A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

{ Componentes e Dispositivos de uma Rede Guilherme Guimarães.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "{ Componentes e Dispositivos de uma Rede Guilherme Guimarães."— Transcrição da apresentação:

1 { Componentes e Dispositivos de uma Rede Guilherme Guimarães

2

3 Servidores É um computador ou dispositivo dedicados a uma (ou umas) determinada tarefa; É um computador ou dispositivo dedicados a uma (ou umas) determinada tarefa; Rodam serviços, aguardando o contato de clientes que ofereçam algum recurso a ele; Rodam serviços, aguardando o contato de clientes que ofereçam algum recurso a ele; Processam e organizam dados, gerenciam acesso a arquivos e recursos, coordenam de modo eficaz o funcionamento da rede e controlam cópias de segurança; Processam e organizam dados, gerenciam acesso a arquivos e recursos, coordenam de modo eficaz o funcionamento da rede e controlam cópias de segurança; Permitem o acesso remoto a seus serviços, seja localmente ou via internet; Permitem o acesso remoto a seus serviços, seja localmente ou via internet;

4 Tipos de Servidores Servidor de Arquivos: Armazenam as informações compartilhadas entre os usuários da rede, esses arquivos são processados no computador do usuário; Servidor de Arquivos: Armazenam as informações compartilhadas entre os usuários da rede, esses arquivos são processados no computador do usuário; Servidor de Aplicação: Armazena e executa aplicações que são compartilhadas pelos usuários da rede, processam as informações solicitadas pelo usuário e retornam apenas os dados, permitem que vários usuários utilizem a aplicação ao mesmo tempo mantendo os dados sincronizados; Servidor de Aplicação: Armazena e executa aplicações que são compartilhadas pelos usuários da rede, processam as informações solicitadas pelo usuário e retornam apenas os dados, permitem que vários usuários utilizem a aplicação ao mesmo tempo mantendo os dados sincronizados; Servidor de Impressão: Gerencia os pedidos de impressão dos usuários da rede enviando para a impressora requerida; Servidor de Impressão: Gerencia os pedidos de impressão dos usuários da rede enviando para a impressora requerida; Servidor de Virtualização: É um servidor físico que atua domo hospedeiro para outros servidores virtuais; Servidor de Virtualização: É um servidor físico que atua domo hospedeiro para outros servidores virtuais;

5 Tipos de Servidores Servidor de s: Recebe, processa e entrega os s entre os usuários da rede; Servidor de s: Recebe, processa e entrega os s entre os usuários da rede; Servidor de Banco de Dados: Muitas vezes está agregado ao servidor de aplicação, mas quando sozinho é responsável por armazenar, gerenciar e manter a base de dados das aplicações; Servidor de Banco de Dados: Muitas vezes está agregado ao servidor de aplicação, mas quando sozinho é responsável por armazenar, gerenciar e manter a base de dados das aplicações; Servidor de Backup: Executa e armazena cópias de segurança das informações de outros servidores; Servidor de Backup: Executa e armazena cópias de segurança das informações de outros servidores; Servidor de Internet: Gerencia o tráfego dos usuários na internet, atuando também como firewall, podendo controlar o acesso a sites e banda utilizada pelos usuários; Servidor de Internet: Gerencia o tráfego dos usuários na internet, atuando também como firewall, podendo controlar o acesso a sites e banda utilizada pelos usuários;

6 Servidores em pequenas empresas O uso mais comum de servidores é em grandes empresas, com uma quantidade enorme de estações de trabalho; O uso mais comum de servidores é em grandes empresas, com uma quantidade enorme de estações de trabalho; Atualmente vem crescendo o uso de servidores também em pequenas empresas, que procuram segurança, rapidez e confiabilidade de dados; Atualmente vem crescendo o uso de servidores também em pequenas empresas, que procuram segurança, rapidez e confiabilidade de dados; Essas pequenas empresas também buscam melhor organização dos dados, backup seguro, fácil expansão e manutenção, acesso remoto e maior capacidade de processamento; Essas pequenas empresas também buscam melhor organização dos dados, backup seguro, fácil expansão e manutenção, acesso remoto e maior capacidade de processamento;

