A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Processo de suprimento de acordo com o ECR SAP Best Practices for Retail (Brasil) SAP Best Practices.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Processo de suprimento de acordo com o ECR SAP Best Practices for Retail (Brasil) SAP Best Practices."— Transcrição da apresentação:

1 Processo de suprimento de acordo com o ECR SAP Best Practices for Retail (Brasil) SAP Best Practices

2 Visão geral do cenário - 1 Versão 1 - Estoque gerenciado pelo comprador Objetivo Os cenários apresentados no SAP Best Practices for Retail lida com os processos de suprimento do comerciante varejista, que incluem estoque gerenciado pelo comprador e o estoque gerenciado pelo fornecedor. Benefícios controle eficaz de mercadorias que atende aos requisitos de processos de suprimento compatíveis com ECR comunicação mais eficiente entre o varejista e o fabricante/fornecedor Principais fluxos do processo abordados Processar pedido no sistema do comerciante varejista Processar ordem do cliente no sistema do fornecedor Verificar confirmação de pedido no sistema do comerciante varejista Processar entrega no sistema do fornecedor Registrar entrada de mercadorias com referência ao aviso de entrega no sistema do comerciante varejista Criar documento de faturamento no sistema do fornecedor Revisar faturas no sistema do comerciante varejista Objetivo e benefícios:

3 Visão geral do cenário - 2 Versão 2 - Estoque gerenciado pelo fornecedor Objetivo Os cenários apresentados no SAP Best Practices for Retail lida com os processos de suprimento do comerciante varejista, que incluem estoque gerenciado pelo comprador e o estoque gerenciado pelo fornecedor. Benefícios Controle eficaz de mercadorias que atende aos requisitos de processos de suprimento compatíveis com ECR Comunicação mais eficiente entre o varejista e o fabricante/fornecedor Principais fluxos do processo abordados Transferir os dados do estoque do comerciante varejista para o fabricante Fazer um planejamento de reabastecimento com ordem do cliente resultante no sistema do fabricante Gerar o pedido automaticamente no sistema do comerciante varejista com um relatório para o fabricante Objetivo e benefícios:

4 Visão geral do cenário - 2 Versão 1 e versão 2 Obrigatório SAP enhancement package 3 para SAP ERP 6.0 Funções da empresa envolvidas nos fluxos do processo Comprador no comércio Fabricante Aplicações SAP obrigatórias:

5 Diagrama do fluxo do processo Versão 1 - Estoque gerenciado pelo comprador Criar pedido Geração de compra Exibir documento de faturamento Executar entrada de mercadorias com referência de aviso de entrega Criar ordem do cliente Criar remessa Picking e registro de saída de mercadorias Criar fatura Fabricante Comprador no comércio IDoc ORDERS INVOIC DESADV IDoc ORDERSP

6 Diagrama do fluxo do processo Versão 2 - Estoque gerenciado pelo fornecedor Transferir os dados do estoque do comerciante varejista para o fabricante Exibir IDoc ORDCHG Exibir IDoc PROACT Exibir estoque recebido Executar reabastecimento Exibir IDoc ORDSP Fabricante Comprador no comércio Exibir ordem do cliente

7 Processo de suprimento de acordo com o ECR Introdução Conceitos de cooperativistas na estrutura de suprimento, marketing e utilização de informações e tecnologia de comunicações estão sendo desenvolvidos entre comerciantes varejistas e fabricantes da indústria têxtil e de confecção alemã. Conceitos de cooperativistas na estrutura de suprimento, marketing e utilização de informações e tecnologia de comunicações estão sendo desenvolvidos entre comerciantes varejistas e fabricantes da indústria têxtil e de confecção alemã. Conceitos de colaboração como o Efficient Consumer Response (ECR) ganham importância. Novas tecnologias proporcionam a pequenas e médias empresas a possibilidade de mudar suas estruturas e também reforçam seu poder competitivo. A SAP oferece uma solução de software na estrutura da SAP Best Practices Version, que reflete os novos requisitos dos processos de suprimento compatíveis com ECR.

