A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Materiais da Construção Aula 10 – Termoplásticos e Materiais Betuminosos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Materiais da Construção Aula 10 – Termoplásticos e Materiais Betuminosos."— Transcrição da apresentação:

1 Materiais da Construção Aula 10 – Termoplásticos e Materiais Betuminosos

2 Origem O asfalto teve origem na Grécia, e era utilizado como aglomerante, revestimento e impermeabilizante. Era obtido através de camadas geológicas, pronta para o uso como uma argamassa de consistência mole. Este tipo de argamassa, denominado asfalto natural, foi usado no início do século XX.

3 Asfalto usado atualmente Atualmente o asfalto é obtido através da destilação do petróleo em refinarias. O CAP (Cimento Asfáltico de Petróleo) é um resíduo do processo de separação por vaporização de frações leves, como diesel, gasolina etc.). A denominação de material betuminoso vêm da componente betume do asfalto, que é um hidrocarboneto. O betume é o aglomerante do asfalto.

4 Características -Resistente a água -Possui boa resistência química -É um termoplástico – amolece quando esquentado e endure quando resfriado -É viscoso -É flexível -Possui características aglutinantes -Possui características impermeabilizantes

5 Tipos de Asfalto -CAP: Cimento Asfáltico de Petróleo Resíduo da vaporização da fração leve do petróleo; Os CAP 7, utilizados para tratamento de superfícies, devem estar abaixo de 177°C, não se deve aplicar em dias chuvosos, ou com temperatura menor que 10°C, ou em superfícies molhadas; Os CAP 20 e 40 são aplicados às misturas à quente de areia- asfalto e concreto asfáltico.

6 Tipos de Asfalto -ADP: Asfalto Diluído de Petróleo Obtido pela diluição do cimento pelo petróleo; São menos viscosos e possíveis de aplicação à frio; Existem o CR-AD de cura rápida, o qual usa nafta para diluição (CR – 70, CR – 250, CR – 800 e CR – 3000); e o CM-AD de cura média, que usa querosene para diluição (CM – 30, CM – 70, CM – 250, CM – 800 e CM – 3000). A numeração contida na denominação refere-se à viscosidade, que está ligada à quantidade de diluente.

7 Tipos de Asfalto -ADP: Asfalto Diluído de Petróleo Por exemplo tanto o CR-AD-3000, quanto o CM-AD-3000, possuem a mesma viscosidade para a mesma temperatura, o que altera apenas é o tempo de cura. São utilizados em pinturas de ligação, misturas à frio e tratamentos de superfícies.

8 Tipos de Asfalto -Emulsões Asfálticas Catiônicas São misturas constituídas da dispersão de uma fase asfáltica e uma fase aquosa RR-1C: emulsão asfáltica de ruptura rápida empregada quando se deseja maior fluidez; RR-2C: emulsão asfáltica de ruptura rápida empregada quando se deseja maior viscosidade;

9 Tipos de Asfalto -Emulsões Asfálticas Catiônicas RM-1C e RM-2C: emulsões asfálticas de ruptura média empregada em pré-misturados à frio, ou como elemento ligante (economicamente não é viável); RL-1C: emulsão asfáltica de ruptura lenta empregada quando se em pré-misturados, lama asfáltica e solo-betume;


Carregar ppt "Materiais da Construção Aula 10 – Termoplásticos e Materiais Betuminosos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google