A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

4 as séries do Ensino Fundamental I - 2005. DEDICATÓRIA Pois bem... Chegando ao término de mais um ano letivo, pensamos como é maravilhoso fazer o que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "4 as séries do Ensino Fundamental I - 2005. DEDICATÓRIA Pois bem... Chegando ao término de mais um ano letivo, pensamos como é maravilhoso fazer o que."— Transcrição da apresentação:

1 4 as séries do Ensino Fundamental I

2 DEDICATÓRIA Pois bem... Chegando ao término de mais um ano letivo, pensamos como é maravilhoso fazer o que gostamos. Durante nossa caminhada sempre encontramos obstáculos, ora difíceis, ora fáceis, nos deparamos diante deles e somos obrigados a enfrentá-los frente a frente. Convivendo, praticamente, a maior parte dos nossos dias com crianças não podemos deixar de dizer que cada minuto de convivência é um aprendizado a mais em nossas vidas. Criança lembra VIDA e VIDA é tudo o que precisamos para continuar preenchendo nossa agenda de compromissos diários. Os poemas, abaixo, foram feitos com muito carinho após abordarmos as várias formas de VIVER das diferentes CRIANÇAS de vários lugares do mundo. Esperamos que gostem das palavras que foram, uma a uma, escritas para alertar, conscientizar e até mesmo humanizar cada leitor. Que a CRIANÇA que existe em você nunca deixe de sonhar e ter esperanças!

3 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 Amizade Toda criança tem um amigo Para brincar,rir e se divertir Toda criança pode sentir, Sorrir e se exibir. A amizade é pura lealdade E quando se conquista é Para a eternidade, A criança sempre a conquista Com facilidade Alexandre

4 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 BRINCAR Criança gosta de brincar de boneca e de carrinho, precisa de amor e carinho Hoje em dia as crianças trabalham, isso não é direito. Criança tem que brincar, isso até dói no peito! Criança sofre preconceito isso não é direito! Criança tem que sorrir, brincar e ser feliz. Amanda Colombo

5 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 RIANÇA A criança É carinhosa Tem sempre esperança A criança é a luz, A luz, do nosso caminho Ela é o carinho Ela é harmonia Fantasia Alegria para todo dia RAQUEL A criança é felicidade Símbolo de amor E bondade Então, tenho que dizer que Para ser uma criança Tem que saber: O que é amor O que é alegria de vencer a dor de todo dia!

6 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 CRIANÇAS.. Criança, criança, um ser racional e inquieto, não consegue parar um minuto. Com seu jeito de quem não quer nada,acaba conseguindo o mundo. Criança, como é gostoso ser! Todos já foram e se lembram como é bom. Mas como todos têm que um dia crescer... O dia que eu for adulto vou saber fazer mais coisas, e, com certeza, não vou me esquecer o significado da palavra criança... João Teodoro Pedroso

7 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ARINHO Criança traz carinho, traz amor, bondade e também traz felicidade. A criança alegra a cidade quando faz caridade. Criança busca harmonia, provoca alegria e, quando não tem frescura, tem pouca amargura. Ana Laura

8 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 riança A criança é alegria. A criança é o amor. Traz felicidade todo dia e acaba com a dor. Se a criança fosse o presidente o mundo seria feito de boa gente. Criança nos traz felicidade Com toda a sua bondade. Silvia

9 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ISCRIMINAÇÃO A criança não Tem discriminação Na verdade ela tem Um bom coração. A criança não Quer discriminar Ela quer brincar E estudar. Aneska Ela quer Se divertir E nunca parar de sorrir. Então, se a criança Quer diversão Não dá pra Pensar em discriminação!!

10 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 DUCAÇÃO A educação é essencial para a criança Se não tiver educação É motivo de preocupação! Quando é mal criada No futuro pode não dar em nada Mas se é bem educada No futuro será admirada ARHON

11 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ELICIDADE Toda criança é feliz, desde a ponta do dedo até o nariz. Todos têm um pouco de felicidade e também um pouco de malandragem. A criança traz felicidade às pessoas de qualquer idade. Quando algo parece incerto, não desanime, a felicidade estará sempre por perto. Breno Gianini

12 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 enerosidade A criança gosta de brincar, também tem que aprender a amar. Ela é muito generosa, mas não muito vaidosa. Ela come bacalhoada e dá muita gargalhada. Tem algumas bem gorduchas e outras muito murchas. Caio

13 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ARMONIA Quando uma criança fica em paz Tudo ao seu redor é alegria. Vive em paz com amigos e a família. Sua vida fica em harmonia. Uma criança tratada com amor vive calma, concentrada mas, quando parece infeliz, é porque está sendo maltratada. A harmonia é importante para todos é só assim que conseguimos ser feliz no dia-a-dia. Calebe Siqueira