8 Processo de suprimento de acordo com o ECR Introdução Com o software da SAP você tem a possibilidade de incentivar o fabricante e, também, o comerciante varejista. Mostraremos aqui os processos de suprimento do comerciante varejista. Com o software da SAP você tem a possibilidade de incentivar o fabricante e, também, o comerciante varejista. Mostraremos aqui os processos de suprimento do comerciante varejista. Os processos de suprimento compatíveis com ECR contêm o catálogo de preços, o estoque gerenciado pelo cliente e o gerenciamento de estoque em consignação.

9 Catálogo de preços: PRICAT PRICAT É um tipo de mensagem standard EANCOM Área de dados mestre Possibilita a transferência dos dados relacionados à determinação de preços e catálogo de mercadorias e serviços de um fornecedor para um comprador Catalogação completa de todos os produtos Notificação de mudanças Informações relevantes a todos os clientes Informações específicas do cliente Dados fornecidos a um banco de dados central de artigos

10 Catálogo de preços: Fornecimento de um pool de dados FornecedorComerciante varejista Dados mestre Pool de dados, por exemplo, Sinfos XI Processamento de entrada do Idoc de PriceCatalogue Processamento de entrada do Idoc de PriceCatalogue BAPI/ALE Criação de Idocs de PriceCatalogue Criação de Idocs de PriceCatalogue RemetenteDestinatário XI

11 Entrada de catálogo de preços: processo Simulação do IDoc Processamento de entrada Exibir dados do cabeçalho (catálogo) Lista de artigo Adotar perfil Processar catálogo de preços manual / automático Processar dados de artigo não existentes no sistema do cliente (EANs) / Criar artigo Processar dados de artigo disponível no sistema do cliente (EANs) / Atualização do artigo

12 Entrada de catálogo de preços: criação do catálogo O catálogo é armazenado no banco de dados como um objeto de negócios PriceCatalogue separado Campos EANCOM que não correspondem a campos do R/3 são transferidos para o sistema É possível selecionar artigos para serem atualizados A transferência pode ser controlada no nível de campo Se houver um EAN exclusivo no sistema, a atribuição será realizada O log da aplicação que contém todas as mensagens (transação PRICATLOG) é criado se ocorrer um erro

13 Entrada de catálogo de preços: preparação l Preparação preliminar à transferência do catálogo n Atribuição de ILN para um fornecedor SAP, grupo de compradores n Atribuição de grupos de mercadoria para grupos de mercadoria SAP (para cada ILN) n Atribuição de grupos de mercadoria SAP para grupos de compra l Preparação do workflow n Atribuição de compradores (usuários SAP) à unidades organizacionais, para as quais os grupos de compra relevantes são atribuídos (transação PFOM)

14 Entrada de catálogo de preços: acessando a manutenção do catálogo Dados do cabeçalho l Definir status do catálogo n Após o processamento, o status do catálogo é automaticamente definido como "processado" n O status do catálogo pode ser manualmente definido como "encerrado" l Definir indicador de teste l Caso queira processar o catálogo, sempre digite o grupo de compradores l O catálogo de preços pode ser processado manualmente ou automaticamente

15 Entrada de catálogo de preços: acessando a manutenção do catálogo Lista de artigo l Na lista de artigos você encontrará o artigo (itens) do novo catálogo de preços l Os itens são distribuídos entre diversas visualizações de acordo com seu status l Novos itens não possuem entradas no campo artigo e você pode encontrar esses itens na ficha aguardando processamento (o artigo não pode ser atribuído) e todas as entradas

16 Entrada de catálogo de preços: atribuição de EAN a um artigo l A atribuição de EAN a um artigo ocorre automaticamente quando um catálogo é criado (EAN único) l Manualmente na atualização do catálogo n O artigo atribuído é armazenado no catálogo de preços n Pode ser inserido posteriormente n Se o EAN não é único, todos os possíveis EANs são exibidos n Para atribuições, os artigos também são exibidos com o número de artigo do fornecedor do catálogo n Novos artigos necessitam de artigos modelo (proposto no grupo de mercadorias)

