esforços em solução de problemas comuns aos APLs participantes por meio da articulação, sensibilização, mobilização e divulgação de instrumentos, programas e informações de apoio ao desenvolvimento de APLs de Base Mineral; É resultado do esforço de Entes das três esferas de governo, da comunidade científica e tecnológica, do setor produtivo e de instituições de financiamento e fomento; Fórum de proposição e sugestão para elaboração de políticas públicas para o desenvolvimento de APLs.

3 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Sustentabilidade da Rede APLmineral Explorar oportunidades Suprir necessidades Reforçar ideias Sustentabilidade

4 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Papéis Importantes para o alcance da Sustentabilidade Mantenedor Garante o funcionamento da Rede, disponibilizando recursos para infraestrutura, sistematização, disponibilização e disseminação de informações sobre cadeias produtivas do setor mineral. Divulgador Realiza e coordena ações de divulgação sobre a RedeAPLmineral. Investidor Disponibiliza recursos financeiros e/ou materiais para sistematização, disponibilização e disseminação de informações sobre cadeias produtivas do setor mineral REDEAPLMINERAL Articulador Mobiliza o conjunto de organizações não governamentais, nacionais, regionais e locais que representa.

5 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Proposta – Sustentabilidade Dentre os objetivos estratégicos definidos no PDR está o de promover a governança da RedeAPLmineral de modo a contribuir para sua sustentabilidade, o que reforça a necessidade de se buscar novos parceiros. Objetivo Promover a sustentabilidade da RedeAPLmineral. Objetivos Específicos Dar continuidade às atividades que estão sendo desenvolvidas com êxito em prol dos APLs de base mineral do País Alcançar as metas estabelecidas para o período de 2012 a 2015 definidas do Plano Plurianual; Realizar Seminário Nacional de APLs de Base Mineral - evento anual que reúne as experiências brasileiras nos Arranjos Produtivos Locais; Realizar Encontro da RedeAPLmineral – evento anual responsável pela divulgação e disseminação da boa informação e das melhores práticas na cadeia produtiva do setor mineral;

6 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Objetivos Específicos – cont... Realizar visitas técnicas a fim de conhecer o APL e suas demandas, obter informações de campo, articular e debater com a governança local e com os produtores meios para o desenvolvimento do APL e divulgar as ações da RedeAPLmineral e do CT APLs de Base Mineral; Realizar oficinas de capacitação e disseminação da boa informação em APLs de base mineral; Ser o sistema de gestão do conhecimento do CT APL de Base Mineral; Rever o PDR e elaborar proposta para o próximo triênio; Proposta – Sustentabilidade

7 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Resultado Esperado Alcançar a sustentabilidade da RedeAPLmineral; Realizar os eventos promovidos pela Rede e CT APL de Base Mineral; Ter o PDR elaborado e implantado; Proposta – Sustentabilidade

8 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Oficinas de Capacitação e Disseminação da Boa Informação em APLs de Base Mineral Público Alvo gestores e liderança de APLs de base mineral Meta Realizar 2 (duas) oficinas anuais em cada região do Brasil, bem como a visita técnica ao APL selecionado Atualmente a RedeAPLmineral tem 60 APLs cadastrados, sendo assim distribuído: Centro-Oeste – 9; Nordeste – 15; Norte – 6; Sudeste – 23 ; Sul – 7 Objetivo Capacitar e disseminar a boa informação em APLs de base mineral a fim de alcançar o maior número de gestores e liderança dos APLs e cadastrar novos colaboradores para a RedeAPLmineral e CT APL Mineral.