7 Servidores

8 Cliente / Estações de Trabalho São os demais computadores e dispositivos que compõem uma rede, podendo acessar todos os recursos e serviços oferecidos por esta e pelo servidor; São os demais computadores e dispositivos que compõem uma rede, podendo acessar todos os recursos e serviços oferecidos por esta e pelo servidor; Normalmente são máquinas com pouco poder de processamento, usadas para tarefas mais simples; Normalmente são máquinas com pouco poder de processamento, usadas para tarefas mais simples; Algumas não tem HD, só utilizam arquivos e programas armazenados no servidor através da rede (terminais burros); Algumas não tem HD, só utilizam arquivos e programas armazenados no servidor através da rede (terminais burros);

9 Cliente / Estações de Trabalho

10 Sistema Operacional de Rede São SOs específicos instalados nos servidores, sua principal função é gerenciar a rede; São SOs específicos instalados nos servidores, sua principal função é gerenciar a rede; Possui funcionalidades a mais que um SO cliente; Possui funcionalidades a mais que um SO cliente; Em ambientes Microsoft, temos a família Windows Server, atualmente na versão 2012; Em ambientes Microsoft, temos a família Windows Server, atualmente na versão 2012; Para Linux temos uma infinidade de distribuições, aos quais podemos destacar o Debian, Ubuntu Server, Red Hat e CentOS; Para Linux temos uma infinidade de distribuições, aos quais podemos destacar o Debian, Ubuntu Server, Red Hat e CentOS;

11 Sistema Operacional de Rede

12 Impressoras São impressoras comuns, que instalamos e usamos normalmente em um PC local; São impressoras comuns, que instalamos e usamos normalmente em um PC local; Porém, podemos compartilhar na rede uma impressora local; Porém, podemos compartilhar na rede uma impressora local; Assim como há também impressoras com interface de rede (com e/ou sem fio) podendo ser compartilhadas sem o uso de um computador; Assim como há também impressoras com interface de rede (com e/ou sem fio) podendo ser compartilhadas sem o uso de um computador; Por serem utilizadas por diversos usuários, uma impressão pode demorar um pouco para ser executada, pois a impressora vai obedecer a ordem de solicitação; Por serem utilizadas por diversos usuários, uma impressão pode demorar um pouco para ser executada, pois a impressora vai obedecer a ordem de solicitação;

13 Impressoras

14 Nó ou Ponto É cada ponto de conexão da rede; É cada ponto de conexão da rede; Ou seja, cada computador ou periférico de rede; Ou seja, cada computador ou periférico de rede;Endereço Cada nó da rede precisa de um endereço para que outros computadores ou periféricos possam localizá-lo; Cada nó da rede precisa de um endereço para que outros computadores ou periféricos possam localizá-lo; São usados dois tipos de endereço: São usados dois tipos de endereço: Físico: definido pela placa de rede; Físico: definido pela placa de rede; Lógico: definido pela pilha de protocolos sendo usada; Lógico: definido pela pilha de protocolos sendo usada;

15 Recurso Qualquer coisa que possa ser oferecida e usada pelos clientes da rede; Qualquer coisa que possa ser oferecida e usada pelos clientes da rede; Tais como: impressoras, arquivos, internet, etc; Tais como: impressoras, arquivos, internet, etc;Serviço Tipo de programa que roda em segundo plano em servidores; Tipo de programa que roda em segundo plano em servidores; Aguardam pedidos vindos de clientes para prover um determinado recurso; Aguardam pedidos vindos de clientes para prover um determinado recurso;

16 Protocolo Para que a rede funcione e todos seus dispositivos se entendam, independente de SO, marcas, etc, eles precisam conversar em uma mesma linguagem; Para que a rede funcione e todos seus dispositivos se entendam, independente de SO, marcas, etc, eles precisam conversar em uma mesma linguagem; Esta linguagem é chamada de protocolo de rede, existe uma grande diversidade de protocolos, o mais utilizado é o TCP/IP; Esta linguagem é chamada de protocolo de rede, existe uma grande diversidade de protocolos, o mais utilizado é o TCP/IP;Cabeamento Os cabos transmitem os dados que são trocados entre os dispositivos e periféricos de uma rede; Os cabos transmitem os dados que são trocados entre os dispositivos e periféricos de uma rede; Existe a opção de não usar cabos na comunicação, usando transmissão via radiofrequência (WiFi); Existe a opção de não usar cabos na comunicação, usando transmissão via radiofrequência (WiFi);

