A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA."— Transcrição da apresentação:

1

2 CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA

3 ...os conceitos fundantes da ciência geográfica (espaço, território, lugar, paisagem e região) deverão ser apreendidos, não apenas na sua forma mas também no que diz respeito à sua construção social.... como assinalam os Parâmetros Curriculares Nacionais, os conceitos são instrumentos importantes na compreensão e análise científica do espaço, assim sendo, eles devem ser entendidos como elementos nortedadores dos conteúdos abordados. (Comperve 2009)

4 Espaço Geográfico É (re)produzido pelas relações sociais e, destas, com o meio ambiente, conforme as técnicas de apropriação dos recursos naturais ao longo da História. É o conjunto indissociável de sistemas de objetos (redes técnicas, prédios, ruas) e de sistemas de ações (organização do trabalho, produção, circulação, consumo de mercadorias, relações familiares e cotidianas), que procuram revelar as práticas sociais dos diferentes grupos que nele produzem, lutam, sonham, vivem e fazem a vida caminhar.

5 (UEPR) A construção do espaço é obra da sociedade em sua marcha histórica ininterrupta. Mas não basta dizer que o espaço é o resultado da acumulação do trabalho da sociedade global. Pode-se dizer isso e ainda assim trabalhar com uma noção abstrata de sociedade, onde não se leva em consideração o fato de que os homens se dividem em classes. A sociedade se transforma em espaço através de sua distribuição sobre as formas (UEPR) A construção do espaço é obra da sociedade em sua marcha histórica ininterrupta. Mas não basta dizer que o espaço é o resultado da acumulação do trabalho da sociedade global. Pode-se dizer isso e ainda assim trabalhar com uma noção abstrata de sociedade, onde não se leva em consideração o fato de que os homens se dividem em classes. A sociedade se transforma em espaço através de sua distribuição sobre as formas

6 geográficas, e isto ela faz em benefício de alguns e em detrimento da maioria: ela também o faz para separar os homens entre si, atribuindo-lhes um pedaço de espaço segundo um valor comercial: e o espaço-mercadoria vai aos consumidores como uma função de seu poder de compra. SANTOS, M. Por uma geografia nova. São Paulo. Hucitec, Aplicando esta análise às áreas urbanas brasileiras, assinale a alternativa INCORRETA:

7 A) O valor do espaço, diferenciado entre as classes sociais, fica evidente pela divisão presente em muitas cidades nas quais a periferia é ocupada pelos excluídos, concentrados nos loteamentos clandestinos e nas favelas. B) A violência, subproduto da desigualdade social, provoca a internalização da vida urbana, isto é, a segregação dos habitantes em ambientes protegidos.

8 C) Os condomínios fechados, localizados em espaços privilegiados e arborizados, são um exemplo da transformação dos espaços verdes em mercadoria: só são acessíveis a quem pode pagar. D) Na última década, e como conseqüência da globalização, as diferenças entre as classes têm diminuído, fato comprovado pela socialização do espaço da cidade.

9 Paisagem Geográfica Porção imediatamente visível (ou perceptível) do espaço geográfico. Não o explica, mas fornece elementos iniciais para a compreensão da organização do espaço. Possui conteúdo histórico. Porção imediatamente visível (ou perceptível) do espaço geográfico. Não o explica, mas fornece elementos iniciais para a compreensão da organização do espaço. Possui conteúdo histórico. Pode ser Paisagem Natural (não há vestígios de atividade humana, imperando a dinâmica da Natureza) ou Paisagem Cultural (marcas de atividade humana).

10 (Unipam) Tudo aquilo que nós vemos, o que nossa visão alcança, é a paisagem. Esta pode ser definida como o domínio do visível, aquilo que a vista abarca. Não é formada apenas de volumes, mas também de cores, movimentos, odores, sons, etc. [...]. (SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. São Paulo: Hucitec, 1988). (Unipam) Tudo aquilo que nós vemos, o que nossa visão alcança, é a paisagem. Esta pode ser definida como o domínio do visível, aquilo que a vista abarca. Não é formada apenas de volumes, mas também de cores, movimentos, odores, sons, etc. [...]. (SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. São Paulo: Hucitec, 1988). Observe a paisagem abaixo. Fonte: IVERNEL, Martin. Histoire- Geographie. Paris: Hatier, p. 274.

11 A partir da citação e da leitura da paisagem, todas as alternativas estão corretas, EXCETO: a) A paisagem pode ser considerada como o resultado do processo de construção do espaço geográfico. Ela evidencia, por exemplo, a história da população que ali vive e a maneira como utiliza alguns recursos naturais em seu dia-a-dia. b) Esta paisagem também pode ser analisada para além do que é percebido apenas pelo olhar. Isso quer dizer que é possível buscarmos explicações para aquilo que se encontra por detrás da paisagem, a busca dos significados do que aparece.

