A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Infância e Educação. A criança De encarnação em encarnação, de experiência em experiência, o Espírito vai conquistando a sua própria bagagem interior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Infância e Educação. A criança De encarnação em encarnação, de experiência em experiência, o Espírito vai conquistando a sua própria bagagem interior."— Transcrição da apresentação:

1 Infância e Educação

2 A criança De encarnação em encarnação, de experiência em experiência, o Espírito vai conquistando a sua própria bagagem interior.

3 Amor e Sabedoria Aspecto moral Aspecto moral Aspecto intelectual Aspecto intelectual Evolução

4 União da alma ao corpo União da alma ao corpo Os espíritos nos ensinam que a união da alma ao corpo se inicia no momento da concepção, mas apenas se completa no nascimento. Os espíritos nos ensinam que a união da alma ao corpo se inicia no momento da concepção, mas apenas se completa no nascimento. (L.E. p.344)

5 Esquecimento temporário Motivos: Adaptação do espírito ao corpo Sono profundo Restringimento do corpo espiritual quando da ligação com o corpo físico em formação. Prostração psíquica nos primeiros sete anos (Hipnose terapêutica) Efeito moral do esquecimento temporário

6 A partir do nascimento … suas idéias retomam gradualmente impulso, à medida que se desenvolvem os órgãos; … suas idéias retomam gradualmente impulso, à medida que se desenvolvem os órgãos;

7 A criança, espírito eterno e perfectível Explicação do Espírito Calderaro, No Mundo Maior- cap.3 Vontade

8 Bagagem do passado Impulsos e tendências que se manifestam desde tenra idade

9 Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior; é a estudá-los que é preciso se aplicar; todos os males tem princípio no egoísmo e no orgulho; espreitai, pois, os menores sinais que revelem os germes destes vícios, e empenhai-vos em combatê-los, sem esperar que lancem raízes profundas Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior; é a estudá-los que é preciso se aplicar; todos os males tem princípio no egoísmo e no orgulho; espreitai, pois, os menores sinais que revelem os germes destes vícios, e empenhai-vos em combatê-los, sem esperar que lancem raízes profundas (…) (ESE,cap XIV 9)

10 Ingenuidade Infantil … A criancinha, não havendo podido manifestar nenhuma tendência perversa, no apresenta com a imagem da inocência e da candura. A.Kardec … A criancinha, não havendo podido manifestar nenhuma tendência perversa, no apresenta com a imagem da inocência e da candura. A.KardecEDUCAÇÃO Os filhos nesta fase são mais dóceis e maleáveis às impressões que recebem dos pais…

11 O LAR Ninguém poderá substituir os pais na ESFERA EDUCATIVA DO CORAÇÃO. (Esp. Humberto de Campos) Ninguém poderá substituir os pais na ESFERA EDUCATIVA DO CORAÇÃO. (Esp. Humberto de Campos)

12 Encontro das Almas no LAR Motivos : Resgate, apoio, afeições, desafetos, missão; Resgate, apoio, afeições, desafetos, missão;Finalidade: Estreitar os laços - AMOR Estreitar os laços - AMOR É no LAR que se iniciam nossas lutas. Os filhos são espíritos a nós ligados pelos laços de afeição ou pelos laços da reparação.

13 Reencontro de Espíritos Simpáticos e Antipáticos Nos elos de consagüinidade, reavemos o convívio de todos aqueles que nos associaram ao destino, pelos vínculos do bem ou do mal, através das portas benditas da reencarnação. Emmanuel Nos elos de consagüinidade, reavemos o convívio de todos aqueles que nos associaram ao destino, pelos vínculos do bem ou do mal, através das portas benditas da reencarnação. Emmanuel

14 Educar os Filhos Missão dos Pais Preparar os Filhos VIDA MATERIAL VIDA ESPIRITUAL

15 Infância A idade infantil os torna brandos, acessíveis aos conselhos. A idade infantil os torna brandos, acessíveis aos conselhos. É o período ideal para se realizar a educação do espírito reencarnante É o período ideal para se realizar a educação do espírito reencarnante Não é o único período, prossegue na adolescência Não é o único período, prossegue na adolescência (Relacionamento entre Pais e Filhos- Umberto Ferreira)

16 Educação: Pontos importantes Amor e carinho são os mais podereos recursos para educar, quando usados de forma adequada Amor e carinho são os mais podereos recursos para educar, quando usados de forma adequada AMOR E CARINHO Os que recebem Os que não recebem São mais equilibrados e felizes Tornam-se carentes, agressivos, revoltados (Relacionamento entre Pais e Filhos- Umberto Ferreira)

