A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MBA FAFICA - SEGURANÇA DO TRABALHO 1. ACIDENTE DO TRABALHO É um fato não premeditado do qual resulta dano considerável. Fonte: Organização Mundial de.

Cópias: 1
ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO – UNIVERSO 7. SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Conjunto de normas e procedimentos adotados para a integridade física e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MBA FAFICA - SEGURANÇA DO TRABALHO 1. ACIDENTE DO TRABALHO É um fato não premeditado do qual resulta dano considerável. Fonte: Organização Mundial de."— Transcrição da apresentação:

1 MBA FAFICA - SEGURANÇA DO TRABALHO 1

2 ACIDENTE DO TRABALHO É um fato não premeditado do qual resulta dano considerável. Fonte: Organização Mundial de Saúde-O.M.S.

3 Um acidente é uma ocorrência numa série de fatos que, em geral e sem intenção, produz lesão corporal, morte ou dano material. Fonte: Conselho Nacional de Segurança -- EUA ACIDENTE DO TRABALHO

4 Consideram o acidente como: um fato súbito, inesperado, imprevisto, ( embora, algumas vezes previsível) e não premeditado ou desejado.

5 Consideram o acidente como: como causador de dano considerável, embora não especifique que se trata de dano econômico ( prejuízo material) ou de dano físico nas pessoas ( sofrimento, invalidez ou morte ).

6 Em resumo, o que caracteriza o acidente é o de ser um fato subitâneo, agudo, inesperado ou imprevisto e não desejado, podendo causar danos materiais, corporais ou ambos.

7 Distinguir o acidente e as lesões ou danos ACIDENTE: é o contato com uma canalização quente. LESÃO: será a queimadura que possa disso resultar.

8 Acidente é a ocorrência imprevista e não desejada de que resulta lesão pessoal ( imediata ou mediata ) ou de que decorre risco próximo ou remoto dessa lesão. Três tipos principais de acidente: # com lesão pessoal imediata (traumática) # com lesão pessoal mediata (doença prof.) # sem lesão.

9 No Brasil, o Decreto de 28/11/1967, aprova o Regulamento do Seguro de Aciden tes de Trabalho e em seu art.3 define: Será aquele que ocorrer pelo exercício do trabalho, a serviço da empresa provocando lesão corporal, perturbação funcional ou doença que cause a morte ou a perda ou redução permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho.

10 São também considerados acidentes do trabalho: acidente sofrido pelo empregado no local e no horário do trabalho, em consequência de: ato de sabotagem ou terrorismo praticado por terceiro, inclusive companheiro de trabalho.

11 São também considerados acidentes do trabalho: acidente sofrido pelo empregado no local e no horário do trabalho, em consequência de: ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa relacionada com o trabalho.

12 ato de imprudência ou de negligência de terceiro, inclusive companheiro de traba lho. ato de pessoa privada do uso da razão. desabamento, inundação ou incêndio. outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior.

13 Acidente sofrido pelo empregado, ainda que fora do local de trabalho: na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autoridade da empresa.

14 Acidente sofrido pelo empregado, ainda que fora do local de trabalho: na prestação espontânea de qualquer ser viço à empresa, para lhe evitar prejuízo ou proporcionar proveito.

15 Acidente sofrido pelo empregado, ainda que fora do local de trabalho: em viagem em serviço da empresa, seja qual for o meio de locomoção utilizado, inclusive veículo de propriedade do empregado.

16 no percurso da residência para o trabalho ou deste para aquela. no percurso de ida e volta para refeitório no intervalo do trabalho.

17 Entende-se como percurso o trajeto usual da residência ou do local de refeição para o trabalho, ou deste para aqueles, locomo vendo-se o empregado a pé ou valendo-se de transporte da empresa ou próprio ou da condução normal. No período destinado `a refeição ou des canso, ou por ocasião da satisfação de outra necessidade fisiológica, no local ou durante o horário do trabalho, o em pregado será considerado a serviço da empresa.

