A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Autoconhecimento e Meditação. Autoconhecimento Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Autoconhecimento e Meditação. Autoconhecimento Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?"— Transcrição da apresentação:

1 Autoconhecimento e Meditação

2 Autoconhecimento Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? Pergunta 919 de O Livro dos Espíritos

3 Autoconhecimento Um sábio da antiguidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo. Um sábio da antiguidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.

4 Autodescobrimento O grande desafio contemporâneo para o homem é o seu autodescobrimento. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 21.) O grande desafio contemporâneo para o homem é o seu autodescobrimento. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 21.) O autodescobrimento é também um processo de parto, impondo a coragem para o conhecimento que libera. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 53.) O autodescobrimento é também um processo de parto, impondo a coragem para o conhecimento que libera. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 53.)

5 Autodescobrimento O auto-encontro enseja satisfações estimuladoras, saudáveis. Esse esforço deve ser acompanhado pela inevitável confiança no êxito, porquanto é ambição natural do ser pensante investir para ganhar, esforçar-se para colher resultados bons. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 54.) O auto-encontro enseja satisfações estimuladoras, saudáveis. Esse esforço deve ser acompanhado pela inevitável confiança no êxito, porquanto é ambição natural do ser pensante investir para ganhar, esforçar-se para colher resultados bons. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 54.) O autodescobrimento é o clímax de experiências do conhecimento e da emoção, através de uma equilibrada vivência. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 139.) O autodescobrimento é o clímax de experiências do conhecimento e da emoção, através de uma equilibrada vivência. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O homem integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, página 139.)

6 Autodescobrimento O autodescobrimento tem por finalidade conscientizar a pessoa a respeito do que necessita, de como realizá-lo e quando dar início à nova fase. (...) O autodescobrimento tem por finalidade conscientizar a pessoa a respeito do que necessita, de como realizá-lo e quando dar início à nova fase. (...) O auto-encontro pode ser logrado através da meditação reflexiva, do esforço para fixar a mente nas idéias positivas, buscando saber quem se é, e qual a finalidade da sua existência corporal e do futuro que a aguarda. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O ser consciente. LEAL. Salvador, BA. 8ª edição, páginas 48 e 49.)

7 Autodescobrimento Fazem-se imprescindíveis alguns requisitos para que logrado o autodescobrimento com a finalidade de bem-estar e de logros plenos, a saber: insatisfação pelo que se é, ou como se encontra; desejo sincero de mudança; persistência no tentame; disposição para aceitar-se e vencer-se; capacidade para crescer emocionalmente. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Autodescobrimento. LEAL. Salvador, BA. 7ª edição, página 11.) Fazem-se imprescindíveis alguns requisitos para que logrado o autodescobrimento com a finalidade de bem-estar e de logros plenos, a saber: insatisfação pelo que se é, ou como se encontra; desejo sincero de mudança; persistência no tentame; disposição para aceitar-se e vencer-se; capacidade para crescer emocionalmente. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Autodescobrimento. LEAL. Salvador, BA. 7ª edição, página 11.)

8 Autodescobrimento (...) O exercício do bem-pensar, eliminando as idéias perniciosas a que se está viciado, constitui passo decisivo para o autodescobrimento. (...) (...) O exercício do bem-pensar, eliminando as idéias perniciosas a que se está viciado, constitui passo decisivo para o autodescobrimento. (...) O autodescobrimento enseja humildade perante a vida, sem postura humilhante, porque faculta a irradiação do amor desde o centro do Si, consciente da sua realidade e origem divina. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Autodescobrimento. LEAL. Salvador, BA. 7ª edição, páginas 109 e 110.)

9 Autodescobrimento O autodescobrimento, resultado da imersão no ser profundo, é, meta prioritária para que seja conseguida a auto-identificação. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O despertar do espírito. LEAL. Salvador, BA. 1ª edição, página 73.) O autodescobrimento, resultado da imersão no ser profundo, é, meta prioritária para que seja conseguida a auto-identificação. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O despertar do espírito. LEAL. Salvador, BA. 1ª edição, página 73.)