17 Placa de Rede Também chamada de NIC (Network Interface Card), permite que dispositivos consigam ser conectados em rede; Também chamada de NIC (Network Interface Card), permite que dispositivos consigam ser conectados em rede; É necessário tanto em redes com cabos quanto para redes sem fio; É necessário tanto em redes com cabos quanto para redes sem fio; Hardware de Rede Praticamente toda rede precisa de periféricos para efetuar ou melhorar sua comunicação; Praticamente toda rede precisa de periféricos para efetuar ou melhorar sua comunicação; Hub, Switch, Roteador e Access Point são apenas alguns exemplos; Hub, Switch, Roteador e Access Point são apenas alguns exemplos;

18 Backbone (espinha dorsal) Normalmente um trecho de alta velocidade da rede que é usada para conexão de servidores e segmentos; Normalmente um trecho de alta velocidade da rede que é usada para conexão de servidores e segmentos; Muitas empresas usam um backbone de fibra óptica para comunicação entre servidores e prédios e cabo par trançado comum entre os terminais e clientes, por exemplo; Muitas empresas usam um backbone de fibra óptica para comunicação entre servidores e prédios e cabo par trançado comum entre os terminais e clientes, por exemplo;Segmento Qualquer trecho da rede que não seja o backbone onde há computadores e periféricos conectados; Qualquer trecho da rede que não seja o backbone onde há computadores e periféricos conectados; Segmentos diferentes de uma mesma rede podem usar diferentes topologias; Segmentos diferentes de uma mesma rede podem usar diferentes topologias; Genericamente, podemos dizer que um segmento é uma sub-rede dentro de uma rede maior; Genericamente, podemos dizer que um segmento é uma sub-rede dentro de uma rede maior;

19 Repetidores e Hubs Repetidor é um dispositivo responsável por ampliar o tamanho máximo do cabeamento da rede; Repetidor é um dispositivo responsável por ampliar o tamanho máximo do cabeamento da rede; No caso de uma rede sem fio, aumenta o alcance da mesma; No caso de uma rede sem fio, aumenta o alcance da mesma; Ele repete as informações recebidas em sua porta de entrada em sua (ou suas no caso de um Hub) porta de saída; Ele repete as informações recebidas em sua porta de entrada em sua (ou suas no caso de um Hub) porta de saída; Não analisa os quadros de dados para verificar para qual segmento o quadro é destinado; Não analisa os quadros de dados para verificar para qual segmento o quadro é destinado; Assim, o PC 1 envia dados para o PC 2, mas todos os outros PCs da rede recebem os mesmos dados ao mesmo tempo; Assim, o PC 1 envia dados para o PC 2, mas todos os outros PCs da rede recebem os mesmos dados ao mesmo tempo; Então a rede acaba ficando mais ocupada a cada troca de dados; Então a rede acaba ficando mais ocupada a cada troca de dados;

20 Pontes e Switches Ponte é um repetidor inteligente, tendo a capacidade de ler e analisar os quadros de dados que estão circulando na rede; Ponte é um repetidor inteligente, tendo a capacidade de ler e analisar os quadros de dados que estão circulando na rede; Uma Ponte consegue ler os campos de endereçamento MAC, assim ela não replica para outros segmentos dados que tenham como destino o mesmo segmento de origem; Uma Ponte consegue ler os campos de endereçamento MAC, assim ela não replica para outros segmentos dados que tenham como destino o mesmo segmento de origem; Switch é um Hub que funciona como uma Ponte; Switch é um Hub que funciona como uma Ponte; Em vez de replicar os dados recebidos para todas as portas, ele os envia somente para a porta destino correta; Em vez de replicar os dados recebidos para todas as portas, ele os envia somente para a porta destino correta; Vários Switches permitem a implementação de VLANs; Vários Switches permitem a implementação de VLANs;