14 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 maginação Criança tem muita imaginação São legais e inexplicáveis São inigualáveis Animam tudo. Com Criança Não tem jeito de ficar triste. Criança quando tem problemas Acaba deixando-os de lado. Criança não tem medos Criança quer ser feliz! Carolina Longato Pezatti

15 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 JOGAR Toda criança gosta De jogar bola E por onde andar Sempre vai aprontar Até quebrar algo na sala–de-jantar Entra em encrencas Com essa bola Mas nunca pára de jogar Joga até na escola!!! Deixe as crianças jogarem Para elas poderem brincar, Se divertir, E a vida simplesmente, curtir!!!! Carolina Scura Fares

16 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005LIBERDADE Toda criança tem liberdade para Brincar, cantar, dançar e estudar, Mas ela não deve é trabalhar. A liberdade é uma conquista Que deve ser respeitada. Criança livre é feliz e Não deixará de ser um aprendiz. Carolina Truzzi

17 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ENTIRA Criança adora mentir. Mente até demais. Mas quando é descoberta Não ganha confiança jamais! Daniel Poiati

18 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 NARIZ A CRIANÇA MACHUCOU O NARIZ. E DEPOIS, COMEÇOU A RIR SUA MÃE OLHOU E UM BAND-AID COLCOU O NARIZ COM CASQUINHA FICOU E A CRIANÇA SEQUER CHOROU! Daniella

19 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 LHAR Criança, seu olhar me fascina Pela beleza dos teus olhos Vejo que você quer chorar Se você chora, fico triste Se você sorri fico feliz A lágrima que você Derrama por esses olhos lindos Faz com que eu tenha Vontade de te abraçar!!! A cr hoje em dia Trabalha, se precisar Sua, mas nunca deixa de acreditar Que sendo livre, tudo pode mudar No fundo do meu Só desejo-lhe muita coragem Para que consiga Prosseguir sua viagem Guilherme Alves

20 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 PRESENTE Criança traz alegria Traz paz Harmonia todo dia Criança alegre, criança amada Criança feliz, criança contente Deus quando criou as crianças Nos deu um grande presente. Guilherme Esquiapatti Fernandes

21 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 Querer Querer lembra ter Criança quer tudo Até algo qualquer. Quando lhe convém algo insiste Até o fim, e quando o pai não deixa, ela fica triste. Criança é uma flor do jardim de Deus. Quando fica adulta, floresce e colore a natureza. Heitor Cherulli Resende

22 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 ESPEITO Toda criança tem direito ao carinho, amor, respeito e compreensão. Elas têm muito amor para dar e vender e também sentimentos verdadeiros. Ingrid Longo

23 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 Salvar Se o mundo fosse justo Melhor seria com as crianças Não haveria crianças trabalhando e A vida seria mais mansa Isso é injustiça! O bom seria, Pessoas amando, Crianças brincando E um mundo cada vez melhor. João Pedro D.

24 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 A criança é uma ternura. E sempre será uma doçura. A criança sabe nadar. E faz o pescador sonhar. A criança é uma beleza. Ela alegra a natureza. A criança é tudo. Ela alegra todo mundo João Pedro

25 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 NIÃO União nós temos que ter, principalmente, dos pais com as crianças. Agora eu começo falar do que as crianças gostam de fazer. Algumas gostam de ler, outras gostam de nadar, irem até o fundo do mar. E outras, quando não têm condição, usam a sua imaginação. Mas não é só isso, não voltando ao nosso assunto, a criança tem o dom de unir pessoas para melhorar o mundo. Kainan

26 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 VALOR Toda criança tem valor, direito a vida, paz e amor. Criança é vaidosa e também muito amorosa. Elas têm amor no coração e bondade de montão. Criança gosta da verdade, carinho e amizade. Larissa

27 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005XERETA A criança É muito xereta Mexe em tudo Que tem na gaveta. A xeretice da criança É uma coisa necessária Ela explora e brinca Descobre e fala. O choro da criança Pode ser de felicidade Ou pode ser de tristeza. Quando está feliz, se vê delicadeza. Quando está triste, precisa ser tratada com sutileza. Se ela cair, chora, mas logo ignora! Mas se ela sorrir É que não sabe fingir o que esta por sentir. Luisa

28 POESIA DE CRIANÇA 4ª SÉRIE C E.F.I/2005 OEIRA Criança é sempre uma zoeira Sempre na bagunça Sempre zoando e fazendo brincadeira Em todo lugar que vai Faz uma tremenda bagunça Se juntam às outras E aí, vira uma festa de criança! Quando em casa faz zoeira Mãe, avó, a família inteira Ficam todos uma fera O castigo vem ou chinelo vai Mesmo assim, não se desespera mais! Priscilla Moreti Lopes


Carregar ppt "4 as séries do Ensino Fundamental I - 2005. DEDICATÓRIA Pois bem... Chegando ao término de mais um ano letivo, pensamos como é maravilhoso fazer o que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google