A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 2 Sistemas de classificação famílias basais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 2 Sistemas de classificação famílias basais."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 2 Sistemas de classificação famílias basais

2 Sistemas de classificação Classificação: delimitação, ordenamento de taxa Sistemas de classificação: Artificiais: baseados em um ou poucos caracteres Naturais: baseados na afinidade natural dos vegetais Filogenéticos: baseados na história evolutiva dos grupos de vegetais

3 Sistemas artificiais - (1580 até cerca de 1760) Período descritivo: hábito vegetativo, tipos de inflorescência Teophrastus ( aC, grego) Pai da Botânica- Pupilo de Aristóteles Andreas Caesalpinus ( , italiano) expressou necessidade de um sistema ser: (1) fácil de usar, (2) estável, (3) de fácil memorização, (4) preditivo, (5) conciso Período de utilização de caracteres numéricos: caracteres de fácil reconhecimento (raízes, folhas, flores e frutos) poucos caracteres pesos escolhidos a priori Sistemas de classificação Sistemas artificiais

4 Carolus Linnaeus ( ) - sueco Publicações: Systema Naturae (1735) Genera Plantarum (1737) Species plantarum (1753) Pai da taxonomia- Desenvolveu o sistema binomial de nomenclatura Elaborou Sistema de Classificação Lineano ou Sexual - baseado nas relações numéricas de partes florais, principalmente estames e pistilos

5 Sistemas naturais - (1760 até cerca de 1880) Baseados em relações morfológicas Sistemas de classificação Sistemas naturais Michel Adanson ( , francês) 1763/64 - Primeiro a rejeitar os sistemas artificiais Todos os órgãos devem ser levados em consideração Peso deve ser igual para diferentes caracteres

6 Sistemas de classificação Sistemas artificiais Jean-Baptiste Lamarck ( , francês) 1778 – Apresentou um sistema de pesos, indicando valores de similaridade para características. Publicação em forma de chave dicotômica para identificação de plantas

7 Sistemas de classificação Sistemas naturais de Jussieu – Antoine ( ), Bernard ( ), Joseph ( ) Antoine Laurent (sobrinho) ( ) Adrien ( ) Bernard dividiu as plantas com flores com base no nº dos cotilédones, posição do ovário, presença/ausência de pétalas, fusão/separação pétalas Antoine Laurent ( , francês) classificação das plantas em acotiledôneas, monocotiledôneas, dicotiledôneas

8 Sistemas de classificação Sistemas naturais de Candolle – Augustin Pyramus ( , suíço) Alphonse Louis ( , franco-suíço) 1819 e Prodromus systematis naturalis regni vegetabilis Classificaram e descreveram todas as espécies de plantas com sementes conhecidas Uso de características anatômicas

9 Sistemas de classificação Alfred Russell Wallace Charles Darwin Publicação: Origem das espécies (1859) EVOLUÇÃO

10 Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos Sistemas filogenéticos - (1880 até o presente) Utilização de dados naturais + análise filogenética Heinrich Gustav Adolf Engler ( , alemão) primeiro sistema sistema modificado por Melchior e Wedermann

11 Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos SISTEMA DE ENGLER, MELCHIOR, WEDERMANN, 1964: SYLLABUS DER PFLANZENFAMILIEN Divisão: ANGIOSPERMAE Classe Dicotyledoneae Subclasse Archichlamydeae (= aclamídeas, monoclamídeas, diclamídeas dialipétalas) Subclasse Sympetalae (Metachlamydeae) (= diclamídeas gamopétalas) Classe Monocotyledoneae

12 Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos Charles Edwin Bessey ( , norte-americano) Princípios de Bessey (1915) – primeiras diretrizes para o estabelecimento de filogenias 1. A evolução tanto pode ser uma progressão como uma regressão dos caracteres 2. A evolução não abrange todos os órgãos ao mesmo tempo 3. De um modo geral, árvores e arbustos são mais primitivos que ervas 4. Árvores e arbustos são mais primitivos que trepadeiras 5. Ervas perenes são mais primitivas que as anuais 6....

13 Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos Armen Takhtajan (1910-? - Azerbaijão) (1966, 1969, 1980, 1997) Divisão Magnoliophyta Classes Magnoliopsida (dicotiledôneas) e Liliopsida (monocotiledôneas) Classes são subdivididas em subclasses, superordens, ordens e famílias. Similar ao sistema de Cronquist, embora mais complexo em categorias taxonômicas superiores. Favorece ordens e famílias pequenas, para melhor compreensão das relações evolutivas.

14 Divisão Magnoliophyta Classes Magnoliopsida (dicotiledôneas) com 6 subclasses e Liliopsida (monocotiledôneas) com 5 subclasses Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos Arthur Cronquist ( , norte-americano) 1968, 1981, 1988

15 Rolf Dahlgren ( , sueco) 1975, 1980, 1989 Importância dos metabólitos secundários e tipos de plastídios nos elementos crivados Diagramas representando uma secção transversal de uma árvore filogenética ("Dahlgrenograms") Ênfase nas monocotiledôneas Sistemas de classificação Sistemas filogenéticos

16 (1968, 1976, 1992) Sistema rico em superordens Nenhum grupo atual é colocado sendo ancestral direto de outro Robert Thorne (1920-?, norte-americano)


Carregar ppt "Aula 2 Sistemas de classificação famílias basais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google