10 Meditação A meditação deve ser, inicialmente, breve e gratificante, da qual se retorne com a agradável sensação de que o tempo foi insuficiente, o que predispõe o candidato a uma dilatação. (...) A meditação deve ser, inicialmente, breve e gratificante, da qual se retorne com a agradável sensação de que o tempo foi insuficiente, o que predispõe o candidato a uma dilatação. (...) A meditação, portanto, não deve ser um dever imposto, porém, um prazer conquistado. (...) A meditação, portanto, não deve ser um dever imposto, porém, um prazer conquistado. (...) A meditação, no caso em pauta, abre lugar à ação, sendo, ela mesma, uma ação da vontade, a caminho da movimentação de recursos úteis para quem a utiliza e, por extensão, para as demais pessoas. (...) A meditação, no caso em pauta, abre lugar à ação, sendo, ela mesma, uma ação da vontade, a caminho da movimentação de recursos úteis para quem a utiliza e, por extensão, para as demais pessoas. (...)

11 Meditação (...) Assim, o ato de meditar deve ser sucedido pela experiência do viver-agir, porquanto será inútil a mais excelente terapia teórica ao paciente que se recusa, ou não se resolve aplicá-la na sua enfermidade. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O Homem Integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, páginas 139 e ) (...) Assim, o ato de meditar deve ser sucedido pela experiência do viver-agir, porquanto será inútil a mais excelente terapia teórica ao paciente que se recusa, ou não se resolve aplicá-la na sua enfermidade. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O Homem Integral. LEAL. Salvador, BA. 11ª edição, páginas 139 e )

12 Meditação A meditação amplia a visão a respeito do mal, ao tempo em que equipa o homem de lucidez, fornecendo-lhe os instrumentos próprios para cuidar desse adversário cruel. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Plenitude. LEAL. Salvador, BA. 9ª edição, página 69.) A meditação amplia a visão a respeito do mal, ao tempo em que equipa o homem de lucidez, fornecendo-lhe os instrumentos próprios para cuidar desse adversário cruel. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Plenitude. LEAL. Salvador, BA. 9ª edição, página 69.) A meditação é a aplicação da concentração na busca de Deus, interiormente, com determinação e constância. Seu objetivo único é o de atingir o fluxo divino e conhecer Deus, senti-lO e alimentar-se da Sua energia. É o estado de quietação mental. (...) a meditação reabastece de energias salutares, refazendo a harmonia do psiquismo e este a do organismo físico. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Plenitude. LEAL. Salvador, BA. 9ª edição, página 88.) A meditação é a aplicação da concentração na busca de Deus, interiormente, com determinação e constância. Seu objetivo único é o de atingir o fluxo divino e conhecer Deus, senti-lO e alimentar-se da Sua energia. É o estado de quietação mental. (...) a meditação reabastece de energias salutares, refazendo a harmonia do psiquismo e este a do organismo físico. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Plenitude. LEAL. Salvador, BA. 9ª edição, página 88.)

13 Meditação A meditação ajuda-o [o ser consciente] a crescer de dentro para fora, realizando-se em amplitude e abrindo-lhe a percepção para os estados alterados de consciência. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O Ser Consciente. LEAL. Salvador, BA. 8ª edição, página 11.) A meditação ajuda-o [o ser consciente] a crescer de dentro para fora, realizando-se em amplitude e abrindo-lhe a percepção para os estados alterados de consciência. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O Ser Consciente. LEAL. Salvador, BA. 8ª edição, página 11.) (...) a meditação é uma terapia valiosa para superar os conteúdos negativos, com o objetivo de liberar o inconsciente, ao invés de esmagá-lo ou asfixiá-lo, e, longe, ainda, de o conscientizar, gerar novas formulações e identificações atuais que, no futuro, assomarão como recursos elevados. (...) a meditação é uma terapia valiosa para superar os conteúdos negativos, com o objetivo de liberar o inconsciente, ao invés de esmagá-lo ou asfixiá-lo, e, longe, ainda, de o conscientizar, gerar novas formulações e identificações atuais que, no futuro, assomarão como recursos elevados.

