A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Ângela Araújo Bruno Magalhães

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Ângela Araújo Bruno Magalhães"— Transcrição da apresentação:

1 Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Ângela Araújo Bruno Magalhães

2 Sítio arqueológico do Monte da Azinheira: distrito de Beja, concelho de Alvito, freguesia de Alvito, lugar do Monte Branco. Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Carta militar portuguesa, escala 1:25000, nº488 e 498. Enquadramento: administrativo, geográfico e geológico A área do projecto implanta-se no Maciço de Beja, mais concretamente na zona dos Pórfiros de Baleizão. A sua heterogeneidade levou ao seu agrupamento em «pórfiros» (dacitos e riodacitos) e «granófiros». Há já algumas datações radiométricas que indicam idade Namuriana, podendo-se alargar o espectro global do conjunto ao Carbónico. Carta geológica de Portugal, folha nº 8, escala 1/

3 - Projecto de construção do Dispositivo de Segregação de Águas da Barragem de Odivelas; - 1ª fase – 90m² - 2ª fase – 60m² - Total de 150m² - Na primeira fase foram abertas sondagens dentro e fora da estrutura e na área de afectação do projecto de obra; - Na segunda fase apostou-se na área mais próxima à afectação e que durante a primeira fase indiciou mais informação arqueológica; Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja)

4 Monte da Azinheira – Plano geral da estrutura escavada Compartimento 1 Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Compartimento 2 Compartimento 3 Compartimento 4 Compartimento 5

5 Interior da estrutura - Compartimento 2 Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) - Estratigrafia bastante simples; - Estrutura de combustão que permitiu identificar o nível de ocupação;

6 - O estrato de enchimento assentava directamente na rocha base; - Tal como verificado em todos os outros compartimentos, era um estrato de enchimento cheio de telha fragmentada; - Registou-se a construção de um soco, muito utilizado nas habitações em taipa (Correia, 2007); V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Interior da estrutura - Compartimento 2

7 - Único que foi integralmente escavado; - Foram identificadas duas entradas – acesso ao exterior ao compartimento 2; - Indícios de empedrado entre as entradas, assim como no compartimento 4; V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Interior da estrutura - Compartimento 3

8 Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Organização espacial Compartimento 2 Compartimento 3 Compartimento 4 Compartimento 5 Compartimento 1 Entrada 1 Entrada 2

9 - No exterior da habitação foram registadas duas zonas empedradas: uma delas dá acesso ao interior do compartimento 3; a outra dá acesso ao compartimento 5; - A uma delas era sobreposto um piso em argila, também bastante afectado; - Também aqui podemos depreender a utilização do espaço; Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Exterior da estrutura

10 V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Categoria Inserção Cerâmica Comum Cerâmica Brunida EngobeCerâmica Vidrada FaiançaPorcelanaEsmaltada Sondagem 1U.E U.E Sondagem 2U.E U.E U.E Sondagem 3U.E Sondagem 4U.E Sondagem 5U.E Sondagem 6U.E Sondagem 7U.E Sondagem 8U.E Sondagem 9U.E U.E. 901 U.E. 902 U.E. 903 U.E. 904 U.E. 905 U.E Sondagem 10U.E U.E U.E U.E Sondagem 11U.E U.E U.E U.E TOTAL Material Arqueológico -Pouco material arqueológico; - Bastante fragmentado; -Cerâmica – 86.5% de todo o material arqueológico recolhido em toda a escavação (se excluirmos o material de construção); - Para além de cerâmica foram recolhidos alguns líticos, metais e fauna bastante fragmentada;

11 V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Material Arqueológico: faiança Estabelecendo paralelos com o material recolhido noutras escavações principalmente no Porto (MNSR, 2001): - 1ª metade séc. XVI, associado a diferentes séries esmaltadas andaluzas, cujo principal centro produtor é Sevilha (pouco fragmentos); - Faiança malagueira associada à segunda metade do séc. XVI e de produção nacional; - Faianças com pintura a azul que remetem para o séc. XVII: - Associadas ao aumento de produção da chamada faiança portuguesa e que introduzem importantes inovações técnicas ao nível da qualidade das pastas, vidrados, tipos de formas e à temática da organização decorativa;

12 V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Material Arqueológico: vidrado, metal e líticos

13 V Encontro Arqueologia do Sudoeste Peninsular Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Monte da Azinheira: breves conclusões A estrutura escavada revela uma área habitacional (Monte Alentejano) com uma área central com pelo menos três compartimentos, a partir de onde o monte terá crescido, com a construção de vários anexos; Grande parte do material cerâmico foi recolhido na área exterior entre as duas entradas do monte alentejano; Através do material recolhido foi possível situar cronologicamente o sítio entre o século XVI e o século XVII, sem qualquer tipo de ocupação anterior ou posterior; A escavação no Monte da Azinheira veio trazer-nos um melhor enquadramento sobre o povoamento rural moderno alentejano, que se encontra ainda muito mal conhecido;

14 Referências na apresentação: - CORREIA, Mariana (2007) – Taipa no Alentejo – Rammed Earth in Alentejo. Lisboa, Argumentum. - Museu Nacional de Soares dos Reis [MNSR] (Org. e Coord.) (2001) – Itinerário da Faiança do Porto e Gaia. Lisboa, Copyright IPM. Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja)

15 Bruno Miguel Silva Magalhães Ângela Cristina Teves Araújo


Carregar ppt "Monte da Azinheira: uma ocupação rural moderna em pleno coração alentejano (Alvito, Beja) Ângela Araújo Bruno Magalhães"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google