A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PONTOS DE TROCA DE TRÁFEGO METROPOLITANOS PTT METRO NAPLA2005 – Lima LACNIC VIII – 28 de Junho 2005 Hartmut Glaser

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PONTOS DE TROCA DE TRÁFEGO METROPOLITANOS PTT METRO NAPLA2005 – Lima LACNIC VIII – 28 de Junho 2005 Hartmut Glaser"— Transcrição da apresentação:

1

2

3 PONTOS DE TROCA DE TRÁFEGO METROPOLITANOS PTT METRO NAPLA2005 – Lima LACNIC VIII – 28 de Junho 2005 Hartmut Glaser

4 ALGUNS EVENTOS IMPORTANTES NA INTERNET DO BRASIL

5 Primeira conexão à redes (Bitnet) => Outubro 88 Domínio.br foi registrado => Abril 89 Primeira conexão Internet (TCP/IP) => Janeiro 91 Pré-definição do DNS brasileiro => Maio 91 Início da operação comercial => Janeiro 95 Criação do Comitê Gestor no Brasil => Maio 95 Automatização do Registro.br => Outubro 97 Inicio do Projeto PTT na FAPESP => Outubro 97 (em 2001 => 40 membros - agregado de 1 Gbit por segundo)

6 CRIAÇÃO DO COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL

7 O CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil foi criado pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995, alterada pelo Decreto Presidencial Nº de 03/09/2003, para atender as iniciativas de serviços Internet no país, com o objetivo de assegurar qualidade e eficiência dos serviços ofertados, assegurar a justa e livre competição entre os provedores e garantir a manutenção de adequados padrões de conduta de usuários e provedores.

8 O CGI.br tem como principais atribuições: fomentar o desenvolvimento de serviços Internet no Brasil; recomendar padrões e procedimentos técnicos operacionais (inclusive PTTs) para a Internet no Brasil; coordenar a atribuição de endereços Internet (IPs) e o registro de nomes de domínio usando ccTLD ; coletar, organizar e disseminar informações sobre os serviços Internet - indicadores e estatísticas.

9 GOVERNO N.S. SOCIEDADE CIVIL COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL 01.- Ministério da Ciência e Tecnologia 02.- Ministério das Comunicações 03.- Casa Civil da Presidência da República 04.- Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 05.- Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 06.- Ministério da Defesa 07.- Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico 08.- Agência Nacional de Telecomunicações 09.- Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Ciência e Tecnologia 10.- Notório Saber 11.- Setor Empresarial - Provedores de Acesso e Conteúdo 12.- Setor Empresarial - Provedores de Infra- Estrutura de Telecomunicações 13.- Setor Empresarial - Bens de Informática, de Telecomunicações e de Software 14.- Setor Empresarial - Usuários 15.- Terceiro Setor 16.- Terceiro Setor 17.- Terceiro Setor 18.- Terceiro Setor 19.- Setor Acadêmico 20.- Setor Acadêmico 21.- Setor Acadêmico

10 NIC.br – NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR OS 21 MEMBROS DO CGI.br - COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL COMPÕEM A ASSEMBLÉIA DO NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR – NIC.br, UMA ENTIDADE CIVIL E SEM FINS LUCRATIVOS. A ASSEMBLÉIA INDICA O CONSELHO ADMINISTRATIVO COMPOSTO DE 7 MEMBROS (3 DO GOVERNO E 4 DA SOCIEDADE CIVIL). ESTE CONSELHO ESCOLHE A DIRETORIA EXECUTIVA QUE IMPLEMENTA TODAS AS DECISÕES DO CGI.br.

