A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Apocalipse O livro da Revelação Estudo 03 Ouça o que o Espírito diz Texto bíblico: Ap 2.1-29 Texto áureo: Ap 2.17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Apocalipse O livro da Revelação Estudo 03 Ouça o que o Espírito diz Texto bíblico: Ap 2.1-29 Texto áureo: Ap 2.17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito."— Transcrição da apresentação:

1 O Apocalipse O livro da Revelação Estudo 03 Ouça o que o Espírito diz Texto bíblico: Ap Texto áureo: Ap 2.17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.

2 Entendendo a figura inicial 12 E voltei-me para ver quem falava comigo. E, ao voltar-me, vi sete candeeiros de ouro, 13 e no meio dos candeeiros um semelhante a filho de homem, vestido de uma roupa talar, e cingido à altura do peito com um cinto de ouro; 14 e a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve; e os seus olhos como chama de fogo; 15 e os seus pés, semelhantes a latão reluzente que fora refinado numa fornalha; e a sua voz como a voz de muitas águas. 16 Tinha ele na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois gumes; e o seu rosto era como o sol, quando resplandece na sua força. 17 Quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo: Não temas; eu sou o primeiro e o último, 18 e o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo pelos séculos dos séculos; e tenho as chaves da morte e do hades. 19 escreve, pois, as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de suceder. 20 Eis o mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete candeeiros de ouro: as estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candeeiros são as sete igrejas.

3 Introdução I João foi parar em Patmos, uma ilha grega que Roma usava para exilar seus inimigos, simplesmente porque liderando a sua igreja em Éfeso e em toda a Ásia, não podia se sujeitar à determinação do Imperador Domiciano, no final do 1º século da Era Cristã, para que ele fosse aclamado como deus de todo o Império Romano.

4 Introdução II Tito Flávio Domiciano (51/96 a.D.) reinou de 81 a 96, num dos mais longos períodos dos césares. Era filho de Tito que destruiu o templo em Jerusalém. É tido como um dos mais paranoicos dos imperadores romanos, comparado a Calígula e Nero. Como resolveu deificar-se, os cristãos passaram a ser perseguidos porque não aceitavam este sacrilégio. João era um líder dentre os cristãos e por não negar a Cristo, foi castigado sendo exilado para uma ilha de minas de carvão, para onde Roma mandava os seus inimigos políticos.

5 Introdução III A primeira incumbência dada a João, o apóstolo do amor, foi de escrever uma carta em nome de Cristo às igrejas existentes na época, cartas estas que serviriam de referência para todas as igrejas que viessem em todo o tempo posterior a se organizarem em nome de seu Mestre e Senhor. Interessante a inspiração de Deus para o seu apóstolo. Começar uma mensagem escatológica, com sete cartas a sete igrejas. Sob a perspectiva humana, não havia porque misturar os assuntos. Cartas foram escritas no passado, e até pelo próprio João, mas foram inscritas como livros diferentes no cânon bíblico do NT. Por que então, trazer para o contexto do final dos tempos, a mensagem iminentemente atual na época, das cartas que estão registradas nesses dois capítulos do livro da Revelação?

6 Sendo o mentor da história, o Senhor sabia que, como a mensagem bíblica estava se encerrando, ele precisava deixar registrada a sua palavra para sete igrejas da época, de forma que seus conselhos e alertas, servissem de alento e advertência para todas as igrejas que viriam a se reunir por todos os tempos vindouros. Embora as sete igrejas da época fossem perfeitamente identificadas, a mensagem para cada uma delas, seria apropriada para milhares de outras que surgiriam dessa época em diante. E, sem dúvida, isto tem acontecido nos 20 séculos que se seguiram: Introdução IV

7 A primeira carta é dirigida exatamente à igreja que o apóstolo João mais devia conhecer. Segundo a história ele foi exilado de Éfeso e enviado para Patmos, exatamente porque se insurgiu com sua igreja contra o culto ao Imperador, prática que Domiciano estava introduzindo em todas as províncias do Imperío Romano. As referências feitas pelo Senhor à igreja, portanto, deviam ser bem conhecidas pelo apóstolo que era muito amado pelas ovelhas da igreja. O primeiro amor de que o Senhor lhes fala, devia ser a falta de fervor evangelístico. Aquela igreja, deve nos ensinar hoje, que podemos estar bem em tudo mais como igreja de Cristo, mas não podemos deixar de pregar e atrair os pecadores a Jesus. O próprio Senhor Jesus recomendou isto à sua igreja. Primeira Carta Igreja de Éfeso Apocalipse 2.1-7

8 1 Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: 2 Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são e os achaste mentirosos; 3 e tens perseverança e por amor do meu nome sofreste, e não desfaleceste. 4 Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. 5 Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres. 6 Tens, porém, isto, que aborreces as obras dos nicolaítas, as quais eu também aborreço. 7 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.

