A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 1/15 Síntese do Tema 2 – Necessidades Ilimitadas Identificadas como necessidades coletivas e necessidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 1/15 Síntese do Tema 2 – Necessidades Ilimitadas Identificadas como necessidades coletivas e necessidades."— Transcrição da apresentação:

1 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 1/15 Síntese do Tema 2 – Necessidades Ilimitadas Identificadas como necessidades coletivas e necessidades individuais, este tema investigou a classificação da contrapartida à existência de recursos escassos: as necessidades humanas.

2 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 2/15 Síntese do Tema 3 - Bens As necessidades coletivas e necessidades individuais são supridas pelos bens ou serviços. Este tema tratou da identificação dos bens livres e dos bens econômicos.

3 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 3/15 Tema 4 FLUXOS FUNDAMENTAIS O funcionamento do sistema econômico caracteriza-se, de um lado, pela atividade de obtenção de recursos – ou fatores – de produção em si e, de outro, pela obtenção de meios financeiros e sua utilização. Caracterizam-se, portanto, dois mercados: o primeiro, de fatores de produção; o segundo, de bens e serviços finais.

4 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 4/15 A obtenção dos fatores de produção e a produção e distribuição dos bens e serviços constituem a atividade real da economia. Os indivíduos – que são os proprietários dos fatores de produção – fornecem às empresas – que são as produtoras de bens e serviços finais – os recursos de que elas necessitam para a produção de bens e serviços finais que irão satisfazer suas necessidades.

5 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 5/15 Como contrapartida, as empresas remuneram os indivíduos, sob a forma de salários (quando o fator fornecido é a mão-de- obra), juros (quando se fornece capital de empréstimo para as empresas), lucros (quando o capital é cedido sob a forma de participação no empreendimento) e aluguéis (quando se cede imóvel, terreno ou mesmo máquinas para o exercício da atividade empresarial). Com estes recursos, os indivíduos pagam às empresas pelos bens e serviços finais adquiridos. Este processo de remuneração e pagamento caracteriza o lado monetário da economia.

6 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 6/15 Combinamos, na Figura 1, os fluxos real e monetário; pode-se nela visualizar a sua interdependência e a caracterização dos dois grandes mercados em que se fundamenta a organização econômica: o mercado de fatores – ou recursos – de produção e o mercado de bens e serviços, nas partes superior e inferior dos fluxos, respectivamente.

7 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 7/15 Unidades Produtoras (ou Empresas) Unidades Consumidoras (ou Indivíduos) Fornecimento de Fatores de Produção (capital, terra, trabalho, tecnologia, capacidade empresarial) Suprimento de Bens e Serviços Finais Remuneração pelos Fatores de Produção (salários, juros, lucros, aluguéis) Pagamento pelos Bens e Serviços MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO MERCADO DE BENS E SERVIÇOS FINAIS Figura 3 Os fluxos real e monetário e os mercados de fatores de produção e de bens e serviços finais

8 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 8/15 A linha cheia, indicando o fornecimento de fatores de produção e o suprimento de bens e serviços finais, identifica o fluxo real. A linha pontilhada, por onde se dá a passagem da remuneração pelos fatores e o pagamento dos bens e serviços adquiridos, constitui o fluxo monetário.

9 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 9/15 Unidades Produtoras (ou Empresas) Unidades Consumidoras (ou Indivíduos) Fornecimento de Fatores de Produção (capital, terra, trabalho, tecnologia, capacidade empresarial) Suprimento de Bens e Serviços Finais Remuneração pelos Fatores de Produção (salários, juros, lucros, aluguéis) Pagamento pelos Bens e Serviços MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO MERCADO DE BENS E SERVIÇOS FINAIS Figura 3 Os fluxos real e monetário e os mercados de fatores de produção e de bens e serviços finais Fluxo Real Fluxo Monetári o

10 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 10/15 Vazamentos e injeções no fluxo circular da renda a dois pólos Nem todo o rendimento auferido pelos indivíduos ao fornecerem fatores de produção constitui base para o pagamento pelos bens e serviços adquiridos. Uma parte destes rendimentos pode ficar retida sob a forma de poupança — identificada pela letra S, do inglês saving, na maioria dos trabalhos acadêmicos que focalizam esta importante variável econômica. Este ato representa um vazamento de recursos financeiros do sistema, já que haverá produção que não será adquirida.

11 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 11/15 Neste fluxo circular da renda a dois pólos — empresas e indivíduos —, as empresas também são poupadoras, na medida em que não utilizam todo o seu lucro para a aquisição de novos fatores de produção, juntando-se aos indivíduos poupadores. Por outro lado, nem toda a produção de bens e serviços finais é destinada aos indivíduos. Uma parcela considerável dos bens e serviços produzidos é adquirida pelas próprias empresas, para constituírem seu ativo permanente, ou seja, a parcela dos ativos totais da empresa que compreendem o ativo imobilizado e os investimentos sob diversas formas, dentre outras rubricas.

12 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 12/15 Estes dispêndios das empresas com aquisição de bens e serviços finais que irão ampliar seus ativos são considerados genericamente como investimentos no sentido econômico e não financeiro do termo, caracterizando, portanto, uma injeção, ou seja, uma entrada de recursos no fluxo circular da renda.

13 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 13/15 Diz-se que o sistema econômico está equilibrado quando os vazamentos são de mesma magnitude que as injeções, ou seja, quando a poupança S é igual ao investimento I, tal que I = S Reproduzimos a Figura 3, incorporando os vazamentos e a injeção, isto é, a poupança dos indivíduos e das empresas e os seus investimentos em ativos, conforme apontado na Figura 4.

14 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 14/15 Unidades Consumidoras (ou Indivíduos) Fornecimento de Fatores de Produção (capital, terra, trabalho, tecnologia, capacidade empresarial) Suprimento de Bens e Serviços Finais Remuneração pelos Fatores de Produção (salários, juros, lucros, aluguéis) Pagamento pelos Bens e Serviços MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO MERCADO DE BENS E SERVIÇOS FINAIS S Unidades Produtoras (ou Empresas) I

15 Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 15/15 Síntese do Tema 4 – Fluxos Fundamentais Este tema abordou o fluxo circular da renda em sua mais simples versão: a de dois pólos, onde se situam as empresas e os indivíduos, como agentes econômicos que interagem na produção e distribuição de fatores de produção e bens e serviços finais.


Carregar ppt "Economia de Mercado UNIP Prof. Fauzi Timaco Jorge 1/15 Síntese do Tema 2 – Necessidades Ilimitadas Identificadas como necessidades coletivas e necessidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google