A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carlos Torres Lídia Ciolette. Descrição do Projeto Reflorestar 1.000 ha de APPs na Zona da Mata Mineira com espécies florestais nativas; Os objetivos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carlos Torres Lídia Ciolette. Descrição do Projeto Reflorestar 1.000 ha de APPs na Zona da Mata Mineira com espécies florestais nativas; Os objetivos."— Transcrição da apresentação:

1 Carlos Torres Lídia Ciolette

2 Descrição do Projeto Reflorestar ha de APPs na Zona da Mata Mineira com espécies florestais nativas; Os objetivos da atividade do projeto são: Restaurar a estrutura, função e os serviços ambientais; fornecidos pelo ecossistema das APPs localizadas na região; Ampliar a biodiversidade das APPs, e contribuir para a criação de conectividade ecológica; Promover o sequestro de carbono nas APPs; Contribuir para reverter os processos de degradação de terras na Zona da Mata Mineira; e Criar oportunidades de emprego para os residentes locais nas proximidades das APPs.

3 Descrição da localização e limites da atividade de projeto F/R MDL Zona da Mata Mineira Situação local

4 Tecnologia a ser empregada pela atividade do projeto de F/R MDL As espécies nativas serão plantadas com espaçamento 3x2, utilizando o método de Quincôncio. Pioneiras Não Pioneiras

5 Nome CientíficoFamíliaG.E. Adenanthera pavonina L.FabaceaeSc Anadenanthera peregrina (L.) Speg.FabaceaeSi Apuleia leiocarpa (Vogel) J.F. Macbr.FabaceaeSi Caesalpinia ferrea Mart.FabaceaeSi Cariniana legalis (Mart.) KuntzeLecythidaceaeSt Cedrela fissilis Vell.MeliaceaeSt Centrolobium tomentosum Guillemin ex Benth.FabaceaeSi Chorisia speciosa A. St.-Hil.MalvaceaeSi Citharexylum myrianthum Cham.VerbenaceaeP Colubrina glandulosa PerkinsRhamnaceaeSi Dalbergia nigra (Vell.) Allemao ex Benth.FabaceaeSi Eugenia sp.MyrtaceaeSc Euterpe edulis Mart.ArecaceaeSt Genipa americana L.RubiaceaeSt Hymenaea courbaril L.FabaceaeSt Inga laurina (Sw.) Willd.FabaceaeSi Joannesia princeps Vell.EuphorbiaceaeP Peltophorum dubium (Spreng.) Taub.FabaceaeSi Plathymenia foliolosa Benth.FabaceaeP Platypodium elegans Vogel FabaceaeSi Psidium guajava L.MyrtaceaeP Samanea inopinata (Harms) Barneby & J.W. GrimesFabaceaeSi Sapindus saponaria L.SapindaceaeSi Schinus molle L.AnacardiaceaeP Senna multijuga (Rich.) H.S. Irwin & BarnebyFabaceaeSi Tabebuia avellanedae Lorentz ex Griseb.BignoniaceaeSt Tabebuia chrysotricha (Mart. ex A. DC.) Standl.BignoniaceaeP Tabebuia serratifolia (Vahl) G. NicholsonBignoniaceaeSt Tapirira guianensis Aubl.AnacardiaceaeP Zeyheria tuberculosa (Vell.) BureauBignoniaceaeSi Espécies identificadas na região

6 Avaliação da elegibilidade da terra 1963

7 1986

8 2011

9 Ano Remoção GEE nos sumidouros (tCO 2e ) Emissão GEE nos sumidouros (tCO 2e ) Estimativa das remoções líquidas reais de GEE nos sumidouros (tCO 2e ) ,00430, , ,1664, , ,5664, , ,360, , ,600, , ,480, , ,120, , ,640, , ,240, , ,200, , ,760, , ,280, , ,960, , ,520, , ,640, , ,680, , ,520, , ,520, , ,920, , ,040, , ,080, , ,200, , ,640, , ,560, , ,120, , ,040, , ,200, , ,000, , ,000, , ,000, ,00 Quantidade estimada de remoções líquidas de GEE nos sumidouros durante o período de 30 anos Pequena Escala ,33 tCO 2e

10 Barreiras Barreira Econômica Mesmo sendo uma exigência legal a prática restauração de APPs não acontece devido aos altos custos. A utilização de CER possibilita a recuperação da área por pagar parte dos custos de implantação do projeto.

11 Sem créditoslCERtCER VPLR$ ,17R$ ,84R$ ,49 Análise Econômica tCERR$ 180,94 lCERR$ 98,46 Preço mínimo do CERs para viabilizar o projeto

12 Área mínima para viabilizar o projeto tCER22.617,062 ha lCER49.231,566 ha Corresponde a respectivamente 0,63 e 1,38%, da área da Zona da Mata Mineira

13 Beneficios Custo de Tratamento de água e esgosto R$ 2,273/ m³ (COPASA, 2011) Consumo mínimo para atender as necessidades básicas segundo a ONU 3,3 m³/pessoa/mês População da Zona da Mata Mineira, segundo o IBGE: habitantes (Censo, 2010)

14 Beneficios Segundo Chaves et al. (2005), a presença de mata ciliar nos corpos dáguas reduzem em 74% dos custos de tratamento de água. No período do projeto seria gasto com o tratamento de água na região R$ ,30, com a presença da mata ciliar os custos seriam de R$ ,40 gerando um economia de mais de R$ 4 bi.

15 Muito Obrigado! Contatos:


Carregar ppt "Carlos Torres Lídia Ciolette. Descrição do Projeto Reflorestar 1.000 ha de APPs na Zona da Mata Mineira com espécies florestais nativas; Os objetivos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google