12 c) Na aparência, as formas da paisagem estão apresentadas de modo estático. Mas, por outro lado, a paisagem é resultado de todo um processo de movimentos da população em busca de sua sobrevivência, como também pode ser resultante de movimentos da natureza. d) A paisagem é formada, ou por elementos físicos, ou por elementos culturais. Nessa análise, para a compreensão de uma determinada realidade, é imprescindível analisarmos, de maneira compartimentada, os aspectos naturais e os sociais.

13 Território - Espaço definido e delimitado por relações de poder. - Nome político para a área de um Estado (superestrutura que rege a sociedade e economia num dado território). - Porção do espaço apropriada, delimitada e usada por um grupo social ou indivíduo (é a matriz da vida social, econômica e política).

14 LUGAR Espaço de vivência de um grupo humano. Espaço de vivência de um grupo humano. Ambiente em que há sensação de pertencimento, identidade e afetividade. Ambiente em que há sensação de pertencimento, identidade e afetividade. Onde ocorre a concretização das possibilidades do mundo (fruto das relações globais/locais). Onde ocorre a concretização das possibilidades do mundo (fruto das relações globais/locais).

15 (UFPB-2008) Leia o texto: Todos nós temos o nosso lugar e sabemos onde ele fica. Sempre, desde que nascemos. Quantas vezes já lhe perguntaram: De onde você é? Você já sabe, é o lugar onde você nasceu. Foi (e será sempre) o seu primeiro lugar. (PRATA, apud ALMEIDA E RIGOLIN, 2001, p. 10). Lugar é um dos principais conceitos geográficos e caracteriza-se por uma série de relações: políticas, econômicas e sociais, que se estabelecem em diferentes escalas.

16 De acordo com o texto, lugar pode ser considerado como: I. O espaço que é familiar, faz parte da vida cotidiana e dá ao indivíduo identidade própria. II. Um conjunto de espaços que estão relacionados aos acontecimentos naturais, tais como terremotos, erupções vulcânicas e outros. III. Um conjunto de formas que, num dado momento, exprime as heranças que representam as sucessivas relações entre o homem e a natureza. IV. O limite imaginário marcado pelas relações sociais de poder que divide o município, estado, nação etc. Está(ão) correta(s) apenas: A) IV B) I C) III D) I e II E) III e IV

17 REGIÃO É a subdivisão do espaço, um recorte: subsistema de um todo com o qual mantém interrelações. É a subdivisão do espaço, um recorte: subsistema de um todo com o qual mantém interrelações. O planejamento regional remete a uma visão estratégica do espaço, ao seu esquadrinhamento, ao seu recorte e à sua análise, tornando as regiões em aproveitamentos estratégicos diferenciados do espaço. O planejamento regional remete a uma visão estratégica do espaço, ao seu esquadrinhamento, ao seu recorte e à sua análise, tornando as regiões em aproveitamentos estratégicos diferenciados do espaço.

18 MILTON SANTOS Meios de produção do espaço geográfico: - Meio Natural (ou Pré-Técnico). - Meio Técnico (ou Mecanizado). - Meio Tecnocientífico e Informacional.

19 MEIO NATURAL (OU PRÉ-TÉCNICO) tempo da natureza ou tempo geológico: milhares a milhões (e até bilhões) de anos. tempo da natureza ou tempo geológico: milhares a milhões (e até bilhões) de anos. grupos humanos com técnicas e instrumentos simples até o final do Paleolítico, sem intensa modificação da Paisagem Natural. grupos humanos com técnicas e instrumentos simples até o final do Paleolítico, sem intensa modificação da Paisagem Natural. culturas próprias por estarem ocupando regiões distintas da superfície. culturas próprias por estarem ocupando regiões distintas da superfície. caminhos líquidos – rios, mares e lagos - como eixos de contato. caminhos líquidos – rios, mares e lagos - como eixos de contato. tempo do trabalho ligado às necessidades imediatas (com divisão sexual e sem subordinação do gênero feminino). tempo do trabalho ligado às necessidades imediatas (com divisão sexual e sem subordinação do gênero feminino).

20 MEIO TÉCNICO (ou MECANIZADO) espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Subordinação do gênero feminino. Subordinação do gênero feminino.

21 MEIO TÉCNICO (ou MECANIZADO) espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Subordinação do gênero feminino. Subordinação do gênero feminino.

22 MEIO TÉCNICO (ou MECANIZADO) espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. espaço mecanizado do Neolítico à Revolução Industrial com transformação extensa e profunda da superfície terrestre. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. fontes de energia mecânicas ampliaram a produção de artefatos e revolucionaram os transportes. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. tempo social; trabalho assalariado e subordinação ao ritmo imposto pelas máquinas. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Tecnologia (ciência aplicada à técnica) ; colapso ambiental. Subordinação do gênero feminino. Subordinação do gênero feminino.

