A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO DE FILOSOFIA/PSICOLOGIA PATRICIA MACHADO DOMINGUES -PSICÓLOGA- GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL UBERLÂNDIA - UFU MESTRADO EM PSICOLOGIA- USP RP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO DE FILOSOFIA/PSICOLOGIA PATRICIA MACHADO DOMINGUES -PSICÓLOGA- GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL UBERLÂNDIA - UFU MESTRADO EM PSICOLOGIA- USP RP."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO DE FILOSOFIA/PSICOLOGIA PATRICIA MACHADO DOMINGUES -PSICÓLOGA- GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL UBERLÂNDIA - UFU MESTRADO EM PSICOLOGIA- USP RP

2 Símbolos da Filosofia

3 FILOSOFIA O que é filosofia? Filosofia: palavra de origem grega: (philos = amigo; sophia = sabedoria) Foi pela admiração (thauma) que os homens começaram a filosofar pela perplexidade, pela admiração e pelo espanto diante das coisas do mundo.

4 O que é filosofia? A filosofia começa quando algo desperta nossa admiração e espanto. Algo chama nossa atenção: (O que é isto? Por que é assim? Como assim? Como funciona?). Espantar-se diante das coisas, interrogá-las é próprio da condição humana. Mas é também normal se acostumar com as coisas após conhecê-las, adaptar-se. E há, ainda, coisas que não chegam a ser questionadas: naturalização.

5

6 Você também pode filosofar!! Filosofia não é feita apenas pelos filósofos e pensadores, mas é aquilo que fazemos quando estamos livres de nossas atividades cotidianas e temos a chance de nos perguntar o que é a vida e o universo. Ser humano é curioso e vive se perguntado sobre o mundo, sobre a vida, ele raciocina, fantasia... Atitude filosófica

7 Nosso curso de Filosofia Objetivo Geral: Conhecer as grandes correntes filosóficas, os principais filósofos e pensadores que influenciaram a História da Humanidade e com eles aprender a pensar e problematizar a realidade a partir da atitude filosófica. Objetivos específicos: Preparar os alunos para o vestibular, com o estudo de temas filosóficos e dos pensadores; Estimular nos alunos a busca pelo conhecimento, a atitude filosófica e busca pela descoberta de si e do mundo.

8 O Positivismo de August Comte August Comte ( ): Paris, França. Fundador do Positivismo e da Sociologia. Contextualização: França, após revolução francesa. O país encontrava-se no caos da pós revolução, porém não queria o regime despótico anterior. Crise política e ideológica dos valores tradicionais. Comte cria o Positivismo, cujo objetivo era dar ordem ao caos, planejar o desenvolvimento da sociedade por meio da ciência. O Positivismo teve grande influência no Brasil.

9 Fundamentos do Positivismo Tudo o que se refere ao saber humano pode ser sistematizado segundo os princípios adotados como critério de verdade para as ciências exatas e biológicas. Isso se aplicaria também aos fenômenos sociais, que deveriam ser reduzidos a leis gerais como as da física. Para Comte, a sociologia seria o planejamento da organização social e política.

10 O homem no lugar de Deus Organizar a sociedade segundo leis gerais predeterminadas a fim de assegurar o bem estar do maior número de pessoas possível. Inspirou-se na Igreja católica, porém não a seguia por não considerar o sobrenatural e sim o materialismo científico. Chegou a fundar templos positivistas onde a humanidade e não a divindade seria venerada: o Grande Ser.

11 Teoria Positivista: estágios do pensamento humano Comte formulou uma lei histórica de três estágios para o pensamento humano 1.Estágio teológico: quando recorria às idéias de deuses e espíritos para explicar os fenômenos naturais; 2.Estágio metafísico: fundamenta o conhecimento em abstrações - como essências, causas finais ou concepções idealizadas da natureza. 3.Estágio positivo: que pressupõe a admissão das limitações do entendimento humano. Para ele, a razão não é capaz de operar a não ser pela via da experiência concreta. Todo esforço da ciência e da filosofia deveria se restringir, portanto, a encontrar as leis que regem os fenômenos observáveis. Empirismo (valorizar apenas os fenômenos observáveis e considerar anticientíficos os estudos dos processos mentais do observador).

12 Sociologia Antes de Comte, a sociologia já existia, mas foi ele quem a organizou como ciência e a dividiu em duas áreas: Estática social: estuda as forças que mantêm a sociedade unida, se fundamenta na ordem. Dinâmica social: estuda as mudanças sociais e suas causas, se fundamenta no progresso O lema "ordem e progresso", que figura na bandeira brasileira possui inspiração comtiana. Conhecidos a estrutura e os processos de transformação da sociedade, seria possível, para o pensador, reformar as instituições e aperfeiçoá-las.

13 Elite de cientista comandando o mundo Rejeitou a democracia, por ser imprevisível. Ele acreditava que a ciência positiva seria o fundamento da fraternidade entre os homens, mas a responsabilidade por conduzir o aperfeiçoamento das instituições estaria restrita a uma elite de cientistas. O positivismo compara a sociedade a um organismo biológico, no qual nenhuma parte tem existência independente. Num estágio positivo, próximo da perfeição, não haveria lugar para o individualismo, apenas para o desenvolvimento da solidariedade e do altruísmo (termo cunhado por Comte) de cada um em favor da coletividade.

14 Influências do Positivismo na Educação A ordem era fundamental: os membros de uma sociedade deveriam aprender desde pequenos a importância da obediência e da hierarquia: uma função primordial da escola. Segundo Comte, a evolução do indivíduo segue um trajeto semelhante à evolução das sociedades. Infância = estágio teológico, quando a criança tende a atribuir a forças sobrenaturais o que acontece a seu redor. Maturidade do espírito seria encontrada na ciência. Na escola de inspiração positivista, os estudos científicos prevalecem sobre os literários. O filósofo acreditava ainda que todos os seres humanos guardam em si instintos tanto egoístas quanto altruístas. A educação deveria assumir a responsabilidade de desenvolver nos jovens o altruísmo em detrimento do egoísmo. Na educação, isso acarreta ênfase na aferição da eficiência dos métodos de ensino e do desempenho do aluno (Testes). No século 20, a psicologia comportamental aperfeiçoaria ao máximo esses procedimentos, com experimentos e testes aplicados em grande escala.

15 Influência positivista na Proclamação da República No Brasil os ideais positivistas serviram para alavancar uma troca de regime, com a proclamação da República. A maior presença da ideologia comtiana estava nas Forças Armadas, de onde saiu o vitorioso movimento republicano e a idéia de adotar o lema "ordem e progresso". Várias das medidas governamentais dos primeiros anos da República tiveram inspiração positivista, como a reforma educativa de 1891 e, no mesmo ano, a separação oficial entre Igreja e Estado

16 O positivismo ficou de tal forma conhecido no Brasil que o prenome de Comte foi aportuguesado para Augusto e a corrente filosófica tornou-se tema de um samba de Noel Rosa e Orestes Barbosa. A canção, intitulada Positivismo e lançada em 1933, termina com os versos: "O amor vem por princípio, a ordem por base/O progresso é que deve vir por fim/Desprezaste esta lei de Augusto Comte/E foste ser feliz longe de mim".


Carregar ppt "CURSO DE FILOSOFIA/PSICOLOGIA PATRICIA MACHADO DOMINGUES -PSICÓLOGA- GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL UBERLÂNDIA - UFU MESTRADO EM PSICOLOGIA- USP RP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google