17 Entrada de catálogo de preços: transferindo os dados de catálogo para os dados de artigo Adotar perfil l A transferência de dados de catálogo para dados de artigo pode ser feita por meio de uma adoção de perfil l A adoção de perfil permite a visualização simultânea dos dados do catálogo e do artigo (ou do artigo modelo, no caso de novos dados) l Os dados requeridos devem ser expressamente transferidos do catálogo para o lado do artigo, manualmente ou por meio de um perfil de transferência l A adoção de perfis pode ser armazenada e utilizada novamente l Os campos do artigo podem ser editados

18 Entrada de catálogo de preços: atribuição de EAN a uma unidade de medida l Automaticamente n Atribuindo um tipo de pacote EANCOM para uma unidade de medida alternativa no conversor n Durante o intercâmbio de dados R/3-R/3 l Manualmente na atualização do catálogo n Pode ser modificado posteriormente l Novas unidades de medida devem ser transferidas explicitamente n É possível transferir todas as unidades de medida de um catálogo

19 Entrada de catálogo de preço: atualização de artigo l O que pode ser atualizado: n Dados básicos n Textos n BOMs (novo) l O que não pode ser atualizado: n Características n Artigo/lote genérico n Modificações BOM n Condições n Material

20 Estoque gerenciado pelo comprador (BMI) O SAP ERP oferece para a comunicação a possibilidade de geração do chamado IDoc's. Um IDoc é um documento eletrônico no formato SAP standard. Além disso, o SAP oferece a possibilidade, com ajuda do XI (tecnologia de integração aberta SAP) para processar todos os formatos de notificação (como SEDAS, UN, EDIFACT, XML …). Para uma comunicação mais eficiente entre o varejista e o fornecedor, documentos como ordens de compra, confirmações de ordem, avisos de entrega e faturas são acionados eletronicamente.

21 Cenário BMI: processo

22

23 BMI: processo Fornecedor Comerciante varejista 1. Pedido FilialVerteilzentrum 2. Confirmação de PO 3. Aviso de entrega 4. Fatura Loja CD Fabricante

24 BMI: processamento do pedido Criar pedido Verificar confirmação de PO Comerciante varejista Geração de IDoc ORDRSP ORDENS Criar ordem do cliente Gerar confirmação PO Fabricante

25 BMI: processamento de mercadorias DESADV Aviso de entrega Registrar entrada de mercadorias Comerciante varejista Criar remessas Artigos para o varejista Fabricante Interface EDI

26 BMI: transações de pagamento Geração de IDoc INVOIC Verificar e registrar fatura Comerciante varejista Fatura Fabricante

27 BMI: conclusão

28 Estoque gerenciado pelo cliente (VMI) Estoque gerenciado pelo cliente significa que o fabricante efetuará a disposição de seus produtos (como um serviço para o varejista), que são representados nas lojas do varejista Estoque gerenciado pelo cliente significa que o fabricante efetuará a disposição de seus produtos (como um serviço para o varejista), que são representados nas lojas do varejista Para isso, o fabricante deve conhecer o estoque e os dados de vendas reais de seus produtos nas lojas varejistas. O fabricante deve fazer um prognóstico de dados de vendas de seus produtos e, possivelmente, um reabastecimento efetivo.