9 Segunda Carta Igreja de Esmirna Apocalipse A segunda carta é escrita a uma igreja próxima à cidade de Éfeso. Digamos que iniciando um percurso circular, o Senhor orientou o seu apóstolo a escrever à sua igreja que se reunia em Esmirna. Sua mensagem vale para as verdadeiras igrejas de Cristo até os nossos dias, praticamente. É uma mensagem de conforto e resistência ao padecimento que muitas vezes enfrentamos. Embora hoje, vivamos numa cultura que se diz cristã, e em grande parte do mundo, o respeito ao direito de expressão religiosa exista, é verdade que muitas igrejas de nosso Senhor Jesus Cristo, em certas regiões do globo, estão a passar, não por uma tribulação de dez dias, mas de séculos, com alternância para mais ou para menos em sua intensidade.

10 8 Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto e reviveu: 9 Conheço a tua tribulação e a tua pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que dizem ser judeus, e não o são, porém são sinagoga de Satanás. 10 Não temas o que hás de padecer. Eis que o Diabo está para lançar alguns de vós na prisão, para que sejais provados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar- te-ei a coroa da vida. 11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer, de modo algum sofrerá o dano da segunda morte.

11 Continuando o percurso circular ascendente na Ásia, depois de passar por Éfeso e Esmirna a terceira cidade a ser atingida com a mensagem é a de Pérgamo. O que o Senhor vai dizer a respeito da cidade de Pérgamo, presta-se praticamente para todas as grandes cidades do mundo hoje. Realmente, cidades como Nova Iorque, Londres, Paris, Tóquio, Calcutá, e mesmo Rio ou SP, são verdadeiros tronos de Satanás, pelo mal e pecado que nelas se instalam com os seus antros de prostituição, luxúria, vício e degradação. No caso específico de Pérgamo, a citação referia-se a um templo existente na cidade, consagrado ao deus da mitologia grega, Zeus, (Júpiter na mitologia romana), que por ser o maior de todos, seria representado por sua figura assentada em um trono. Sei onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; mas reténs o meu nome, e não negaste a minha fé..." Terceira Carta Apocalipse

12 12 Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois gumes: 13 Sei onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; mas reténs o meu nome e não negaste a minha fé, mesmo nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. 14 entretanto, algumas coisas tenho contra ti; porque tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, introduzindo-os a comerem das coisas sacrificadas a ídolos e a se prostituírem. 15 Assim tens também alguns que de igual modo seguem a doutrina dos nicolaítas. 16 Arrepende-te, pois; ou se não, virei a ti em breve, e contra eles batalharei com a espada da minha boca. 17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.

13 Continuando o périplo pela Ásia, a mensagem do Senhor vai agora à quarta igreja do vetor de Deus que orientava a escritura. Esta palavra dele à igreja em Tiatira, é uma advertência a cada um de nós. Aí, além do conhecimento do que se passava no coração do pastor daquela igreja (o anjo), ia também o conhecimento do que se passava com a vida da igreja. A afirmação do Senhor é positiva quanto a este conhecimento prévio que possuía daquela igreja: "Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança, e sei que suas últimas obras são mais numerosas que as primeiras." Ap 2.19 Quarta Carta Igreja de Tiatira Apocalipse

14 18 Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente: 19 Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança, e sei que as tuas últimas obras são mais numerosas que as primeiras. 20 Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se diz profetisa; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos; 21 e dei-lhe tempo para que se arrependesse; e ela não quer arrepender-se da sua prostituição. 22 Eis que a lanço num leito de dores, e numa grande tribulação os que cometem adultério com ela, se não se arrependerem das obras dela; 23 e ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que esquadrinha os rins e os corações; e darei a cada um de vós segundo as suas obras. 24 Digo- vos, porém, a vós os demais que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conhecem as chamadas profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei; 25 mas o que tendes, retende- o até que eu venha. 26 Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações, 27 e com vara de ferro as regerá, quebrando-as do modo como são quebrados os vasos do oleiro, assim como eu recebi autoridade de meu Pai; 28 também lhe darei a estrela da manhã. 29 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

15 Conclusão 1. Como está a sua igreja quanto à primeira recriminação de Cristo a uma igreja? Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. 2. Como está a sua igreja quanto ao segundo conselho de Cristo: Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida. 3. Como está a sua igreja vivendo em meio a um mundo tortuoso e envolto no pecado. Por acaso tem conseguido resistir ao mal tal qual a igreja de Pérgamo? – Sei onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; mas reténs o meu nome e não negaste a minha fé 4. Se o Senhor esquadrinhar a nossa igreja será que sua avaliação será como a de Tiatira? Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança, e sei que as tuas últimas obras são mais numerosas que as primeiras.


Carregar ppt "O Apocalipse O livro da Revelação Estudo 03 Ouça o que o Espírito diz Texto bíblico: Ap 2.1-29 Texto áureo: Ap 2.17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google