A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EPÍSTOLA DE TIAGO Pr Luciano R. Peterlevitz – EBD da Missão Batista Vida Nova, 05/09/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EPÍSTOLA DE TIAGO Pr Luciano R. Peterlevitz – EBD da Missão Batista Vida Nova, 05/09/2010."— Transcrição da apresentação:

1 EPÍSTOLA DE TIAGO Pr Luciano R. Peterlevitz – EBD da Missão Batista Vida Nova, 05/09/2010.

2 1. EPÍSTOLAS GERAIS As Epístolas Gerais (também chamadas de católicas, universais) não foram escritas a uma comunidade cristã particular, mas aos cristãos em geral. São elas: uma de Tiago; uma de Judas; duas de Pedro; três de João. Tiago escreveu para às doze tribos que se encontram na Dispersão (1.1), ou seja, ao novo Israel de Deus, a Igreja, espalhada por todo o mundo grego-romano.

3 2. TIAGO Tradicionalmente o autor desta epístola tem sido identificado com Tiago, líder da igreja de Jerusalém (Gl 2.9,12; cf. At 12.17; 15.13; 21.18), irmão do Senhor (Gl 1.19; cf. Mt 13.55; Mc 6.3), e também irmão de Judas (Jd 1.1). Ou, o autor pode ser outro apóstolo de Cristo, o filho de Alfeu (Mt 10.3). De qualquer forma, Tiago, bem como seus leitores, tem bastante familiaridade com o Antigo Testamento: 1.5, 11 (cf. Is ); , 21, 25; 5.10, 11, 17.cf. At 12.17; 15.13; 21.18)

4 3. DATA E OCASIÃO Possivelmente Tiago escreveu aos crentes judeus espalhados por toda a diáspora (dispersão), depois da destruição de Jerusalém em 70 d.C. Mas, se o autor é Tiago, irmão do Senhor, morto em 62 d.C. (de acordo com Josefo), então a carta foi escrita bem mais cedo. A epístola teria sido escrita antes das epístolas de Paulo, portanto entre 49 e 50 d.C.

5 4. PROPÓSITO A Epístola de Tiago tem por objetivo alinhar a fé à prática das boas obras: Tiago convoca as comunidades cristãs à ação, mediante a prática da Palavra de Deus: É interessante que o nome de Jesus aparece somente duas vezes na epístola (1.1 e 2.1). Mas o exemplo de Jesus está subentendido ao longo da carta, mediante a convocação da misericórdia para com o próximo.

6 4. PROPÓSITO As exortações de Tiago, pronunciadas a partir de uma perspectiva ética da fé pessoal, recordam as de Jesus nos Sinóticos (ver a Introdução aos Evangelhos), mais especialmente em Mateus, em discursos como o Sermão do Monte (Mt 57). Assim sucede quando Tiago se refere à sinceridade da fé ( ; ; ), a resistir às provações com paciência (1.2-4,12-15; ), a não julgar os demais ( ; ), a refrear a língua (1.26; ), a não jurar (5.12) e a perseverar na oração ( ). Bíblia de Estudo Almeida - Revista e Corrigida.

7 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) O valor das provações: Tiago afirma que podemos nos alegrar quando passamos por várias provações, pois esta produz perseverança, levando- nos à perfeição e à integridade.

8 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) Buscando a sabedoria: Deve-se orar com fé, não duvidando. Quem duvida tem ânimo dobre, ou coração dobre.Isto é, quem hoje pensa uma coisa e amanhã outra. Refere-se àqueles que balançam entre dois modos contraditórios de se comportar.[1] Tal pessoa é como um bêbado cambaleante, ou como um navio agitado pelo mar tempestuoso.[1] [1] Sociedade Bíblica do Brasil. 2002; Bíblia de Estudo Almeida - Revista e Corrigida. Sociedade Bíblica do Brasil

9 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) A origem do pecado: Deus prova a nossa fé (Gn 22.1), mas não tenta para o mal. Alguém já disse que Satanás tenta para extrair o mal; Deus testa para extrair o bem. A tentação origina-se em nós mesmos. O pecado é comparado a uma gestação: ele fecunda- se no coração, e nasce no ato.

10 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) A origem do bem: Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem de Deus. Dádiva é a tradução do grego dosis, presente. O mesmo sentido tem dom, do grego dorema. Esta palavra, contudo, é muito forte, e enfatiza a idéia de algo completo e magnânimo.

11 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) As obras e a fé: Diferentemente do apóstolo Paulo, que expõe a fé como meio para a salvação (Ef 2.8), Tiago expõe as obras como prova da verdadeira fé: Paulo se concentra no meio da salvação. Tiago se concentra no resultado da salvação.

12 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) A língua perigosa: A língua é um pequeno membro, mas causa grandes estragos.

13 5. BREVE ANÁLISE (TEXTOS SELECIONADOS) A verdadeira sabedoria: A sabedoria bíblica não pode ser confundida com conhecimento teórico. A verdadeira sabedoria vem do alto, mas não permanece no alto. Ela se personifica em atos de misericórdia (v.17) e justiça (v.18). Somos convocados não só a evitar a injustiça (5.1-6), mas também a promovermos a justiça (3.18). Deixar de fazer o bem é tão pecaminoso quanto fazer o mal (4.17).

14 CONCLUSÃO A Epístola de Tiago é um chamado à fé prática. A Igreja precisa alinhar-se na luta pela paz e justiça no mundo.

15 CONCLUSÃO Se a situação histórica de dependência e dominação de dois terços da humanidade, com seus 30 milhões anuais de mortos de fome e desnutrição, não se converte no ponto de partida de qualquer teologia cristã hoje, mesmo nos países ricos e dominadores, a teologia cristã não poderá situar e concretizar historicamente seus temas fundamentais. Suas perguntas não serão perguntas reais. Passarão ao lado do homem real.

16 CONCLUSÃO Por isso, como observava um participante do encontro de Buenos Aires, é necessário salvar a teologia do seu cinismo. Porque, realmente, diante dos problemas do mundo de hoje, muitos escritos de teologia se reduzem a um cinismo. Hugo Assmann


Carregar ppt "EPÍSTOLA DE TIAGO Pr Luciano R. Peterlevitz – EBD da Missão Batista Vida Nova, 05/09/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google