29 VMI: fluxo de processo

30 VMI: transferência de dados de estoque Fabricante Atualiza os dados de estoque de seus produtos no ponto varejista Rastreia histórico de vendas Comerciante varejista encaminha dados de estoque e vendas regularmente ao fabricante Dados de estoque

31 VMI: transferência de dados de estoque e vendas Envio de dados de estoque e vendas Comerciante varejista Geração de IDoc Dados de vendas reais serão atualizados na estrutura de informação S130 Dados de estoque serão inseridos na tabela WRPT Fabricante PROACT

32 VMI: envio de dados de estoque e vendas ao fabricante Realizado via relatório para fornecedores e lojas selecionadas Processamento interativo ou em lote Geração de IDoc PROACT A seleção de artigos e dados é controlada por perfis no mestre de fornecedores Estoque e quantidade do pedido pendente Histórico de vendas

33 VMI: planejamento de reabastecimento Fabricante Calcula reabastecimento exigências Gera ordens do cliente Confirmação da ordem

34 VMI: planejamento de reabastecimento Comerciante varejista Geração de IDoc Através de um planejamento de reabastecimento, uma ordem do cliente será criada Fabricante ORDRSP O pedido será criado

35 VMI: planejamento de reabastecimento Fabricante Atualiza as ordens do cliente com o número de PO no sistema do varejista Modificações do pedido

36 VMI: planejamento de reabastecimento Comerciante varejista Geração de IDoc O número do pedido do varejista será inserido na ordem de cliente Fabricante ORDCHG Um aviso de modificação de pedido será criado

37 Legenda SímboloDescriçãoComentários da utilização Faixa: identifica uma função do usuário, como revisor de faturas ou representante de vendas. Esta faixa também pode identificar uma unidade organizacional ou grupo de empresas, em vez de uma função específica. Os outros símbolos de fluxo do processo nesta tabela aparecem nestas linhas. Você tem tantas linhas quantas forem necessárias para cobrir todas as funções no cenário. A faixa de função contém tarefas comuns àquela função. Eventos externos: contém eventos que começam ou terminam o cenário, ou influenciam o curso de eventos do cenário. Linha de fluxo (sólida): a linha indica a seqüência normal de etapas e direção do fluxo no cenário. Linha de fluxo (pontilhada): a linha indica o fluxo de tarefas utilizadas com pouca freqüência ou tarefas condicionais em um cenário. A linha também pode levar a documentos envolvidos no fluxo do processo. Conecta duas tarefas em um processo de cenário ou um evento sem etapas Atividade comercial/evento: identifica uma ação que leva para dentro ou para fora do cenário, ou um processo externo que ocorre durante o cenário Não corresponde a uma etapa da tarefa no documento Processo da unidade: identifica uma tarefa que é abordada etapa a etapa no cenário Corresponde a uma etapa da tarefa no documento Referência a processo: se o cenário fizer referência a um outro cenário no total, coloque o número e nome do cenário aqui. Corresponde a uma etapa da tarefa no documento Referência a sub-processo: se o cenário fizer referência a um outro cenário em parte, coloque aqui o número e o nome do cenário bem como os números das etapas daquele cenário Corresponde a uma etapa da tarefa no documento Decisão do processo: identifica um ponto de decisão/ramificação, significando uma escolha a ser feita pelo usuário final. As linhas representam escolhas diferentes que surgem de partes diferentes do losango. Em geral, não corresponde a uma etapa da tarefa no documento; reflete uma escolha a ser feita após a execução da etapa SímboloDescriçãoComentários da utilização Para o próximo/Do próximo diagrama: leva à página seguinte/anterior do diagrama O fluxograma continua na página seguinte/anterior Impressão/documento: identifica um documento, relatório ou formulário impresso Não corresponde a uma etapa da tarefa em um documento; é utilizado para refletir um documento gerado por uma etapa da tarefa; essa forma não tem nenhuma linha de fluxo de saída Dados reais financeiros: indica um documento de lançamento financeiro Não corresponde a uma etapa da tarefa em um documento; é utilizado para refletir um documento gerado por uma etapa da tarefa; essa forma não tem nenhuma linha de fluxo de saída Planejamento do orçamento: indica um documento de planejamento do orçamento Não corresponde a uma etapa da tarefa em um documento; é utilizado para refletir um documento gerado por uma etapa da tarefa; essa forma não tem nenhuma linha de fluxo de saída Processo manual: cobre uma tarefa que é feita manualmente Em geral, não corresponde a uma etapa da tarefa em um documento; utilizado para refletir uma tarefa que é executada manualmente, como descarregar um caminhão em um depósito, que afeta o fluxo do processo. Versão/dados existentes: este bloco cobre dados que são alimentados de um processo externo Em geral, não corresponde a uma etapa da tarefa em um documento; essa forma reflete os dados provenientes de uma fonte externa; esta etapa não tem linhas de fluxo de entrada Decisão aprovar/reprovar do sistema: este bloco cobre uma decisão automática feita pelo software Em geral, não corresponde uma etapa da tarefa no documento; é utilizado para refletir uma decisão automática feita pelo sistema após a execução de uma etapa. Externo ao sistema da SAP Atividade comercial/ evento Processo da unidade Referência a processo Referência a sub- processo Decisã o do proces so Conexão do diagrama Impressão/ documento Dados reais financeiros Planejamento do orçamento Processo manual Versão/ dados existentes Decisão de aprovar/ reprovar do sistema