11 REGISTRO.BR PROJETOS (PTT, iNOC) OUTROS SERVIÇOS NIC.br – NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR GOVERNO N.S. SOCIEDADE CIVIL NIC.br Conselho Administrativo (7) CERT.br Diretoria Executiva (3)

12 NIC.br – NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR SERVIÇOS: Registro.br => Nomes de Domínio e IP´s no Brasil CERT.br => Centro de Estudos, Resposta e Tratamento a Incidentes de Segurança na Internet do Brasil PTT.br => Projetos PTT Metro - 12 Pontos de Troca de Tráfego Eventos (GT-ER/GT-S/GT-RH) LACNIC => O NIC.br é o Centro Operacional para o LACNIC Desenvolvimento e manutenção do Software Collocation e Operação do Hardware Infra-estrutura de Engenharia

13 PROJETO PTT METRO

14 DIAGNÓSTICO 10 anos de Internet comercial privatização, diversificação, (des)concentração concentração de peering entre São Paulo e Rio tráfego intra-nacional não é trocado no exterior recusa de troca de tráfego, mesmo com remuneração - superstição: perda do mercado, prejuízo econômico

15 DIAGNÓSTICO PTTs - Terremark/SP (ex PTT-FAPESP), Optix/SP, RSIX, PRIX, FIX(BSB) - são importantes para operação da internet brasileira Banda larga (DSL e cabo) está alterando a matriz de tráfego Provedores começam a entender os acordos de peering como diferencial de qualidade Custo da troca de tráfego metropolitano é menor com um único PTT

16 PTT METRO - Projeto O que é: –conjunto de pontos de interconexão (PIX) que concordam em estabelecer um sistema metropolitano, colaborativo, distribuído, neutro, centralmente administrado, mas, aberto a outros participantes O que não é: –interligação de data centers ou provedores dominantes –infra-estrutura restrita aos PIXes

17 PTT METRO - Características Credibilidade: coordenação do CGI.br Neutralidade: administração da política de uso e roteamento sob controle de PIX Central – não comercial Qualidade: data centers/operadores comerciais de categoria mundial operam PIXes em regime de 24 horas x 7 dias Eficiência: trocas regionais com alto desempenho e baixo custo

18 PTT METRO - Serviços aos participantes –Troca de tráfego com qualquer participante – bi-lateral ou multilateral –Escolha de um único PIX para interconexão: custo de collocation e facilidades de infra estrutura são competitivos –Disponibilidade de serviços avançados (IPv6, multicast)

19 PTT METRO - Responsabilidades –CGI.br - coordenação geral e instalação de equipamentos –PIX Central - coordenação local, administração de políticas e operação –PIX Participante - pagamento da interconexão e colaboram na operação –Participantes - conexão a um PIX e estabelecimento dos acordos de peering

20 PTT METRO - Resultados –Redução dos gargalos na infra-estrutura de interconexão regional e nacional aumento na quantidade e qualidade da troca de tráfego no País –Melhoria na qualidade do serviço para a comunidade de usuários Internet –Redução do custo para interconexão de sistemas autônomos (ASs) em área metropolitana –Criação de PTTs abertos, sustentáveis e neutros

21 PTT METRO - Resumo do Progresso Primeira etapa –sp.ptt.br Em operação: Optiglobe, Metrorede/BrT, USP/RNP e Registro.br (PIX Central) –df.ppt.br Em operação: BrasilTelecom, FIX (Serpro, Intelig), Embratel, IBICT/RNP (PIX Central) –rj.ppt.br Em instalação

22 PTT METRO - Resumo do Progresso Segunda etapa –Identificação de novos PTTs (+9) Sul: PR, SC e RS Centro: MG e GO Nordeste: CE, PE, RN e PA

23 ENDEREÇOS IMPORTANTES Comitê Gestor da Internet no Brasil CGI.br => Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR NIC.br => Registro de Nomes => Segurança/Estatísticas => Pontos de Troca de Tráfego =>

24 MUITO OBRIGADO !!! MUCHAS GRACIAS !!!


Carregar ppt "PONTOS DE TROCA DE TRÁFEGO METROPOLITANOS PTT METRO NAPLA2005 – Lima LACNIC VIII – 28 de Junho 2005 Hartmut Glaser"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google