A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A f ormação da economia global; Revolução Industrial Cap. 2- Seção: 2.1; 2.2; 2.3 Prof. Jeferson C. de Souza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A f ormação da economia global; Revolução Industrial Cap. 2- Seção: 2.1; 2.2; 2.3 Prof. Jeferson C. de Souza."— Transcrição da apresentação:

1 A f ormação da economia global; Revolução Industrial Cap. 2- Seção: 2.1; 2.2; 2.3 Prof. Jeferson C. de Souza

2 Da Técnica à Tecnologia Habilidades empregadas diretamente... Aplicações do conhecimento científico...

3 Por que surgiram as grandes navegações? Busca por mercados e matéria- Prima. Consequente aper- feiçoamento das Técnicas... Mercantilismo: Intervenção do estado na estado na economia; A balança comercial era favorável, ou não? Por quê?

4 Surgimento do colonialismo!!! Conquista e dominação; Exploração e exportação... Pacto colonial! Colônia relações somente com a metrópole Consequências!!! Consolidação da DIT; Esgotamento de recursos naturais nas colônias; Acumulação de capital na metrópole.

5 Como se formou a Divisão Internacional do Trabalho? Colônias- vendiam a baixos preços e compravam a altos preços... Povos dominantes controlavam as técnicas e o que deveria ser produzido... Escravidão, por quê? Questão do livro!!! Com o acúmulo de capital, metrópoles investiram onde?

6 Fatores: Capital acumulado; Matéria prima (jazidas ferro na Inglaterra); Energia (jazidas de cravão na Inglaterra); População: Mercado consumidor; Mão de obra. Quais eram os meios de transporte? 1ª Revolução Industrial entre séc. XVIII e XIX

7 Características e Mudanças Sociais Fonte de energia: Carvão Matéria Prima: Ferro; Têxteis; Ciclo Hidráulico e do Carvão Meios de Transporte: Trem e Barcos à vapor; Resultado: Transformação da Manufatura em maquinofatura. Econômica Divisão de tarefas-redução dos custos; Sociais Aumento da população em torno das fábricas; Violência; saneamento e desemprego; Políticas Manifestações e sindicatos; Espaciais Êxodo rural; Crescimento ao longo das redes ferroviárias.

8 Como foi a evolução? 2ª Revolução Industrial Aço como matéria prima; Ciclo do Petróleo como fonte de energia; Energia elétrica; Consequência: Grandes inovações; Rivalidade entre potências imperialistas na busca por matéria prima; Produção de massa: Taylorismo e Fordismo.

9 Produção em massa! Modelo TAYLORISTA Objetivo: acabar com o desperdício, a ociosidade e morosidade operária... O aperfeiçoamento se conquista com a especialização (...) divisão do trabalho em tarefas específicas (...) no ritmo das máquinas... Motivos: mão-de-obra pouco qualificada; trabalhadores eram imigrantes analfabetos; Alguns não falavam o mesmo idioma.

10 Produção em massa! Modelo FORDISTA - Henry Ford Coloca em prática as teorias de Taylor Objetivo: produzir com custo reduzido para a sociedade de massa; carros exatamente iguais... Manchete! Em 1905, a Ford tinha 33 fábricas nos Estados Unidos e 19 no estrangeiro. Todas produziam o mesmo carro negro, o Ford T – o carro de todo o mundo –, fabricando quinze milhões de exemplares de maneira Padronizada.

11 E o liberalismo econômico? Adam Smith ( ); O mercado regula a economia; Estado: segurança e ordem. Obras de infraestrutura... Pouca mudança na DIT Regime fordista: Divisão da produção- cada trabalhador realiza apenas uma tarefa... Regime taylorista: Tempo cronometrado; fixação de posto; e esteira...

12 Por que se expandiram as multinacionais pós 2ª Guerra Mundial? Retorno dos soldados... Mulher no mercado de trabalho... Transnacionais buscam: Redução de custos... Incentivos fiscais... Mercado consumidor...

13 3ª Revolução Industrial A partir da 2ª G.M. potência mundial EUA. Revolução técnico-científica / surgimento da Tecnologia. Avanços da robótica e da genética- Ênfase na década de 90-internet. Rapidez nos meios de transporte e informação. Consequências? Cada vez menos da mão-de-obra – Desemprego estrutural

14 Produção enxuta! Modelo TOYOTISTA Concepção "enxuta(clean, magra, sem gorduras). Eliminação do estoque. Objetivo: Eliminar o estoque e o desperdício, produzindo somente o que for necessário, JIT - "just in time". Passou a produzir automóveis com larga escala de cores, sem gerar custos adicionais – Customização. Ajustes rápidos e flexíveis das máquinas. Fábricas menores e descentralizadas, por quê?

15 Sedes das maiores transnacionais

16 Neoliberalismo: ideias políticas e econômicas (...) não participação do Estado na economia. Liberdade de comércio (...)garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social. Surgiu devido aos riscos!!! Inchaço do serviço público; Sindicatos; Gastos sociais. Concordas ou não?

17 Pioneiros!!! Margareth Thatcher, enfrentou os sindicatos (...) leis que lhes limitassem a atividade, privatizou, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e empresas, estabilizou a moeda. Em seguida Reagan e Pinochet No final dos anos 90, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo. Contraponto: o Fórum Social Mundial foi uma proposta ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

18 (UNEAL-2011) A primeira eleição de Ronald Reagan para a presidência dos Estados Unidos (1980) coincidiu com o início do governo de Margaret Thatcher, líder do Partido Conservador, na Inglaterra. Orientados por uma mesma concepção de governo, dariam dimensão internacional ao neoliberalismo (...) Alceu L. Pazzinato e Maria Helena V. Senise, História Moderna e Contemporânea A doutrina econômica a que o texto se refere defende a) o Estado de Bem Estar Social nas nações subdesenvolvidas. b) a prática da estatização dos recursos naturais. c) a intervenção mínima do Estado da economia. d) o desestímulo à livre circulação de capitais internacionais. e) a criação de rígida legislação de proteção ao trabalho.

19 (UFAL) O Capitalismo Moderno é um sistema político e econômico que ainda predomina no mundo atual. Ele apresenta uma série de características, como as que são mencionadas a seguir, exceto: a) a globalização do capital financeiro. b) a intensificação dos monopólios. c) a redução considerável do direito à propriedade privada dos meios de produção. d) o aumento da produtividade do trabalho. e) a competição de oligopólios no mercado internacional.

20 Muito Obrigado pela atenção!!!


Carregar ppt "A f ormação da economia global; Revolução Industrial Cap. 2- Seção: 2.1; 2.2; 2.3 Prof. Jeferson C. de Souza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google