A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Software ANIM Análise Multi-objectivo do Desempenho de um Equipamento de Produção na Óptica da Manutenção Rui Assis 2006 Projecto SITEM (ISQ em consórcio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Software ANIM Análise Multi-objectivo do Desempenho de um Equipamento de Produção na Óptica da Manutenção Rui Assis 2006 Projecto SITEM (ISQ em consórcio."— Transcrição da apresentação:

1 Software ANIM Análise Multi-objectivo do Desempenho de um Equipamento de Produção na Óptica da Manutenção Rui Assis 2006 Projecto SITEM (ISQ em consórcio com a EDP, Portucel, Celbi, Alstom e FEUP)

2 O problema –Um equipamento complexo de produção é alvo de acções de manutenção preventiva para além da inevitável curativa; –A sua performance é influenciada negativamente pelos períodos de inactividade devidos a falhas (técnicas e de segurança) e por diversas ineficiências, todas causadas directa ou indirectamente pelas políticas de manutenção seleccionadas; –É preciso melhorar continuamente a sua performance; –O que fazer? –Medir para gerir (Jack Welsh) (é preciso saber medir...)

3 Objectivos do Controlo de Gestão –Alinhar a gestão operacional com a estratégia da empresa; –Focar naquilo que é verdadeiramente importante para a empresa no curto, médio e longo prazo; –Influenciar comportamentos no sentido da estratégia; –Responsabilizar pelos resultados (aprender com os erros e premiar o desempenho); –O Balance Score Card.

4 1. Este software permite a determinação periódica da performance da gestão da manutenção de um qualquer equipamento de produção. Para tal, combina dois métodos quantitativos: o método hierárquico multicritério e o método de conversão de métricas em mérito. 3. Os botões permitem a navegação no programa.. Premimos o botão Métricas. 2. Um Tutor explica os conceitos básicos necessários para o entendimento do programa e uma Ajuda em cada ecrã apoia a navegação.

5 1. Após a selecção de Métricas, surge a estrutura composta de 24 objectivos, os quais poderão ser usados na sua totalidade ou em parte. 2. Os objectivos podem ser lidos quando passamos o rato sobre cada caixa referenciada. 3. Atribuímos um peso (entre 0 e 1) a cada objectivo que desejamos activar. Melhorar a disponibilidade operacional Melhorar a previsibilidade Melhorar a segurança Melhorar a eficiência

6 1. Clicamos no botão Importar para proceder à análise dos dados referentes a um determinado equipamento gravados num ficheiro próprio Excel. 2. Surge a janela de Importação e seleccionamos a Estrutura (com os objectivos específicos do equipamento sob controlo) e as Métricas correspondentes recolhidas durante o último período de controlo.

7 1. Este ecrã mostra o exemplo de uma estrutura completa de 24 objectivos e os valores das respectivas métricas apuradas no último período de controlo. 2. Podemos alterar o número de objectivos, manipulando os pesos (e validando logo a seguir), e modificar as métricas. 3. Podemos seleccionar um qualquer objectivo e consultar ou modificar a curva de conversão métrica em mérito. 4. As conclusões (estrutura e mérito) podem ser exportadas para um ficheiro próprio Excel.

8 1. Este ecrã mostra um exemplo de uma curva de conversão de uma métrica em mérito, a qual pode ser modificada facilmente de forma iterativa. 2. Retrocedemos, clicamos em Voltar e, uma vez, no ecrã principal, clicamos em Performance.

9 1. Este ecrã mostra a métrica observada e o mérito correspondente (numa escala de 0 a 10) conseguido na prossecução de cada objectivo. 2. O mérito global foi de 5,82 numa escala de 0 a 10 (ou 5,82/10x100 58%). O mérito global resultou da ponderação de todos os méritos parciais da estrutura. 3. O mérito global foi de 5,82 numa escala de 0 a 10. Para melhorar, temos de identificar os objectivos parciais que mais o influenciam e priorizar acções. 4. Seleccionamos o Gráfico Sensibilidade.

10 1. Este ecrã permite interrogar o programa sobre o impacto que cada objectivo tem no mérito global (análise de sensibilidade) e priorizá-los decrescentemente (análise de Pareto). 3. Clicamos em OK 2. Por exemplo: Qual o impacto no mérito global se todas as métricas forem melhoradas de 5%?

11 Este ecrã mostra o resultado da análise da sensibilidade do mérito global a incrementos (ou decrementos) dos valores de todas as métricas usadas (5% neste caso). Assim, devemos prioritariamente actuar sobre os objectivos: 1º ; 2º ; 3º - 4.1; etc.

12 Este ecrã mostra o resultado da análise da sensibilidade do mérito global (por ordem decrescente) a incrementos dos valores de todas as métricas usadas do tipo quanto mais melhor. Assim, devemos prioritariamente actuar sobre os objectivos: 1º - 4.6; 2º ; 3º ; etc. Trata-se de uma análise de Pareto.

13 Este ecrã mostra o resultado da análise da sensibilidade do mérito global (por ordem decrescente) a decrementos dos valores de todas as métricas usadas do tipo quanto menos melhor. Assim, devemos prioritariamente actuar sobre os objectivos: 1º ; 2º - 4.1; 3º - 4.3; etc. Trata-se de uma análise de Pareto.


Carregar ppt "Software ANIM Análise Multi-objectivo do Desempenho de um Equipamento de Produção na Óptica da Manutenção Rui Assis 2006 Projecto SITEM (ISQ em consórcio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google