14 Meditação Todos os formuladores da consciência superior são unânimes, seja no orientalismo ou na Psicologia Transpessoal, em recorrer à terapia da meditação, que faculta o autoconhecimento, preenche os vazios causados pela insatisfação, anula o eu corporal – rico das necessidades dos sentidos – para despertar os ideais subjetivos, as transferências metafísicas. Todos os formuladores da consciência superior são unânimes, seja no orientalismo ou na Psicologia Transpessoal, em recorrer à terapia da meditação, que faculta o autoconhecimento, preenche os vazios causados pela insatisfação, anula o eu corporal – rico das necessidades dos sentidos – para despertar os ideais subjetivos, as transferências metafísicas. No nível de consciência superior, o eu deixa de ser mais eu, para ser uma síntese e vibrar em harmonia com o Todo. No nível de consciência superior, o eu deixa de ser mais eu, para ser uma síntese e vibrar em harmonia com o Todo.

15 Individuação Tornar-se um ser total, original, único, é a proposta da individuação, que liberta a consciência das constrições da mais vigorosas do inconsciente dominador.(...) Tornar-se um ser total, original, único, é a proposta da individuação, que liberta a consciência das constrições da mais vigorosas do inconsciente dominador.(...) Buscando a individuação, percebe-se que as contribuições do mundo exterior imprimem, no ser, valores que não são verdadeiros para o seu nível de maturidade, e que somente possuem legitimidade aqueles que lhe procedem do âmago, do seu inconsciente, agora em sintonia com a consciência lúcida (...) Buscando a individuação, percebe-se que as contribuições do mundo exterior imprimem, no ser, valores que não são verdadeiros para o seu nível de maturidade, e que somente possuem legitimidade aqueles que lhe procedem do âmago, do seu inconsciente, agora em sintonia com a consciência lúcida (...)

16 Individuação Aprofundar a busca no oceano do Inconsciente para eliminar os conflitos decorrentes das várias ocorrências passadas – as atuais e as das reencarnações anteriores – conseguir a individuação, eis a meta que aguarda aquele que deseja estar desperto, consciente da sua realidade e que luta em favor da sua iluminação interior e felicidade total. Aprofundar a busca no oceano do Inconsciente para eliminar os conflitos decorrentes das várias ocorrências passadas – as atuais e as das reencarnações anteriores – conseguir a individuação, eis a meta que aguarda aquele que deseja estar desperto, consciente da sua realidade e que luta em favor da sua iluminação interior e felicidade total.

17 Individuação (...) Faz-se necessário portanto, harmonizar o sentimento com o pensamento, a sensação com a intuição em um processo de identificação de valores de que cada qual se constitui, a fim de que se realize a individuação.(...) (...) Faz-se necessário portanto, harmonizar o sentimento com o pensamento, a sensação com a intuição em um processo de identificação de valores de que cada qual se constitui, a fim de que se realize a individuação.(...)

18 Individuação A viagem na busca da identidade,da individuação, conscientiza o ser que, para alcançar a luz é necessário superar as trevas que freqüentemente surgem pelo caminho, as heranças inevitáveis dos comportamentos pretéritos... A viagem na busca da identidade,da individuação, conscientiza o ser que, para alcançar a luz é necessário superar as trevas que freqüentemente surgem pelo caminho, as heranças inevitáveis dos comportamentos pretéritos...

19 Individuação Desse modo, os indivíduos tornam-se mais seguros de si mesmos, portadores de melhores recursos na saúde, robustecidos de forças para enfrentar vicissitudes e ocorrências agressivas, não derrapando para o fosso da desistência da luta ou para o envolvimento nos tecidos fortes e sombrios da amargura. (...) – Joanna de Ângelis. Desse modo, os indivíduos tornam-se mais seguros de si mesmos, portadores de melhores recursos na saúde, robustecidos de forças para enfrentar vicissitudes e ocorrências agressivas, não derrapando para o fosso da desistência da luta ou para o envolvimento nos tecidos fortes e sombrios da amargura. (...) – Joanna de Ângelis.

