A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O ESPAÇO DA PRODUÇÃO E DO CONSUMO. Da maneira como a atividade industrial é exercida na atualidade, podemos defini-la como o conjunto de atividades econômicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O ESPAÇO DA PRODUÇÃO E DO CONSUMO. Da maneira como a atividade industrial é exercida na atualidade, podemos defini-la como o conjunto de atividades econômicas."— Transcrição da apresentação:

1 O ESPAÇO DA PRODUÇÃO E DO CONSUMO

2 Da maneira como a atividade industrial é exercida na atualidade, podemos defini-la como o conjunto de atividades econômicas em que o trabalho – otimizado e disciplinado – e o capital – intensamente investido de tecnologia – transformam recursos naturais em bens de produção e consumo. A utilização de produtos industrializados é cada vez mais ampla, mesmo pessoas que residem em regiões distantes da atividade fabril consomem bens industriais. Assim, a indústria constrói uma rede de relações em âmbito local, regional e mundial. SOCIEDADE INDUSTRIALIZADA E MODERNA

3 DAS REVÕLUÇÕES INDUSTRIAIS A MUNDIALIZAÇÃO PRIMEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL – Caracterizada pela indústria maquinofatureira, aconteceu no século XVIII na Inglaterra, com o uso disseminado da maquina a vapor. Inaugurou-se o ciclo das inovações técnicas. SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL – Inicia-se na segunda metade do século XIX e termina durante a Segunda Guerra Mundial, época em que os EUA começava a desenvolver seu papel de potência econômica. Mas alguns países europeus também fortaleceram suas economias, como foi o caso da Alemanha, França e Reino Unido. Caracterizou-se pelo aprimoramento e melhoramento das tecnologias, bem como pelo uso do petróleo. TERCEIRA REVOLUÇÃO (REVOLUÇÃO TÉCNICO CIENTIFICA INFORMACIONAL) - Entrou em vigor na segunda metade do século XX. Essa nova etapa de produção está vinculada à inserção de uma enorme quantidade de tecnologia e informação. Essa revolução, por sua vez, está ligada diretamente à informática, robótica, telecomunicação, química, uso de novos materiais, biotecnologia e nanotecnologia.

4 MODELOS DE ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL Taylorismo – marcado pela divisão e racionalização do trabalho, controle e aumento da produtividade. Fordismo – marcado pelas linhas de montagem e divisão de trabalho, os operários realizavam uma função especifica e especializada, que se repetia por toda a jornada de trabalho. Toyotismo – Modelo industrial asiático, mais especificamente japonês, baseado na produção flexível, na qual as equipes de trabalho participavam de todas as etapas da produção.

5 FATORES LOCACIONAIS Os fatores que levam à escolha de determinado lugar para instalar uma empresa industrial são chamados fatores locacionais. Atraiar uma empresa não é uma tarefa fácil, mas os fatores mais importantes costumam ser: mercado consumidor, matérias- primas, mão de obra, disponibilidade de energia, incentivos ficais*, redes de transportes. Incentivos Fiscais – são benefícios que o governo oferece com o intuito de atrair empresas para que se instalem em seu município, estado ou país.

6 TIPOS DE INDÚSTRIAS As indústrias são classificadas de várias maneiras, levando-se em conta diferentes critérios, como a tecnologia empregada ou a matéria-prima para serem usadas por outras indústrias na fabricação dos produtos. Seguindo essa ordem elas são classificadas em: Industria de bens de produção (transformam e processam a matéria prima) Industria de bens intermediários ( fornecem as máquinas e equipamentos) Industrias de bens de consumo Duráveis: automóveis, eletrodomésticos, etc. Não duráveis: roupas, alimentos, calçados, etc.

7 ECONOMIAS EMERGENTES E OS BRICS O conjunto de países subdesenvolvidos industrializados ocupa uma posição nitidamente distinta no panorama da globalização, na medida em que tem uma história de industrialização tardia e incompleta. Também conhecida como “economia emergentes” entre esses países se destacam os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). São países com grande extensão territorial, numerosa população (Índia e China concentram 2,4 bilhões dos habitantes da Terra). A China é hoje uma das grandes exportadoras de produtos do mundo. Há uma nova configuração no espaço industrial mundial, esses países se tornaram cada vez mais atrativos para implantação de unidades fabris, enquanto isso, as zonas industriais tradicionais dos países ricos vêm perdendo investimentos.

8 OS POLOS TECNOLOGICOS Surgem no século XX, os polos tecnológicos ou tecnopolos resultam da união entre empresas e instituições de pesquisa alta tecnologia, como as universidades. O objetivo de concentrar empresas e instituições de pesquisa em áreas contíguas é incentivar as pesquisas científicas que possam agregar valor aos produtos industriais complexos, resultantes da pesquisa de ponta. O Vale do Silício, na Califórnia (EUA) é mundialmente reconhecido pelo surgimento de empresas de alta tecnologia. Os primeiros tecnopolos brasileiros forma criados na década de 80, assim como em outro lugares do mundo, resultam da mão de obra qualificada. Localizado em Campinas e na cidade de São Paulo.


Carregar ppt "O ESPAÇO DA PRODUÇÃO E DO CONSUMO. Da maneira como a atividade industrial é exercida na atualidade, podemos defini-la como o conjunto de atividades econômicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google