18 A cobertura de acidente de trajeto não se aplica ao acidente sofrido pelo empregado que tiver: por seu interesse, modificado o percurso da residência para o trabalho, deste para residência. ou no percurso de ida e volta, para refei ção, no intervalo do trabalho.

19 ACIDENTES DO TRABALHO Classificação: Fortuitas Causas extrínsecas Dependentes do ambiente ou das condições do trabalho

20 CAUSAS EXTRÍNSECAS Fortuitas : Explosões Tempestades Curto – circuitos Incêndios

21 CAUSAS EXTRÍNSECAS Temperatura Ar confinado, poluido, contaminado Iluminação defeituosa Dependentes do Ruídos, trepidações ambiente ou das Defeitos inerentes ao condições de local de trabalho trabalho Roupas impróprias e falta de proteção

22 CAUSAS INTRÍNSECAS Incompetência e desatenção Negligência e falta de colaboração Inflexão e indisciplina Falta de capacidade de concentração Esquecimento e simulação Doenças e predisposição CAUSAS EXTRÍNSECO – INTRÍNSECAS Infortuniogênese

23 A maioria dos acidentes envolve atos inseguros e condições inseguras. Ambas são resultantes de falhas humanas. Quando ferramentas e equipamentos são usados impropriamente, tais atos inseguros se tornam causas importantes de acidentes.

24 HIGIENE INDUSTRIAL É o conjunto de conhecimentos relativos ao estudo e controle dos ambientes de trabalho visando à melhoria da saúde e ao conforto do trabalhador. Em higiene industrial estuda-se as doenças ligadas à profissão dos trabalhadores. A higiene industrial tem caráter preventivo, pois visa evitar que os trabalhadores adoeçam e percam dias de trabalho ou sejam afastados definitivamente.

25 Um bom programa de higiene industrial tem como objetivos principais: a eliminação das causas das doenças profissionais. a redução dos efeitos prejudiciais provo cados pelo trabalho em pessoas doentes portadoras de defeitos físicos. a prevenção do agravamento de doenças ou lesões. a manutenção da saúde dos trabalhadores e aumento da produtividade através do controle do ambiente de trabalho.

26 Esses objetivos poderão ser obtidos: através da educação dos mecânicos, ajudantes de mecânicos, supervisores, gerentes e outros indicando os perigos existentes e ensinando como evitá-lo. mantendo um constante estado de alerta contra os riscos existentes na oficina e demais dependências. pelos estudos e observações dos novos processos ou materiais a serem utilizados

27 Para eliminar os riscos existentes nos ambientes de trabalho, é preciso primeiro reconhecê-lo e logo após atacá-los em sua origem. Para eliminação muitas vezes envolve projetos de engenharia, mudança de produtos, mudança dos equipamentos, controle médico ou simplesmente educação dos funcionários.

28 DOENÇA DO TRABALHO Qualquer das doenças profissionais inerentes a determinados ramos de atividade. Doenças Profissionais: Intoxicações, Infecções e Infecções e Afecções Afecções

29 As doenças do trabalho podem ser agentes químicos, biológicos, físicos e mecânicos ( ruído excessivo, temperatura extrema ). As vias de penetração no organismo podem ser : Respiratória. Cutânea. Digestiva.

30 Agentes Químicos São os que ocupam o lugar mais importante entre os causadores de doenças profissionais. Duas razões para isso: Pelo grande número de produtos químicos disponíveis no mercado e usados pelas disponíveis no mercado e usados pelas empresas. empresas. Pelas consequências bastante sérias que Pelas consequências bastante sérias que muito desses produtos são capazes de muito desses produtos são capazes de ocasionar a saúde. ocasionar a saúde.

31 Agentes Biológicos São representados por organismos capazes de ocasionar doença. Principais: Micose Micose Dermatose Dermatose Brucelose Brucelose

32 Agentes Físicos São múltiplos, podendo estar presente em todos os locais de trabalho. Pela sua multiplicidade e pelas consequên cias que podem produzir, ocupam lugar de destaque entre os causadores de doenças ocupacionais.