20 Inconsciente profundo Esse inconsciente profundo, porém, que alguns psicólogos transpessoais e mentalistas denominam como sagrado, é depósito das experiências do Espírito eterno, do eu superior, da realidade única da vida física, da causalidade existencial... Esse inconsciente profundo, porém, que alguns psicólogos transpessoais e mentalistas denominam como sagrado, é depósito das experiências do Espírito eterno, do eu superior, da realidade única da vida física, da causalidade existencial...

21 Inconsciente profundo A identificação da consciência com esse ser profundo proporciona conquistar a lucidez sobre as realizações das reencarnações passadas, num painel de valiosa compreensão de causas e efeitos próximos como remotos. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Autodescobrimento. LEAL. Salvador, BA. 7ª edição, página 63.) A identificação da consciência com esse ser profundo proporciona conquistar a lucidez sobre as realizações das reencarnações passadas, num painel de valiosa compreensão de causas e efeitos próximos como remotos. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Autodescobrimento. LEAL. Salvador, BA. 7ª edição, página 63.)

22 Meditação Desaparece a fragmentação da Unidade e o equilíbrio transpessoal sincroniza com a Consciência Universal. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O ser consciente. LEAL. Salvador, BA. 8ª edição, páginas ) Desaparece a fragmentação da Unidade e o equilíbrio transpessoal sincroniza com a Consciência Universal. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. O ser consciente. LEAL. Salvador, BA. 8ª edição, páginas ) Somente através da meditação diária dos atos praticados é que o indivíduo se pode precatar das ações infelizes, e, quando alguma ocorrer, de imediato dando-se conta e arrependendo- se, logo se põe a repará-la, impedindo que as labaredas do ódio devorem as possibilidades de rearmonização interior. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Desperte e seja feliz. LEAL. Salvador, BA. 6ª edição, página 66.) Somente através da meditação diária dos atos praticados é que o indivíduo se pode precatar das ações infelizes, e, quando alguma ocorrer, de imediato dando-se conta e arrependendo- se, logo se põe a repará-la, impedindo que as labaredas do ódio devorem as possibilidades de rearmonização interior. (FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito: Joanna de Ângelis. Desperte e seja feliz. LEAL. Salvador, BA. 6ª edição, página 66.)

23 Autoconhecimento Conhecemos toda a sabedoria desta máxima, porém a dificuldade está precisamente em cada um conhecer-se a si mesmo. Qual o meio de consegui-lo? Conhecemos toda a sabedoria desta máxima, porém a dificuldade está precisamente em cada um conhecer-se a si mesmo. Qual o meio de consegui-lo? Pergunta 919a de O Livro dos Espíritos

24 Autoconhecimento (meditação analítica-diária) Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia, interrogava a minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim mesmo se não faltara a algum dever, se ninguém tivera motivo para de mim se queixar. Foi assim que cheguei a me conhecer e a ver o que em mim precisava de reforma. Aquele que, todas as noites, evocasse todas as ações que praticara durante o dia e inquirisse de si mesmo o bem ou o mal que houvera feito, rogando a Deus e ao seu anjo de guarda que o esclarecessem, grande força adquiriria para se aperfeiçoar, porque, crede-me, Deus o assistiria. Dirigi, pois, a vós mesmos perguntas, interrogai-vos sobre o que tendes feito e com que objetivo procedestes em tal ou tal circunstância, sobre se fizestes alguma coisa que, feita por outrem, censuraríeis, sobre se obrastes alguma ação que não ousaríeis confessar. Perguntai ainda mais: Se aprouvesse a Deus chamar-me neste momento, teria que temer o olhar de alguém, ao entrar de novo no mundo dos Espíritos, onde nada pode ser ocultado?

25 Autoconhecimento Examinai o que pudestes ter obrado contra Deus, depois contra o vosso próximo e, finalmente, contra vós mesmos. As respostas vos darão, ou o descanso para a vossa consciência, ou a indicação de um mal que precise ser curado.

