A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O livro de Juízes Suscitou o Senhor juízes, que os livraram da mão dos que os pilharam (Jz 2:16) O título em português tende à má interpretação, pois.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O livro de Juízes Suscitou o Senhor juízes, que os livraram da mão dos que os pilharam (Jz 2:16) O título em português tende à má interpretação, pois."— Transcrição da apresentação:

1

2 O livro de Juízes Suscitou o Senhor juízes, que os livraram da mão dos que os pilharam (Jz 2:16) O título em português tende à má interpretação, pois transmite a ideia de um grupo de homens cuja principal tarefa seria desempenhada na esfera legal, como árbitros nas disputas humanas. Os juízes eram salvadores ou libertadores do seu povo.

3 O livro de Juízes O Senhor é o verdadeiro Juiz do Seu povo. É Ele quem permite que eles sejam entregues nas mãos dos seus opressores. É Ele quem suscita libertadores. É o Seu Espírito, ao descer sobre os homens, que os qualifica para suas tarefas. O livro trata de homens imperfeitos capacitados por um Deus perfeito para cumprirem o Seu propósito.

4 O livro de Juízes O povo prestou culto ao Senhor durante toda a vida de Josué e dos líderes que continuaram vivos depois de Josué e que tinham visto todos os grandes feitos que o Senhor realizara em favor de Israel. (Josué 23:7) As pessoas usadas por Deus para libertar o povo eram tão falhos quanto o povo. Em muitas ocasiões, eles estiveram longe de receber qualquer elogio. Mas Deus os capacitou para superarem as suas dificuldades e os seus pecados, sendo instrumentos poderosos de libertação.

5 O livro de Juízes Na Bíblia em português, Juízes é classificado como um livro histórico. A Bíblia hebraica possui 3 divisões: Lei, Profetas e Escritos. Na Bíblia hebraica, Juízes é o segundo livro dos Profetas Anteriores. Para os hebreus, a mente e a vontade de Deus eram discerníveis através dos eventos históricos tanto quanto através das palavras dos profetas. Estudar Juízes é estudar a manifestação de Deus na história do Seu povo.

6 O livro de Juízes O livro de Juízes possui 3 divisões principais: – A conquista incompleta da Terra (1:1-2:5) – Os juízes de Israel (2:6-16:31) – O fracasso moral de Israel (17:1-21:25) A conquista de Canaã data de 1230 a.C. O período dos juízes se estende por 180 anos. O livro é formado por relatos selecionados.

7 O livro de Juízes O objetivo é mostrar que, quando o Seu povo falha, ele abre brechas para os inimigos, e precisam se arrepender e clamar para que Deus os levante um libertador que os livre dos inimigos. Apostasia ServidãoSúplica Salvação

8 O livro de Juízes O período dos juízes foi de importância crucial para Israel, pois foi um período de transição. A nação havia sido forjada a partir de um bando de escravos. Havia entrado na Terra Prometida com altos ideais e padrões morais. Havia se estabelecido num ambiente dominado por uma cultura e religião pagãs. O desafio de Israel no tempo dos juízes, é o mesmo da Igreja hoje.

9 O livro de Juízes A ruína de Israel foi a conquista incompleta e o fracasso em exterminar os habitantes da terra. Não se associem com essas nações que restam no meio de vocês. Não invoquem os nomes dos seus deuses nem jurem por eles. Não lhes prestem culto nem se inclinem perante eles. (Josué 23:7) Eles ficaram contentes em morar junto com os cananitas e perderam a motivação de conquistar. Os casamentos mistos e o envolvimento com a cultura pagã levaram ao sincretismo. Baal era Javé, e Javé era adorado como Baal.

10 O livro de Juízes Os inimigos remanescentes e os fatores geográficos fizeram as tribos de Israel se dividirem em 3 grupos: norte, centro e sul. O plano de Deus era que as tribos ajudassem umas às outras, mas não foi o que aconteceu. Na história de Débora, 6 tribos se juntaram, 4 priorizaram seus próprios interesses e 2 estavam tão longe que não são nem citadas. Como as tribos na época dos juízes, assim é a Igreja hoje: dividida, com cada um cuidando dos seus próprios interesses.

11 O livro de Juízes Quando observamos os resultados da apostasia de Israel, somos advertidos. Uma nação que abandona o Senhor, ou rebaixa e compromete seus padrões, não pode esperar prosperidade em nenhum sentido. Contudo, por detrás de uma nação que havia perdido o seu primeiro amor, sua visão e pureza, há a ação infalível de um Deus justo. Nós nos admiramos de como Israel podia estar tão cego ao agir de Deus no passado até que olhamos para dentro do nosso próprio coração.

12 O livro de Juízes À medida que estudarmos as personalidades desses juízes, não descobriremos muita grandeza moral que nos inspire. Mas notaremos um tipo de fé que coopera com o Senhor, e permite-Lhe revelar Seu poder. Que mais direi? Não tenho tempo para falar de Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, (...) os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas (...); da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros. (Hebreus 11:32-34) Quem conhece Deus e tem fé nEle pode realizar feitos poderosos.


Carregar ppt "O livro de Juízes Suscitou o Senhor juízes, que os livraram da mão dos que os pilharam (Jz 2:16) O título em português tende à má interpretação, pois."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google