33 Podemos classificar os Agentes Físicos em: pressão atmosférica ( ar comprimido, ar rarefeito ); rarefeito ); temperatura e umidade; temperatura e umidade; iluminação; iluminação; energia radiante ( radiação infravermelha, energia radiante ( radiação infravermelha, ultravioleta ou radioatividade ) ultravioleta ou radioatividade ) ruído ruído

34 Agentes Mecânicos Compreendem as vibrações, atritos, movimentos repetidos, posições viciosas de trabalho

35 Na prevenção das doenças profissionais, além da eliminação ou proteção contra os agentes causadores, são também da maior importância medidas de ordem médica

36 Estas dizem respeito : à vigilância da saúde do trabalhador. à vigilância da saúde do trabalhador. exames médicos admissionais. exames médicos admissionais. exames periódicos. exames periódicos. prática de hábitos higiênicos por parte prática de hábitos higiênicos por parte dos trabalhadores. dos trabalhadores. a eliminação das fontes causadoras de a eliminação das fontes causadoras de doenças, prevenção da dispersão de doenças, prevenção da dispersão de contaminantes e proteção do trabalhador contaminantes e proteção do trabalhador

37 Vigilância da Exposição e dos Efeitos sobre a Saúde Domínio Externo & Interno Domínio Interno

38 Modelo Teórico de Inteligência Organizacional Dados Externos de SST Dados Externos de SST (ambiente externo) (ambiente externo) Dados Externos de SST Dados Externos de SST (ambiente externo) (ambiente externo) Dados Internos de SST (ambiente interno) Dados Internos de SST (ambiente interno) ANÁLISEANÁLISEANÁLISEANÁLISE CONHECIMENTO EXTERNO CONHECIMENTO INTERNO ANÁLISEANÁLISE CONHECIMENTO CONSOLIDADO TOMADA DE DECISÃO

39 Tributação em SST RAT (SAT) FAP RAT AJUSTADO

40 O que é o RAT? É a contribuição da empresa, destinada ao financiamento da aposentadoria especial e dos benefícios concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho (GIIL-RAT) e incide sobre a folha de pagamento. 1% Leve 2% Médio 3% Grave

41 /00 - Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação (2%) 254/2009 (FAP a 2008) 451/2010 (FAP a 2009) 579/2011 (FAP a 2010)

42 /00 Fabricação de intermediários para plastificantes, resinas e fibras 3% /00 Fabricação de intermediários para plastificantes, resinas e fibras 3% 254/2009 (FAP a 2008) 451/2010 (FAP a 2009) 579/2011 (FAP a 2010)

43 O que é o FAP? Índice atribuído à empresa em função da sinistralidade. Calculado com base em estatísticas de a cidentes e doenças do trabalho e considera: Frequência - Gravidade - Custo RAT (1%, 2% ou 3%) RAT FAP (0,5 a 2) FAP X = RAT AJUSTADO

44 Que períodos contam para a apuração do FAP? FAP A Previdência usa dois anos de informações de sua base de dados para o cálculo do FAP, conforme tabela abaixo: X X X X

45 RAT ajustado de 8 grandes empresas (3% x FAP)

46 Custo do RAT ajustado de 8 grandes empresas (3% x FAP)

47 ECONOMIA POSSÍVEL DEFININDO UMA META DE FAP = 1

48 E os Custos Indiretos? CUSTOS DIRETOS CUSTOS INDIRETOS O Método de Heinrich avalia o custo indireto como sendo quatro vezes o custo direto.

49 QUESTÃO FINAL Philip Kotler (Marketing para o Século XXI) diz que só existem três tipos de empresas: as que fazem as coisas acontecerem as que fazem as coisas acontecerem as que ficam observando o que acontece as que ficam observando o que acontece as que ficam se perguntando o que aconteceu as que ficam se perguntando o que aconteceu

50 Avalie o ambiente de trabalho quanto aos atos inseguros e condições inseguras:

51 (81)


Carregar ppt "MBA FAFICA - SEGURANÇA DO TRABALHO 1. ACIDENTE DO TRABALHO É um fato não premeditado do qual resulta dano considerável. Fonte: Organização Mundial de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google