A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 13 de Setembro Analistas consultados: 33 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 13 de Setembro Analistas consultados: 33 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE."— Transcrição da apresentação:

1 Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 13 de Setembro Analistas consultados: 33 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO Rubens Sardenberg Economista-chefe 14 de Setembro de 2011

2 Apresentação ao Senado Variáveis Macroeconômicas Efetivos Pesquisas anterioresPesquisa atual jun/11ago/11 set/ Crescimento do PIB Total (var. %)-0,27,53,9 4,03,53,8 Crescimento do PIB Agropecuário (var.%)-5,26,53,94,04,33,04,2 Crescimento do PIB Industrial (var.%)-5,510,13,63,54,02,83,8 Crescimento do PIB Serviços (var.%)2,65,44,0 3,8 Produção Industrial (variação anual %)-7,410,53,53,44,32,54,0 IPCA (%)4,35,96,26,35,26,45,5 IGP-M (%)-1,711,36,35,85,15,95,2 Taxa Selic Meta 1 (fim de período)8,7510,7512,512,7512,511,0010,63 Notas: 1 Mediana PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Pesquisa de Projeções Macroeconômicas (Taxas de crescimento esperadas – médias) (%)

3 Apresentação ao Senado Variáveis Macroeconômicas Efetivos Pesquisas anterioresPesquisa atual jun/11ago/11 set/ Taxa de Câmbio (R$ / US$ - fim de período)1,741,671,601,591,661,631,66 Balança Comercial (US$ bilhões)25,320,320,220,910,924,115,3 Saldo em transações correntes (US$ bilhões)-21,5-47,5-59,8-58,8-69,1-55,9-68,9 Investimento direto estrangeiro (US$ bilhões)25,933,151,355,150,255,551,3 Reservas Internacionais (US$ bilhões)239,1297,7342,6352, ,8379,8 Risco Brasil - EMBI (pontos) ,3169,2153,9182,8167,8 Resultado Primário (% do PIB)2,12,8 2,73,02,8 Dívida Líquida do Setor Público (% do PIB)42,840,239,2 37,93937,7 Crescimento do PIB – EUA (var.%)-2,42,92,62,52,91,82,2 CPI – EUA (var.%)-0,31,52,72,92,22,82,0 Taxa do fed funds - EUA (fim de período)0,25 0,3 1,00,30,27 PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Pesquisa de Projeções Macroeconômicas (Taxas de crescimento esperadas – médias) (%)

4 Apresentação ao Senado Expectativa de Mercado – Resultados Obtidos PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Dados Anteriores Nota: * Mediana ** Média. Reuniões Ocorridas 1/9/1020/10/108/12/1019/1/112/3/1120/4/118/6/1120/7/1131/8/11 Taxa Selic 10,75 11,2511,7512,0012,2512,5012,00 Taxa de Câmbio 1,741,671,691,671,661,571,581,571,59 Expectativas para 2011 dez/ dez/11 Taxa Selic* 11,5011,00 10,63 Taxa de Câmbio** 1,651,641,631,66

5 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO – Setor Bancário Variáveis do Setor BancárioEfetivosPesquisas anterioresPesquisa atual (Variação Anual) jun/11ago/11 set/ Operações de Crédito da Carteira Total (var. %, total do SFN) 14,920,516,516,415,916,015,1 Operações de Crédito com Recursos Direcionados (var. %, total do SFN) 28,527,518,318,216,317,915,7 Operações de Crédito com Recursos Livres (var. %, total do SFN) 9,617,115,515,415,014,914,4 Operações de Crédito para Pessoas Físicas (var. %, total do SFN com recursos livres) 19,218,815,4 14,814,914,3 Operações de Crédito para Pessoas Físicas - Crédito Pessoal (var. %, incluindo consignado) 24,925,217,016,916,615,716,2 Operações de Crédito para Pessoas Físicas - Aquisição de Veículos (var. %, incluindo leasing) 13,019,915,0 14,615,014,1 Operações de Crédito para Pessoas Jurídicas (var. %, total do SFN com recursos livres) 1,615,415,5 15,315,014,8 Taxa de Inadimplência (acima de 90 dias, em %)5,64,64,7

6 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Perguntas 1-) Conforme esperado e seguindo o comunicado da reunião, a Ata do Copom atribui grande peso à piora do cenário externo na sua decisão de reduzir a taxa Selic. O BC fala (parágrafos 22 e 23), explicitamente, que...houve substancial deterioração desde a última reunião e que...o processo de moderação em curso...tende a ser potencializado pela fragilidade da economia global. Dessa forma, o balanço de riscos para a inflação se torna mais favorável. Você: 81%Concorda com essa avaliação de piora, mas acha que ainda é cedo para estimar o seu eventual impacto desinflacionário sobre o quadro doméstico; 15%Acha que ainda não é possível afirmar, com segurança, que o efeito total da crise externa será desinflacionário sobre a economia brasileira; 4%Basicamente concorda com essa avaliação de piora no cenário externo e de que ela deve trazer importante impacto desinflacionário sobre o quadro doméstico. 2-) No parágrafo 28 da Ata, o Copom menciona que o cenário central contempla uma moderação na expansão no mercado de crédito, para a qual contribuem as ações macroprudenciais e ações convencionais de política monetária recentemente adotadas. Em sua avaliação: 81%Existe uma moderação no ritmo de crescimento, mais ainda é muito pequena para provocar impacto relevante sobre a atividade doméstica e sobre os preços; 19%Ainda não se pode dizer, com segurança, que há mesmo essa moderação ou que ela vá se manter nos horizontes de curto e médio prazos; 0%A moderação no ritmo de expansão do crédito está mesmo em curso e deve ter impacto relevante sobre o nível de atividade e sobre os preços.

7 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Perguntas 3-) Embora a Ata não trate explicitamente do tema inadimplência, sabe-se que recuos na atividade econômica têm impacto sobre o nível de emprego e de renda, e por conta desse canal de transmissão, sobre o nível de inadimplência nas carteiras de crédito, principalmente de pessoas físicas. Em sua opinião, a piora no cenário externo e seu impacto potencial sobre o mercado doméstico deve: 77%Fazer com que a inadimplência se eleve, mas mantendo a trajetória atual bastante moderada e bem inferior a piora registrada pós 2008; 23%Ainda é difícil antecipar, de forma segura, a trajetória do nível de inadimplência daqui para a frente; 0%Fazer com que a trajetória se acelere daqui para a frente, podendo até repetir a piora registrada após a crise de ) No parágrafo 28 o BC estima que a crise externa atual e seus possíveis desdobramentos tenham impacto de cerca de um quarto comparativamente a E no parágrafo 33 a Ata fala em ajuste moderado da taxa sendo consistente com a convergência da inflação para a meta em Com base nessas colocações, você avalia que: 85%Mantidas as condições atuais (externas e internas), o ajuste da Selic deve prosseguir, mas deve ser bem mais moderado do que o de 2008, quando a taxa veio de 13,75% para 8,75%; 15%Ainda é difícil antecipar, mesmo dentro das condições atuais, a magnitude do ajuste total a ser implementado pelo Copom ao longo das próximas reuniões; 0%Mantidas as condições atuais, ajuste deve prosseguir e deve se acelerar, aproximando-se do observado em 2008.

8 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Divulgação da Pesquisa (Após a Ata do Copom) Decisão CopomAta CopomDivulgação Pesquisa 19 de outubro/11 30 de novembro/11 27 de outubro/11 08 de dezembro/11 02 de novembro/11 14 de dezembro/11


Carregar ppt "Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 13 de Setembro Analistas consultados: 33 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google