38 Copyright 2009 SAP AG All Rights Reserved No part of this publication may be reproduced or transmitted in any form or for any purpose without the express permission of SAP AG. The information contained herein may be changed without prior notice. Some software products marketed by SAP AG and its distributors contain proprietary software components of other software vendors. Microsoft, Windows, Excel, Outlook, and PowerPoint are registered trademarks of Microsoft Corporation. IBM, DB2, DB2 Universal Database, System i, System i5, System p, System p5, System x, System z, System z10, System z9, z10, z9, iSeries, pSeries, xSeries, zSeries, eServer, z/VM, z/OS, i5/OS, S/390, OS/390, OS/400, AS/400, S/390 Parallel Enterprise Server, PowerVM, Power Architecture, POWER6+, POWER6, POWER5+, POWER5, POWER, OpenPower, PowerPC, BatchPipes, BladeCenter, System Storage, GPFS, HACMP, RETAIN, DB2 Connect, RACF, Redbooks, OS/2, Parallel Sysplex, MVS/ESA, AIX, Intelligent Miner, WebSphere, Netfinity, Tivoli and Informix are trademarks or registered trademarks of IBM Corporation. Linux is the registered trademark of Linus Torvalds in the U.S. and other countries. Adobe, the Adobe logo, Acrobat, PostScript, and Reader are either trademarks or registered trademarks of Adobe Systems Incorporated in the United States and/or other countries. Oracle is a registered trademark of Oracle Corporation. UNIX, X/Open, OSF/1, and Motif are registered trademarks of the Open Group. Citrix, ICA, Program Neighborhood, MetaFrame, WinFrame, VideoFrame, and MultiWin are trademarks or registered trademarks of Citrix Systems, Inc. HTML, XML, XHTML and W3C are trademarks or registered trademarks of W3C®, World Wide Web Consortium, Massachusetts Institute of Technology. Java is a registered trademark of Sun Microsystems, Inc. JavaScript is a registered trademark of Sun Microsystems, Inc., used under license for technology invented and implemented by Netscape. SAP, R/3, SAP NetWeaver, Duet, PartnerEdge, ByDesign, SAP Business ByDesign, and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP AG in Germany and other countries. Business Objects and the Business Objects logo, BusinessObjects, Crystal Reports, Crystal Decisions, Web Intelligence, Xcelsius, and other Business Objects products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of Business Objects S.A. in the United States and in other countries. Business Objects is an SAP company. All other product and service names mentioned are the trademarks of their respective companies. Data contained in this document serves informational purposes only. National product specifications may vary. These materials are subject to change without notice. These materials are provided by SAP AG and its affiliated companies ("SAP Group") for informational purposes only, without representation or warranty of any kind, and SAP Group shall not be liable for errors or omissions with respect to the materials. The only warranties for SAP Group products and services are those that are set forth in the express warranty statements accompanying such products and services, if any. Nothing herein should be construed as constituting an additional warrant.


Carregar ppt "Processo de suprimento de acordo com o ECR SAP Best Practices for Retail (Brasil) SAP Best Practices."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google