17 Comentário de Emmanuel Passada a fase infantil, os processos de Educação Moral que formam o caráter, tornam-se mais difíceis. Atingida a maioridade, se a educação não houver feita no lar, só o processo violento das provas rudes pode renovar o pensamento e a concepção das criaturas. Passada a fase infantil, os processos de Educação Moral que formam o caráter, tornam-se mais difíceis. Atingida a maioridade, se a educação não houver feita no lar, só o processo violento das provas rudes pode renovar o pensamento e a concepção das criaturas. ( O Consolador)

18 DIÁLOGO E ATENÇÃO As palavras agressivas ficam gravadas e exercem influência negativaAs palavras agressivas ficam gravadas e exercem influência negativa Utilizar argumentação lógica e linguagem acessível à idade e ao entendimento.Utilizar argumentação lógica e linguagem acessível à idade e ao entendimento. Os pais precisam de ter paciência para ouvir os filhosOs pais precisam de ter paciência para ouvir os filhos (Relacionamento entre Pais e Filhos- Umberto Ferreira)

19 ENERGIA E CASTIGO Às vezes, mesmo em pregando o amor e o diálogo, os pais têm que agir com energia. Às vezes, mesmo em pregando o amor e o diálogo, os pais têm que agir com energia. RECURSOS QUE DÃO BONS RESULTADOS: - Fazer assumir as conseqüências; - Restringir passeios, diversões

20 Evitar Os castigos corporais devem ser evitados, pois criam: Traumas Traumas Revoltas Revoltas Agressividade Agressividade Desequilíbrios Desequilíbrios Inibição Inibição Insegurança Insegurança

21 MOTIVAÇÃO E PRÊMIOS Muitos pais se omitem, quando as crianças cumprem bem os seus deveres, deixando de estimulá-las; Muitos pais se omitem, quando as crianças cumprem bem os seus deveres, deixando de estimulá-las; Motivar e premiar funcionam muito melhor do que censurar e castigar; Motivar e premiar funcionam muito melhor do que censurar e castigar; (Relacionamento entre Pais e Filhos- Umberto Ferreira)

22 MOTIVAÇÃO E PRÊMIOS Ensinar as crianças que as alternativas de lazer constituem prêmios, mas que podem ser retiradas; Ensinar as crianças que as alternativas de lazer constituem prêmios, mas que podem ser retiradas; Agindo assim os pais não estão punido, mas deixando de premiar. Agindo assim os pais não estão punido, mas deixando de premiar.

23 LIBERDADE As crianças têm direito à liberdade, mas não excessiva. As crianças têm direito à liberdade, mas não excessiva. Os pais precisam saber dosá-la. Os pais precisam saber dosá-la. A liberdade concedida sem critérios pode ser muito prejudicial A liberdade concedida sem critérios pode ser muito prejudicial

24 LIBERDADE As crianças têm direito de chorar. As crianças têm direito de chorar. - Identificar a causa - Identificar a causa - Solucionar o problema - Solucionar o problema - Não devem bater - Não devem bater No caso de manha No caso de manha - deixá-la chorar até desistir - deixá-la chorar até desistir - dosar a atenção - dosar a atenção

25 Liberdade A criança tem direito de brincar A criança tem direito de brincar As crianças precisam de liberdade no lar Alerta! Cuidado com a escolha do brinquedo, com a literatura e com os programas de TV !

26 O que ofertamos às nossas crianças? O que lhes ensinamos?

27 É necessário educar o sentimento e cultivar a ciência do coração. Nunca como hoje foi necessário o dizer de Jesus: "Amai-vos uns aos outros". E amar é educar

28 Ama e educa-o, oferecendo-lhe o melhor da tua alma, ainda mesmo que o teu filo não possa compreender a nobreza do teu sacrifício e a excelsitude da tua abnegação. Ama e educa-o, oferecendo-lhe o melhor da tua alma, ainda mesmo que o teu filo não possa compreender a nobreza do teu sacrifício e a excelsitude da tua abnegação. Receberás do Pai celestial a bênção da alegria e da Paz. (Emmanuel- Família) Teu filho

29 Bibliografia: Prática Pedagógica da Evangelização, v.1, Walter Oliveira Alves, DIE Um desafio chamado família, Jeamar Zandini Nazareth, Minas Editora O Consolador Relacionamento entre Pais e Filhos, Umberto Ferreira Incerteza para o futuro Pesquisa feita por Arlete Länzlinger CEEAK- Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec, Suíça, ano 2006.


Carregar ppt "Infância e Educação. A criança De encarnação em encarnação, de experiência em experiência, o Espírito vai conquistando a sua própria bagagem interior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google