A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Porto Alegre, 30 de abril de 20202 31 a Reunião da Qualidade RS Movimento Brasil Competitivo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Porto Alegre, 30 de abril de 20202 31 a Reunião da Qualidade RS Movimento Brasil Competitivo."— Transcrição da apresentação:

1 Porto Alegre, 30 de abril de a Reunião da Qualidade RS Movimento Brasil Competitivo

2 OBJETIVOS 2. Os 10 anos de PBQP3. Os novos desafios e a Competitividade 4. Áreas de atuação do MBC 1. O Movimento da Qualidade no Brasil

3 50 Ind. Automobilística Padronização 60 Ind. Petróleo Inspeção 70 Ind. Nuclear Sistemas de Ind. Petróleo Garantia da Ind. Petroquímica Qualidade 80 Programa de Apoio ao Programa de Especia- Desenvolvimento Científico lização em Gestão da e Tecnológico - PADCT Qualidade - PEGQ 90 Política Industrial e de PBQP Comércio Exterior - PICE Anos Foco Agente promotor Movimento pela Qualidade no Brasil

4 OBJETIVOS 2. Os 10 anos de PBQP3. Os novos desafios e a Competitividade 4. Áreas de atuação do MBC 1. O Movimento da Qualidade no Brasil

5 PBQP um programa de Sucesso e Resultados: 1.Criação da Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade 2.Criação do Comitê Brasileiro da Qualidade da ABNT 3.Consolidação da rede brasileira de calibração 4.Criação de entidades certificadoras independentes nos setores eletro-eletrônico, brinquedos,automotivo, etc Criação da rede integrada de Pós-Graduação em Qualidade 6. Criação do IBQP 7. Criação do Centro de Inovação e Competitividade – CIC 8. Criação dos Programas Estaduais de Qualidade 9. Criação do Programa Qualidade e Participação na Administração Pública – QPAP 10. Criação do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor 11. Promoção das Certificações ISO

6 Desafios e Oportunidades Abertura de Mercado Foco na Melhoria de Eficiência Operacional PBQP e Movimento Nacional pela Qualidade Década de 90 Internacionalização da Economia ? Década Atual ?

7 OBJETIVOS 2. Os 10 anos de PBQP3. Os novos desafios e a Competitividade 4. Áreas de atuação do MBC 1. O Movimento da Qualidade no Brasil

8 FATORES COMPETITIVOS INSUMOS E ATIVOS IMOBILIZADOS Matéria-prima Equipamentos Instalações CONHECIMENTO, HABILIDADE E COMPETÊNCIA DESENVOLVIMEN- TO SOCIAL Educação Saúde Qualidade de Vida ESTRUTURA DOS ESTADOS Política, Social e Econômica; Burocracia Estatal SISTEMAS DE TRANSPORTE Vias Instalações Equipamentos SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO Satélites e Redes Processamento Informação. SOFTWARE Internos HARDWARE SOFTWAREHARDWARE Externos Matéria-prima Equipamentos Instalações Gerencial Comercial Técnica Educação Saúde Qualidade de Vida Política, Social e Econômica; Burocracia Estatal Vias Instalações Equipamentos Satélites e Redes Processamento Informação.

9 SOCIAL ATIVIDADES TRADICIONAIS ATIVIDADES TRADICIONAIS CULTURAS ESTRATÉGICAS CULTURAS ESTRATÉGICAS ATIVIDADES EMERGENTES ATIVIDADES EMERGENTES INFRA- ESTRUTURA INFRA- ESTRUTURA FATORES COMPETITIVOS GESTÃO MARKETING INFORMÁTICA RH TECNOLOGIA

10 COMPETITIVIDADE É a soma de eficiências internas e externas. Não basta a empresa ser benchmark. É necessário que a empresa-país seja benchmark. É a soma de eficiências internas e externas. Não basta a empresa ser benchmark. É necessário que a empresa-país seja benchmark.

11 OBJETIVOS 2. Os 10 anos de PBQP3. Os novos desafios e a Competitividade 4. Áreas de atuação do MBC 1. O Movimento da Qualidade no Brasil

12 Pilares do Movimento Competitividade das Empresas Contribuir para Melhorar a Qualidade de Vida da População Competitividade do Governo Alinhame nto entre Governo, Iniciativa Privada e Terceiro Setor PRESERVAÇÃO DO MEIO-AMBIENTE Competitividade da Nação

13 Busca da Inovação Determinantes Internos de Competitivide Do The Things Right Do The Right Things Instituições Perdedoras Instituições Vencedoras Estratégia Ambiente propício para a INOVAÇÃO Gestão

14 Desafios e Oportunidades Abertura de Mercado Foco na Melhoria de Eficiência Operacional PBQP e Movimento Nacional pela Qualidade Década de 90 Internacionalização da Economia Foco na Integração de Estratégia e Gestão Década Atual Movimento Brasil Competitivo (MBC)

15 1. Resultado de uma demanda conjunta dos setores privado e público. 2. Conselho Superior composto por Empresários, Ministros e FPNQ. 3. Ocupa o espaço deixado pelo Comitê Nacional da Qualidade. 4. Natureza de OSCIP concedida pelo Ministério da Justiça. 5.Compromisso de lideranças históricas do Movimento da Qualidade. 6. Planejamento articulado com a FPNQ. Natureza e Características

16 Fortalecer/ desenvolver setores, regiões, cadeias e clusters Setores Regiões Cadeias Clusters Áreas de Atuação Inovação Estimular a capacidade de inovação do país O MBC tem como objetivo melhorar a competitividade do país atuando em quatro áreas principais Melhorar a Capacidade Estratégica e de Gestão das organizações públicas e privadas Gestão e Estratégia Indicadores Avaliação Benchmarking Monitorar o desempenho de fatores que afetam a competitividade nacional (

17 Gestão e Estratégia Fortalecimento e Estruturação de 6 Programas Setoriais e 20 Programas Estaduais de Qualidade e Produtividade Cadeias, Setores e Clusters Mapeamento dos estrangulamentos, oportunidades e desafios Indicadores, Avaliação e Benchmarking Mapas de Benchmarks e indicadores de desempenho Inovação Promoção e disseminação da cultura da inovação Principais Projetos

18 Missão do MBC Contribuir para a melhoria radical da Competitividade das organizações privadas e públicas brasileiras, de maneira sustentável, promovendo a qualidade de vida da população

19 Endereços Eletrônicos


Carregar ppt "Porto Alegre, 30 de abril de 20202 31 a Reunião da Qualidade RS Movimento Brasil Competitivo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google