21 Roteadores Conseguem ler o datagrama IP, tendo acesso a todas as informações, principalmente os endereços IP de origem e destino; Conseguem ler o datagrama IP, tendo acesso a todas as informações, principalmente os endereços IP de origem e destino; Permitem a conexão de duas redes diferentes e escolher um caminho a ser usado para o datagrama chegar até o destino; Permitem a conexão de duas redes diferentes e escolher um caminho a ser usado para o datagrama chegar até o destino; Um roteador isola cada rede, enquanto um switch faz com que todas as máquinas conectadas a ele pertençam a uma mesma rede; Um roteador isola cada rede, enquanto um switch faz com que todas as máquinas conectadas a ele pertençam a uma mesma rede; Em redes grandes (olá Internet!), é praticamente impossível para um switch saber todos os endereços MAC de todas as placas de rede; Em redes grandes (olá Internet!), é praticamente impossível para um switch saber todos os endereços MAC de todas as placas de rede; Por isso o roteador é importante nestes casos, pois sabe todos os endereços lógicos (IP) das placas da rede; Por isso o roteador é importante nestes casos, pois sabe todos os endereços lógicos (IP) das placas da rede;

22 Access Point WiFi Permitem a montagem e expansão de uma rede sem fio; Permitem a montagem e expansão de uma rede sem fio; Faz a interface entre a rede local usando cabos e a rede local sem fio; Faz a interface entre a rede local usando cabos e a rede local sem fio; Podem também operar em um modo ponte, conectando dois computadores ou redes, mas impedindo que outros dispositivos acessem os dados transmitidos; Podem também operar em um modo ponte, conectando dois computadores ou redes, mas impedindo que outros dispositivos acessem os dados transmitidos; Podem ser comprados de forma avulsa ou integrados com roteadores ADSL; Podem ser comprados de forma avulsa ou integrados com roteadores ADSL; Seu alcance é dado pelo ganho da antena e pela potência do circuito transmissor; Seu alcance é dado pelo ganho da antena e pela potência do circuito transmissor;

23 Firewall Permitem ou bloqueiam o tráfego baseado em regras definidas pelo administrador da rede; Permitem ou bloqueiam o tráfego baseado em regras definidas pelo administrador da rede; A maioria dos usuários pensam que o firewall tem como objetivo impedir o ataque de hackers, isso porém é secundário e resultado das técnicas de filtragem do mesmo; A maioria dos usuários pensam que o firewall tem como objetivo impedir o ataque de hackers, isso porém é secundário e resultado das técnicas de filtragem do mesmo; Pode ser construído por software ou por hardware; Pode ser construído por software ou por hardware; Roteadores ADSL possuem firewall integrado; Roteadores ADSL possuem firewall integrado;

24 DMZ (DeMilitarized Zone) É uma zona intermediária entre a rede pública (internet) e a rede interna; É uma zona intermediária entre a rede pública (internet) e a rede interna; No caso de redes que possuem computadores que possuem IPs públicos e precisam ser acessados via internet e rede local; No caso de redes que possuem computadores que possuem IPs públicos e precisam ser acessados via internet e rede local; Bastante utilizado em roteadores ADSL para acesso remoto em pequenas empresas e residências; Bastante utilizado em roteadores ADSL para acesso remoto em pequenas empresas e residências;

25 NAS (Network Attached Storage É um servidor de arquivos já pronto para uso; É um servidor de arquivos já pronto para uso; Este tipo de equipamento traz o recurso RAID, oferecendo aumento de desempenho (RAID 0), espelhamento (RAID 1) ou a combinação de ambas (RAID 10 ou RAID 0+1); Este tipo de equipamento traz o recurso RAID, oferecendo aumento de desempenho (RAID 0), espelhamento (RAID 1) ou a combinação de ambas (RAID 10 ou RAID 0+1); Alguns modelos trazem portas USB, podendo ser utilizadas para conectar impressoras e fazer o seu compartilhamento; Alguns modelos trazem portas USB, podendo ser utilizadas para conectar impressoras e fazer o seu compartilhamento; Vantagens de um NAS: Vantagens de um NAS: Centralização de dados e arquivos a serem compartilhados na rede; Centralização de dados e arquivos a serem compartilhados na rede; Menor consumo elétrico do que um PC; Menor consumo elétrico do que um PC; Maior nível de segurança e reconhecimento automático por tocadores de mídia embutidos em videogames; Maior nível de segurança e reconhecimento automático por tocadores de mídia embutidos em videogames;


Carregar ppt "{ Componentes e Dispositivos de uma Rede Guilherme Guimarães."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google