A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada. Albert Einstein

4 O principio a ser analisado na questão da existência Divina é o da obra e autor; Toda obra que manifeste um aspecto inteligente necessariamente deve ter uma inteligência que a concebeu e criou; O acaso e a coincidência podem levar a suposição de um efeito inteligente em alguma coisa, mas quando o efeito inteligente se manifesta em uma série seqüencial, desaparece essa possibilidade; Todo efeito comprovadamente inteligente manifesta uma inteligência criadora;

5 Por exemplo, analise-se a questão da criação do Universo. Ela pode ser explicada pelo acaso, pela coincidência? Analisemos apenas alguns aspectos, já definidos pela ciência: Como um único elemento gerador pode formar todos os demais, diferenciados entre si, sem alguma força os moldassem para tal? Se a forças gravitacionais envolvidas na criação do Universo variassem em uma parte em 10 dozilhões (1:10 seguidos de 40 zeros), a matéria não se agregaria da forma que houve e que propiciou a existência do mesmo;

6 Se a força nuclear forte, uma das forças que compõe o átomo fosse infinitamente diferente, os átomos não se estruturariam; Por que as estrelas produzem equilibradamente a mesma proporção de Carbono e Oxigênio, os elementos básicos da vida orgânica? Também no campo subjetivo, podemos continuar analisando o Universo: Por que as Leis da natureza são do jeito que são? O que as organiza dessa maneira?

7 Por que o universo é feito das coisas que é feito, e como elas apareceram? Como conseguiu o universo a sua organização perfeita e absolutamente exata? É possível também admitir Deus do ponto de vista racional: Toda obra tem um autor; Todo efeito inteligente manifesta uma razão que o criou; Todo efeito tem uma causa; Toda obra perfeita e harmônica revela um planejamento bem feito e inteligente;

8 A existência de Deus também pode ser admitida a partir das revelações das diversas crenças e religiões. Mesmo o homem primitivo tinha essa crença dentro de si: O ensino das diversas religiões em todos os tempos; Mensageiros divinos; A crença intuitiva do ser humano. Existem outras vias para o conhecimento de Deus, tais como: Emocional - Moral - Percepção Espiritual

9 Segundo o grande cientista ALBERT EINSTEIN, Deus é a Lei e o Legislador do Universo Pode-se afirmar que Deus é Razão, com infinito amor e justiça para guia-la. Não temos ainda evolução espiritual e inteligência suficiente para conhecer completamente Deus, mas sem sombra de dúvida, podemos compreende-lo por seus atributos, que acabam definindo sua existência.

10 ETIMOLOGIA E SIGNIFICADO DE DEUS DEUS é um dos conceitos mais antigos e fecundos do patrimônio da humanidade. Deriva do indo-europeu deiwos (resplandecente, luminoso), que designava originariamente os celestes (Sol, Lua, Estrelas, etc) Tomou esta palavra a significação de principio de explicação de todas as coisas, da entidade superior, imanente ou transcendente ao mundo (cosmos), ou principio ou fim, ou principio e fim, ser simplicíssimo, potentíssimo, único ou não, pessoal ou impessoal, consciente ou inconsciente, fonte e origem de tudo, venerado, adorado, respeitado, amado nas religiões e nas diversas ciências.

11 Para o ESPIRITISMO, Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. Livro dos Espíritos nas perguntas 4 a 9 – Diz: Duvidar da existência de Deus seria negar que todo o efeito tem uma causa, e avançar que o nada pode fazer alguma coisa. Atribuir a formação primária ao acaso seria falta de senso, porque o acaso é cego e não pode produzir efeitos inteligentes. Um acaso inteligente já não seria acaso.

12 De acordo com o Espiritismo, a fé é inata no ser humano, ou seja ela é um sentimento natural, que precisa, contudo, ser raciocinado. Não adianta apenas crer; é preciso saber porque se crê. É nesse sentido que Allan Kardec elaborou a codificação. Observe que junto ao título de O Evangelho Segundo o Espiritismo, o Codificador colocou uma frase lapidar: Não há fé inabalável senão aquela que pode encarar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade. Quer dizer, nunca aceitar nada sem o crivo da razão.

13 ATRIBUTOS DE DEUS Eternidade Imutabilidade Imaterialidade Unicidade Onipotência Justiça Bondade Perfeição

14 Deus é Eterno: Se ele tivesse tido um começo, teria saído do nada, ou, então, teria sido criado por um ser anterior. É assim que pouco a pouco, remontamos ao infinito e à eternidade. É Imaterial: Quer dizer, sua natureza difere de tudo o que chamamos matéria, pois de outra forma Ele não seria imutável, estando sujeito às transformações da matéria.

15 É Imutável: Se Ele estivesse sujeito a mudanças as leis que regem o Universo não teriam nenhuma estabilidade. É Único: Se houvesse muitos Deuses, não haveria unidade de vistas nem poder na organização da matéria.

16 É Todo Poderoso: Porque é único. Se não tivesse o poder-soberano, haveria alguma coisa mais poderosa ou tão poderosa quanto Ele, que assim não teria feito todas as coisas. E aquelas que não tivesse feito seriam obra de um outro Deus. É Soberanamente Justo e Bom: A sabedoria providencial das leis divinas se revela nos menores como nas maiores coisas, e esta sabedoria não nos permite duvidar da sua justiça nem da sua bondade.


Carregar ppt "A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google