A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução Para adquirirmos mais conhecimentos sobre o esqueleto decidimos escolher esse tema. Procuramos estudá-lo o melhor possível, pois assim, quando.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução Para adquirirmos mais conhecimentos sobre o esqueleto decidimos escolher esse tema. Procuramos estudá-lo o melhor possível, pois assim, quando."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução Para adquirirmos mais conhecimentos sobre o esqueleto decidimos escolher esse tema. Procuramos estudá-lo o melhor possível, pois assim, quando for dado na disciplina de Ciências da Natureza compreenderemos melhor a matéria.

3 A história do esqueleto A origem biológica do esqueleto está na membrana celular que foi ficando cada vez mais dura conforme ia progredindo a escala evolutiva dos seres vivos. Com excepção dos peixes, o esqueleto serviu para os animais saírem do mar e se instalarem em terra. Depois, os seres vivos iniciaram as posições erguidas e no final, apareceu o homem que, plenamente apoiado sobre as duas estruturas ósseas das suas extremidades inferiores, pôde deixar de olhar para o solo como os quadrúpedes, para dirigir o olhar para o vasto panorama do Universo.

4 Como se desenvolvem os ossos Os ossos apresentam três etapas: Estado mucoso: aquele que apresenta os ossos antes do nascimento, quando mais pouco são que uma gelatina espessa. Estado cartilaginoso: é o estado que precede a consistência definitiva. É o que apresentam os bebés quando nascem, até à primeira fase de ossificação. Ossificação: é o estado definido em que o osso adquire a sua dureza total.

5 O corpo humano O corpo humano é constituído por três partes fundamentais: a cabeça, o tronco e os membros. Em cada uma destas partes distinguem-se diferentes regiões: Ossos da Cabeça Ossos do tronco Ossos dos membros

6 A Cabeça A cabeça está ligada ao tronco pelo pescoço e nela se integram o crânio, que corresponde à parte coberta da cabeça e a face onde se encontra as orelhas, os olhos, o nariz e a boca.

7 Os ossos da cabeça Os ossos da cabeça formam o crânio e a face. O crânio é formado por diversos ossos que protegem o cérebro. A face é constituída por catorze ossos. Na face estão os maxilares. Por sua vez, nos maxilares encontram-se os dentes.

8 O tronco O tronco ao qual se ligam os membros compreende a face ventral constituída pela caixa torácica e o abdómen e a face dorsal constituída pela região dorsal e a região lombar.

9 Os ossos do tronco Os ossos do tronco são formados pelos ossos da coluna vertebral e da caixa torácica. A coluna vertebral é constituída por trinta e três ossos curtos, chamados vértebras. As vértebras protegem a espinal, medula, que é um órgão muito delicado e muito importante para o nosso corpo, porque comanda a respiração, os batimentos do coração e outras funções vitais. A caixa torácica é formada pelas costelas, pelo esterno, pelas omoplatas e pelas clavículas. Estes ossos, em conjunto, protegem o coração e os pulmões.

10 Os Membros Os membros, devido à posição vertical assumida pelos humanos, denominam-se membros superiores e membros inferiores. Os membros superiores compreendem a espádua, o braço, o antebraço e a mão onde de distinguem o punho, a palma da mão e os dedos. Este membro é caracterizado pela sua mobilidade, sobretudo pela da mão em virtude da oponibilidade do dedo polegar aos outros dedos, por isso se diz que o membro superior está adaptado à preensão.

11 Os ossos dos membros Os ossos dos membros são constituídos pelos ossos dos braços, mãos, pernas e pés. O braço é formado pelo cúbito e pelo rádio. A perna é composta pelo fémur, pela tíbia e pelo perónio. O fémur é o osso mais comprido do nosso esqueleto. As mãos e os pés são constituídos por pequenos ossos, as falanges, que correspondem a cerca de metade dos ossos do nosso corpo. Nos membros, os ossos unem-se uns aos outros através de importantes articulações: ombro, cotovelo, pulso, anca, joelho e tornozelo.

12 Quantidade dos Ossos No corpo humano há 206 ossos. Alguns ossos estão unidos de forma a não se moverem; outros estão através de articulações, permitindo-lhes o movimento.

13 As formas dos Ossos Os ossos têm várias formas e tamanhos. Exteriormente são brancos e duros, e no seu interior são moles e esponjosos, ou seja, parecem-se com uma esponja. Tipos de ossos: Longos: formados por uma parte comprida e extremidades arredondadas. São formados por ossos como: o fémur, a tíbia entre outros. Curtos: são aqueles com o comprimento igual à largura, como por exemplo : o carpo e o tarso. Achatados: quando a sua espessura é menor do que o seu comprimento, como por exemplo: a omoplata e o coxis.

14 O que são as articulações Uma articulação é uma união entre dois ossos. Há três tipos de articulações: Móveis – são a maioria. Os ossos destas articulações não se movem mais porque estão unidos por cordões chamados ligamentos. Semi – móveis - quando o movimentos dos ossos é muito limitado, como no caso das vértebras que formam a coluna a vertebral. Fixas – em algumas articulações, os ossos estão muito unidos entre si e não se movem. É o caso dos ossos do crânio.

15 Para que serve o esqueleto As funções do esqueleto são as seguintes: Suster e dar forma ao corpo. Proteger alguns órgãos internos, como o cérebro, o coração, os pulmões, a bexiga, os rins … Permitir os movimentos, em conjunto com os músculos. Reserva de sais minerais, porque funciona como uma reserva de substâncias como o cálcio e o fósforo.

16 Conclusão Este trabalho serviu para ficarmos a conhecer melhor o esqueleto e o nosso corpo. Sem o esqueleto não conseguíamos fazer nada, por isso devemos cuidar bem dos nossos ossos fazendo uma alimentação rica em cálcio e fósforo, para termos ossos fortes e resistentes.

17 Trabalho elaborado por:


Carregar ppt "Introdução Para adquirirmos mais conhecimentos sobre o esqueleto decidimos escolher esse tema. Procuramos estudá-lo o melhor possível, pois assim, quando."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google