A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com1 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com1 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS."— Transcrição da apresentação:

1 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com1 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Aula 9 1

2 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com2 Agenda Correção documentação de caso de uso aula 8 Diagramas de Casos De Uso - continuação Bibliografia

3 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com3 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Associações – Representam interações ou relacionamentos entre os atores e casos de uso ou entre casos de uso com outros casos de uso. Ator -> caso de uso – Ator utiliza de alguma maneira a funcionalidade representada pelo caso de uso, requisitando execução ou recebendo resultado. Linha continua sem seta é bidirecional, com seta unidirecional.

4 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com4 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Relacionamento de Generalização/Especialização – Forma de associação entre casos de uso com caracteristicas semelhantes, cria-se uso de caso geral com carcteristicas comuns a todos e relaciona-se com os demais com caracteristicas especificas de cada um. Evita-se duplicar documentação. Caso de Uso Geral Casos de Uso especializados Caso de Uso Geral Casos de Uso especializados

5 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com5 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Relacionamento de Generalização/Especialização aplicado a atores Ator Geral Atores especializados

6 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com6 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Associação de Inclusão – Usado quando a um cenário, situação ou rotina comun a mais de um uso de caso. Nesse caso a documentação dessa rotina é colocada em uso de caso especifico para outros usos de caso utilizem esse serviço evitando descrever mesma sequencia de passos em varios casos de uso. Indicam obrigatoriedade, a execução do 1º obriga a execução do 2º. Representado por linha pontilhada c/ seta e estereotipo include, a seta aponta para o caso de uso incluido.

7 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com7 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Associação de Extensão – Usado para descrever cenários opcionais de caso de uso que ocorrerão em situação especifica se determinada condição for satisfeita. Semelhante a inclusao, difere pelo fato da seta apontar para o caso de uso que utiliza caso de uso extendido e não ter obrigatoriedade de execução do 2º caso de uso.

8 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com8 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Restrições em Associações de Extensão Texto entre as chaves usados para validação, consistência, etc. Aplica-se a determinado componente ou situação Usado quando condição necessaria para execução de caso de uso extendido não é clara.

9 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com9 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Pontos de Extensão Identifica um ponto no comportamento de um caso de uso a partir do qual esse comportamento poderá ser extendido pelo outro caso de uso.

10 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com10 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Pontos de Extensão - continuação Devem estar de acordo com documentação, confomre fluxo alternativo abaixo.

11 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com11 Diagramas de Casos De Uso - Continuação Associação de Multiplicidade Especifica numero de vezes que ator pode usar determinado caso de uso. Sócio usa apenas 1 vez, funcionário varias vezes e ambos um por vez.

12 15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com12 Bibliografia 02/08/2011 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com 12 BIBLIOGRAFIA BÁSICA 1 GUEDES, Gilleanes T.A. UML 2: Uma Abordagem Prática. 1ª Edição. São Paulo: Novatec, WAZLAWICK, Raul Sidnei. Análise e Projeto de Sistemas de Informação Orientados a Objetos. 2ª Edição. Rio de Janeiro: Campus, WEST, David; MCLAUGHLIN, Brett; POLLICE, Gary. Use a cabeça Análise & Projeto Orientado ao Objeto. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Alta Books, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR 4 ARAUJO, Ricardo; LIMA, Cardoso André. UML Aplicada: Da teoria à implementação. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, BOOCH, Grady; RUMBAUGH, James;, JACOBSON, Ivar. UML: Guia do Usuário. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Campus, LARMAN, Craig. Utilizando UML e padrões: Uma introdução à análise e projeto orientados a objetos e ao desenvolvimento iterativo. 3ª Edição. Porto Alegre: Bookman, PAULA FILHO, Wilson de Pádua. Engenharia de Software: Fundamentos, métodos e padrões. 3ª Edição. Rio de Janeiro: LTC, SILVA, Nelson Peres da. Análise e Estruturas de Sistemas de Informação. 1ª Edição. São Paulo: Érica, 2007.


Carregar ppt "15/1/2014 Professor Leomir J. Borba- –http://professorleomir.wordpress.com1 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google