26 Autoconhecimento O conhecimento de si mesmo é, portanto, a chave do progresso individual. Mas, direis, como há de alguém julgar-se a si mesmo? Não está aí a ilusão do amor-próprio para atenuar as faltas e torná-las desculpáveis? O avarento se considera apenas econômico e previdente; o orgulhoso julga que em si só há dignidade. Isto é muito real, mas tendes um meio de verificação que não pode iludir-vos. Quando estiverdes indecisos sobre o valor de uma de vossas ações, inquiri como a qualificaríeis, se praticada por outra pessoa. Se a censurais noutrem, não na podereis ter por legítima quando fordes o seu autor, pois que Deus não usa de duas medidas na aplicação de sua justiça. Procurai também saber o que dela pensam os vossos semelhantes e não desprezeis a opinião dos vossos inimigos, porquanto esses nenhum interesse têm em mascarar a verdade e Deus muitas vezes os coloca ao vosso lado como um espelho, a fim de que sejais advertidos com mais franqueza do que o faria um amigo. Perscrute, conseguintemente, a sua consciência aquele que se sinta possuído do desejo sério de melhorar-se, a fim de extirpar de si os maus pendores, como do seu jardim arranca as ervas daninhas; dê balanço no seu dia moral para, a exemplo do comerciante, avaliar suas perdas e seus lucros e eu vos asseguro que a conta destes será mais avultada que a daquelas. Se puder dizer que foi bom o seu dia, poderá dormir em paz e aguardar sem receio o despertar na outra vida. O conhecimento de si mesmo é, portanto, a chave do progresso individual. Mas, direis, como há de alguém julgar-se a si mesmo? Não está aí a ilusão do amor-próprio para atenuar as faltas e torná-las desculpáveis? O avarento se considera apenas econômico e previdente; o orgulhoso julga que em si só há dignidade. Isto é muito real, mas tendes um meio de verificação que não pode iludir-vos. Quando estiverdes indecisos sobre o valor de uma de vossas ações, inquiri como a qualificaríeis, se praticada por outra pessoa. Se a censurais noutrem, não na podereis ter por legítima quando fordes o seu autor, pois que Deus não usa de duas medidas na aplicação de sua justiça. Procurai também saber o que dela pensam os vossos semelhantes e não desprezeis a opinião dos vossos inimigos, porquanto esses nenhum interesse têm em mascarar a verdade e Deus muitas vezes os coloca ao vosso lado como um espelho, a fim de que sejais advertidos com mais franqueza do que o faria um amigo. Perscrute, conseguintemente, a sua consciência aquele que se sinta possuído do desejo sério de melhorar-se, a fim de extirpar de si os maus pendores, como do seu jardim arranca as ervas daninhas; dê balanço no seu dia moral para, a exemplo do comerciante, avaliar suas perdas e seus lucros e eu vos asseguro que a conta destes será mais avultada que a daquelas. Se puder dizer que foi bom o seu dia, poderá dormir em paz e aguardar sem receio o despertar na outra vida.

27 Autoconhecimento Formulai, pois, de vós para convosco, questões nítidas e precisas e não temais multiplicá-las. Justo é que se gastem alguns minutos para conquistar uma felicidade eterna. Não trabalhais todos os dias com o fito de juntar haveres que vos garantam repouso na velhice? Não constitui esse repouso o objeto de todos os vossos desejos, o fim que vos faz suportar fadigas e privações temporárias? Pois bem! que é esse descanso de alguns dias, turbado sempre pelas enfermidades do corpo, em comparação com o que espera o homem de bem? Não valerá este outro a pena de alguns esforços? Sei haver muitos que dizem ser positivo o presente e incerto o futuro.Ora, esta exatamente a idéia que estamos encarregados de eliminar do vosso íntimo, visto desejarmos fazer que compreendais esse futuro, de modo a não restar nenhuma dúvida em vossa alma. Por isso foi que primeiro chamamos a vossa atenção por meio de fenômenos capazes de ferir-vos os sentidos e que agora vos damos instruções, que cada um de vós se acha encarregado de espalhar. Santo Agostinho.

28 Sois a Luz Vós sois a luz do mundo. Jesus. (MATEUS, capítulo 5, versículo 14.) Vós sois a luz do mundo. Jesus. (MATEUS, capítulo 5, versículo 14.)


Carregar ppt "Autoconhecimento e Meditação. Autoconhecimento Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google