23 MEIO TECNOCIENTÍFICO E INFORMACIONAL ESTRUTURA-SE COM A REVOLUÇÃO TÉCNICA- CIENTÍFICA E INFORMACIONAL (3ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL): PÓS-2ª GUERRA MUNDIAL E IMPULSIONADA COM CRISE DO PETRÓLEO (DÉCADA DE 70). A CRISE OBRIGA EMPRESAS A SE ADEQUAREM AGREGANDO TECNOLOGIA (INFORMÁTICA COMO BASE). ESTRUTURA-SE COM A REVOLUÇÃO TÉCNICA- CIENTÍFICA E INFORMACIONAL (3ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL): PÓS-2ª GUERRA MUNDIAL E IMPULSIONADA COM CRISE DO PETRÓLEO (DÉCADA DE 70). A CRISE OBRIGA EMPRESAS A SE ADEQUAREM AGREGANDO TECNOLOGIA (INFORMÁTICA COMO BASE).

24 - predomínio das finanças e da transferência de capitais e informações através de redes de comunicações de âmbito global (era da informação). - Espaço Geográfico organizado em redes de fluxos diversos (capitais, informações, mercadorias...), formando nós (ou nódulos) de interconexão dos fluxos. - Relativização tempo-espaço.

25 - Espaço Geográfico organizado em redes de fluxos diversos (capitais, informações, mercadorias...), formando nós (ou nódulos) de interconexão dos fluxos. - Relativização tempo-espaço.

26 Sejamos claros: os instrumentos atuais de universalização, dos quais costumamos dizer que eliminam o tempo e reduzem o espaço, só realizam esse milagre para poucos! Milton Santos. Sejamos claros: os instrumentos atuais de universalização, dos quais costumamos dizer que eliminam o tempo e reduzem o espaço, só realizam esse milagre para poucos! Milton Santos.

27 ...o consumo instala sua fé por meio de objetos, aqueles que em nosso cotidiano nos cercam na rua, no lugar do trabalho, no lar e na escola, quer pela sua presença imediata, quer pela promessa ou esperança de obtê- los. (...) Milton Santos

28 (Fdels) O geógrafo Milton Santos propôs uma periodização para o espaço geográfico brasileiro, segundo uma seqüência histórica de três meios geográficos: o meio natural, o meio técnico e o meio técnico-científico-informacional. (Fdels) O geógrafo Milton Santos propôs uma periodização para o espaço geográfico brasileiro, segundo uma seqüência histórica de três meios geográficos: o meio natural, o meio técnico e o meio técnico-científico-informacional. Em relação aos meios geográficos, considere as proposições abaixo: Em relação aos meios geográficos, considere as proposições abaixo: I) O meio natural é caracterizado pela importância da natureza nos processos produtivos, pela reprodução da economia através da extensão horizontal da ocupação do território, pela fraca divisão social do trabalho. Foi dominante do Brasil até a segunda metade do século XIX. I) O meio natural é caracterizado pela importância da natureza nos processos produtivos, pela reprodução da economia através da extensão horizontal da ocupação do território, pela fraca divisão social do trabalho. Foi dominante do Brasil até a segunda metade do século XIX.

29 II) O meio técnico expressa a introdução no país das inovações produzidas pela Revolução Industrial, não só estendendo o espaço construído como o fazendo crescer verticalmente, multiplicando e adensando áreas de concentração de atividades e de população. É acompanhado por uma maior divisão funcional e social do trabalho. III) O meio técnico-científico-informacional inicia-se nos anos 1970/80. Expande-se o espaço virtual, transmitindo as imagens dos eventos em tempo real para todos os lugares. A informatização introduziu novas formas de produzir e criou o suporte técnico necessário para a globalização. Podemos aceitar como corretas as proposições: a) I, apenas d) II e III, apenas b) I e II, apenas e) I, II e III c) I e III, apenas

30 EXERCÍCIOS 01. (UFRN-2006) O espaço geográfico contemporâneo apresenta um entrecruzamento de redes que objetiva realizar diversos fluxos, principalmente de comunicações, de mercadorias e de capitais. Considerando-se a informação acima, é correto afirmar:

31 A) a abrangência espacial das redes de comunicação ampliou o comércio internacional e acelerou os fluxos de capitais e de mercadorias, eliminando as diferenças socioespaciais entre os lugares. B) a distribuição espacial dos nós de interconexão na rede acontece de forma simétrica, impossibilitando as ações econômicas globais. C) a distribuição espacial das redes, de forma desigual, permite que as áreas com maior densidade de infra- estrutura apresentem um diferencial de produtividade espacial, atraindo, assim, maior número de investimentos. D) a abrangência espacial das redes unificou os fluxos de comunicação entre os diversos lugares e descentralizou o domínio da tecnologia da informação.


Carregar ppt "CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA CONCEITOS TEÓRICOS DA GEOGRAFIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google