A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recuperação de Desastres para o Exchange Server 2003 Airton Leal MCSE (NT,W2K,W2K3), MCT MVP - Windows User/Shell.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recuperação de Desastres para o Exchange Server 2003 Airton Leal MCSE (NT,W2K,W2K3), MCT MVP - Windows User/Shell."— Transcrição da apresentação:

1 Recuperação de Desastres para o Exchange Server 2003 Airton Leal MCSE (NT,W2K,W2K3), MCT MVP - Windows User/Shell

2 Do quê vamos falar? Conceitos sobre a tecnologia de storage do Exchange Server 2003 Técnicas de recuperação a desastres do Exchange Server 2003 Melhores práticas

3 Pré-requisitos da Sessão Experiência em suporte e administração da ferramentas de mensageria da Microsoft (Exchange) Nível 200

4 Agenda Anatomia do storage do Exchange Recuperação do storage Melhores práticas

5 Agenda Anatomia do storage do Exchange Recuperação do storage Melhores práticas

6 Anatomia do Storage O storage do Exchange é dividido em duas partes: DBname.EDB e DBname.STM; Exchange Server Enterprise Edition suporta até 20 bancos (4 Storage Groups cada um com até 5 bancos); Cada Storage Group tem o seu conjunto de Logs independentes;

7 Anatomia do Storage First Storage Group Mailbox Store Public Folder Store Exchsrvr Mdbdata priv1.edb priv1.stm pub1.edb pub1.stm Estrutura de Arquivos x Bancos

8 Anatomia do Storage Os logs são o registro de todas as alterações realizadas no storage; Os logs são responsáveis por prover capacidade de recuperação para o storage (não usar cricular log); O arquivo de Checkpoint (.CHK) registra a última transação que foi 100% escrita no storage; Transações são primeiro escritas no log e só depois disso escritas no storage;

9 Anatomia do Storage Memória Storage Logs Checkpoint File

10 Agenda Anatomia do storage do Exchange Recuperação do storage Melhores práticas

11 Backup Existem dois tipos, on-line (recomendado) e off-line; O backup on-line tem esse nome por manter o servidor no ar durante a operação; O off-line trata-se de uma simples cópia de arquivos e por isso os serviços do Exchange precisam estar parados para a cópia ser feita;

12 Restore Deve se ter o procedimento documentado e testado periodicamente; Sempre deve ser a primeira opção para a recuperação de um desastre; Obtenha o conjunto de fitas correto!!! Obtenha o conjunto de fitas correto!!!

13 Ferramentas ESEUTIL Ferramenta para reparação e manutenção do storage (anatomia física dos arquivos) Funções: Desfragmentar, checar integridade, recuperar, copiar, extrair informações, etc. ISINTEG Não é mais necessária a opção –patch para Exchamge 2000 e 2003 (banco)

14 Recuperação de Servidor Considerar o uso do ASR (Automated System Recovery) Recrie o servidor idêntico ao original (nome, estrutura de diretórios, service packs e hotfixs; Faça o restore com o último set de backup (você tem algum??? );

15 Recuperação de Mailbox Utilize o Recovery Storage Group

16 Agenda Anatomia do storage do Exchange Recuperação do storage Melhores práticas

17 Melhores Práticas Mantenha acessível CDs de instalação do Windows e Exchange CDs de softwares adicionais (anti-vírus, software de backup, drivers, hotfixs e service packs; Documentação de backup Telefones de contato com o suporte Outros documentos importantes (KB docs, white papers) Exchange Server 2003 Disaster Recovery Operations Guide

18 Mais informações... TechNet Brasil Exchange na Microsoft Exchange Server 2003 Disaster Recovery Operations Guide Airton Leal website Airton Leal


Carregar ppt "Recuperação de Desastres para o Exchange Server 2003 Airton Leal MCSE (NT,W2K,W2K3), MCT MVP - Windows User/Shell."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google