A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Aula 5 1 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Aula 5 1 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com."— Transcrição da apresentação:

1 TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Aula /02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

2 Agenda Portas lógicas 2 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

3 Portas lógicas Para implementar todas suas operações os sistemas de computação usam basicamente álgebra booleana. Algebra de Boole – Criada por George Boole, em 1847 introduz os conceitos de lógica simbólica demonstrando que a lógica podia ser representada por equações matemáticas. 3 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

4 Portas lógicas Para implementar todas suas operações os sistemas de computação usam basicamente álgebra booleana. Algebra de Boole – Criada por George Boole, em 1847 introduz os conceitos de lógica simbólica demonstrando que a lógica podia ser representada por equações matemáticas. 4 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

5 Portas lógicas Na álgebra de Boole existem apenas três operadores : E, OU e Não – sendo as únicas operações necessárias para fazer comparações ou as quatro operações aritméticas básicas. Em 1937 Claude Shannon estudante no MIT Estabeleceu a relação entre álgebra de Boole e circuitos eletrônicos transferindo os dois estados lógicos (Sim e Não) para diferentes diferenças de potencial no circuito. 5 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

6 Portas lógicas Atualmente os computadores usam álgebra de Boole materializada em microchips que contem milhares de interruptores miniaturizados combinando portas lógicas que produzem os resultados das operações usando linguagem binária. Para descrever os circuitos que podem ser construídos pela combinação de portas lógicas usa-se álgebra booleana onde uma função booleana tem uma ou mais variáveis de entrada e fornece somente um resultado que dependem dessas variáveis. 6 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

7 Portas lógicas Representação de expressão booleana das portas lógicas (and, or, nand, nor e xor) AND – A. B = Y; Equivale a uma multiplicação, sempre que as entradas A e B forem 1 seu resultado será verdadeiro (1), para comprovar usa-se a tabela da verdade para analisar as combinações possíveis para as entradas Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 7 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

8 Portas lógicas Representação de expressão booleana - Cont. Inversor - Como o próprio nome já sugere, o inversor irá inverter o número entrado. Se você entrar o número 0 em um circuito inversor, você obterá na saída o número 1, da mesma forma que se você entrar o número 1 obterá o número 0 na saída. A porta inversora é também conhecida como NOT e sua saída é Y = A. Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 8 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

9 Portas lógicas Representação de expressão booleana - Cont. NAND - A letra N em NAND significa NOT (literalmente não, mas representa o circuito inversor que explicamos anteriormente) e esta porta nada mais é do que uma porta AND com um inversor acoplado. Por isso, sua saída é o oposto da AND. Seu símbolo é o mesmo do AND, mas com um o em sua saída, para dizer que o valor da sua saída é invertido. Você pode construir uma porta NAND conectando uma porta AND a um inversor. Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 9 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

10 Portas lógicas Representação de expressão booleana - Cont. OR – A + B = Y; Equivale a uma soma, sempre que as entradas A e B forem 0 seu resultado será falso (0), para comprovar usa-se a tabela da verdade para analisar as combinações possíveis para as entradas. Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 10 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

11 Portas lógicas Representação de expressão booleana - Cont. NOR – A letra N em NOR significa NOT (literalmente não, mas representa o circuito inversor que explicamos anteriormente), e esta porta nada mais é do que uma porta OR com um inversor acoplado. Por isso, sua saída é o oposto da porta OR. Seu símbolo é o mesmo do OR, mas com um o em sua saída, para dizer que o valor da sua saída é invertido. Você pode construir uma porta NOR conectando uma porta OR a um inversor. Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 11 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

12 Portas lógicas Representação de expressão booleana - Cont. XOR - Significa OR exclusivo (ou exclusivo). A porta lógica XOR compara dois valores e se eles forem diferentes a saída será 1. A operação XOR é representada pelo símbolo e sua fórmula pode ser resumida como Y = A B. Você pode ver o símbolo da porta lógica XOR abaixo e sua tabela verdade. Representação Circuito Lógico Tabela da Verdade 12 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

13 Portas Lógicas Identificação de um esquema : 13 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com

14 Bibliografia 02/08/2011 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com 14 BIBLIOGRAFIA BÁSICA 1FOROUZAN, Behrouz; MOSHARRAF, Firouz. Fundamentos da Ciência da Computação. 2ª Edição. São Paulo: Cengage, PERES, Fernando Eduardo; FEDELI, Ricardo Daniel; POLLONI, Enrico G. F. Introdução à Ciência da Computação. 2ª Edição. São Paulo: Cengage Learning: STALLINGS, Willian. Arquitetura e Organização de Computadores. 8º edição. São Paulo: Prentice Hall Brasil, BIBLIOGRIA COMPLEMENTAR 1DALE, Nell; LEWIS, John. Ciência da Computação. N4ª Edição. Rio de Janeiro: LTC, FLYNN, Ida; MCHOES, Ann Mclver. Introdução aos Sistemas Operacionais. São Paulo: Cengage Learning, MAIA, Luiz Paulo. Arquitetura de redes de computadores. 1ª Edição. Rio de Janeiro: LTC, STUART, Brian L. Princípios de Sistemas Operacionais – Projetos e Aplicações. 1ª Edição. São Paulo: Cengage Learning, TANENBAUM, Andrew S. Organização Estruturada de Computadores. 5ª Edição. São Paulo: Prentice Hall Brasil, 2007.


Carregar ppt "TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Aula 5 1 18/02/2013 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google