9 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Objetivos Específicos Capacitar a governança dos APLs na utilização do Portal como canal de informação e as ferramentas e serviços disponíveis no portal da Rede e no Observatório; Divulgar as ações desenvolvidas e apoiadas pela RedeAPLmineral; Diagnosticar alternativas de atuação e divulgação da RedeAPLmineral nos APLs, especialmente onde não há infraestrutura tecnológica; Sensibilizar, mobilizar e articular os participantes dos APLs com vistas a implantar e consolidar a Rede, os Grupos de Trabalhos Setoriais (GTS) e o CT APLs de Base Mineral; Identificar e promover o cadastramento de colaboradores na Rede, nos GTS e no CT APLs de Base Mineral; Contribuir na elaboração, implantação e manutenção do Banco de APLs de Base Mineral no âmbito do Observatório de APLs; Oficinas de Capacitação e Disseminação da Boa Informação em APLs de Base Mineral

10 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Oficinas de Capacitação e Disseminação da Boa Informação em APLs de Base Mineral Resultados Esperados Divulgação do CT APL de Base Mineral como caminho para proposição de políticas públicas voltadas para os APLs de base mineral; Divulgação da RedeAPLmineral como instrumento de gestão do conhecimento e informação para os APLs de base mineral Divulgação do portal da Rede, bem como do Observatório de APLs, como ferramentas disponíveis para a obtenção de informações e dados que auxiliam a governança no desenvolvimento sustentável do APL;

11 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Revista RedeAPLmineral Ampliar e intensificar a divulgação do papel, da estrutura e das ações desenvolvidas pela RedeAPLmineral é um dos objetivos estratégicos definidos no PDR 2009 – Além do Portal, uma das ferramentas encontradas pela Rede para intensificar a divulgação foi a elaboração da Revista RedeAPLmineral Objetivo Divulgar o papel, a estrutura e as ações desenvolvidas pela RedeAPLmineral. Objetivos Específicos Divulgar as ações realizadas em prol do desenvolvimento dos APLs de base mineral; Divulgar as práticas participantes do Prêmio Melhores Práticas; Dar visibilidade às parcerias; Divulgar os serviços oferecidos pela RedeAPLmineral e parceiros;

12 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Resultados Esperados Ter maior divulgação do papel, da estrutura e das ações desenvolvidas pela RedeAPLmineral; Alcançar novas parcerias; Revista RedeAPLmineral

13 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Apoio no desenvolvimento dos APLs de Base Mineral por meio da orientação e disseminação da informação voltada ao setor; Participação nos processos que envolvem a RedeAPLmineral; Discussão na elaboração das políticas públicas especialmente no setor em que faz parte; Participação no grupo temático tanto da RedeAPLmineral quanto do CT APL de Base Mineral; Divulgação de matérias específicas das atividades realizadas pelo parceiro; Apoio na divulgação dos eventos realizados pelo parceiro tanto no portal da RedeAPLmineral quanto para os contatos cadastrados; Contrapartida

14 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Contrapartida da Rede Divulgação da empresa no portal da Rede; Acesso aos APLs para oferta de linhas de crédito/financiamento (no caso de bancos e instituições financeiras); Fornecimento do CNPJ para dedução no Imposto de Renda, especialmente para bancos; Acesso aos APLs para implementação dos programas de sustentabilidade ambiental; Divulgação em materiais da Rede para a promoção da empresa em seminários, feiras ou outros eventos da área de mineração; Participação nos Seminários com condições especiais, seja na forma presencial ou através da distribuição de material de divulgação; Incentivo à geração de negócios em seu segmento de atuação; Intermediação na dinamização das oportunidades de negócios entre os associados; Acesso exclusivo às informações dos eventos elaborados pela Rede; Recebimento de mailing com contatos realizados pela Rede; Troca de experiências com o corpo técnico; Mais alguma sugestão? Formas de Investimento Repasse de recursos; Pagamento direto de despesas (pagamento de pessoal, compra de equipamentos, custeio de passagens, etc) ;

15 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Últimas adesões à RedeAPLmineral e Prospecções ANICER Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia – SEDETEC – SE Articulador Federação das Indústria do Estado do Paraná - FIPAR

16 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Últimas adesões à RedeAPLmineral e Prospecções Divulgador Articulador Federação das Indústria do Estado do Paraná - FIPAR Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia – SEDETEC – SE Prospecções

17 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Como participar da RedeAPLmineral Pessoa física e jurídica: Por meio das comunidades da Rede Social do Observatório; Por meio do manifesto de interesse em fazer parte da RedeAPLmineral;

18 Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral FRASE DE EFEITO


Carregar ppt "Rede Brasileira de Informação de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Propostas e parcerias Renata Monteiro Rodrigues Outubro/2012 IX Seminário Nacional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google